Lua de Sangue

Serial Killers que ainda estão soltos #2

A maior parte das histórias envolvendo assassinatos em série tem um “final feliz”, onde o matador acaba sendo pego e paga por seus delitos, porém existe um lado mais obscuro desse tipo de crime, no qual o emissário da morte jamais é encontrado:

O assassino do pneu furado

Um dos grandes problemas na hora de assassinar uma pessoa é a aproximação. Basta um grito ou um erro nesse momento para que o plano todo vá por água abaixo, mas, para solucionar esse problema, um esperto bandido resolveu ganhar a confiança das mulheres antes de pegá-las.

Depois que a vítima estacionava o carro, o assassino esperava uma oportunidade e esvaziava o pneu do veículo. Quando a mulher voltava, ele estava por perto e oferecia ajuda. Sem pensar duas vezes, as mulheres permitiam o auxílio. Logo depois, o bandido sequestrava suas “novas amigas” e as matava.

No ano de 1975, na Flórida, três mulheres e duas garotas de 14 anos foram mortas por esse assassino. Algumas foram esfaqueadas, outras estranguladas, mas nenhuma jamais escapou das mãos dele. Para piorar tudo, 33 outros assassinatos semelhantes foram registrados em diversos estados americanos na mesma época.

Mais tarde foi descoberto que alguns deles foram feitos por Ted Bundy, porém o matador que deixou cinco vítimas na Flórida jamais foi encontrado…

O Açougueiro

Normalmente, após o assassinato, o bandido quer se livrar do corpo da maneira mais rápida possível. Mas um matador da Namíbia resolveu fazer algo totalmente diferente com o que sobrou das vítimas. Em vez de largar o corpo em um lugar escondido, ele picou as mulheres mortas em diversos pedaços e as espalhava ao longo de estradas e plantações, ou mesmo dentro da cidade.

Em novembro de 2007, a polícia local encontrou um tronco em uma lata de lixo na beira de uma estrada. Um mês depois, a cabeça, pés e braços foram encontrados em meio a uma plantação. Somente após encontrar esses pedaços, que o nome da vítima foi descoberto. Outra vítima do Açougueiro, uma garota de 21 anos, foi enterrada pelos familiares sem a cabeça, pois ela jamais foi encontrada.

Com o terror tomando conta do país, após dois anos de mortes e pedaços de corpos aparecendo nas ruas, a polícia chamou especialistas em serial killers de outros países, mas o assassino jamais foi preso. Em quando essa investigação internacional ocorria, mais uma cabeça e dois antebraços foram encontrados. Porém o Açougueiro continua a solta…