Rituais fúnebres horripilantes #1

A morte é a única coisa que temos como certa na vida, mas também a que mais tememos. Como será? Quando será? O que acontecerá após? Tudo isso sempre foi algo muito difícil para lidarmos. Nesse post mostraremos como algumas culturas lidam com isso. Da forma mais curiosa e bizarra possível.




A dança com os mortos

302882_v1

Não é incomum vermos cilivilações que fazem festas e celebrações a morte. Mas essa em especial é um tanto quanto macabra. A cada sete anos, as famílias desenterram os corpos de seus parentes falecidos para mudar suas roupas e celebrar seus parentes que já partiram, mas não todos.

Famadihana, ou “virada dos ossos”, é um ritual fúnebre tradicional do povo Merina nas terras altas de Madagascar. E alguns usam bonecos e fantasias no lugar do falecido real.

festa3

Quando o corpo é desenterrado, os parentes tiram fotos junto com o falecido e aproveitam a oportunidade para prender pequenas lembranças, como peças de roupa funeral, para manter debaixo do colchão (por causa de sua crença de que as peças de vestuário ajudar com a infertilidade).

A cerimônia é feita com o corpo do falecido içado ao ar pelos familiares e amigos, e todos dançam junto ao corpo. A dança é feita em volta dos próprios túmulos, e isso mesmo, com o parente morto nas mãos.

festa4

No final, o corpo é colocado a “descansar” por mais sete anos, com roupas novas, dinheiro e álcool.

festa2




Morto "pregado" em uma cadeira na frente de casa

cadeira

Qual a primeira coisa que geralmente fazemos quando uma pessoa morre, por mais querida que ela possa ser para nós? Chamar uma ambulância ou profissionais para retirada do corpo para local apropriado para logo fazer o enterro e tudo mais, correto? Bem, o povo de Benguet, nas Filipinas, não pensa assim.

Sempre que há uma morte, os parentes próximos do falecido “pregam” o morto à uma cadeira em frente a sua casa, como se estivesse sentado na varanda.

cadeira2

Os braços e pernas são amarrados à cadeira para manter a posição. Seus olhos são cobertos com uma venda nos olhos, em parte, para que eles não têm de testemunhar o sofrimento do mundo vivo.

E corpo permanece lá por oito dias. No calor e umidade das Filipinas.

Durante esses oito dias, as pessoas da aldeia lamentam e realizam rituais de passagem para ajudar a alma do falecido chegar ao seu destino final. No entanto, como em qualquer funeral que se preze, o luto leva a grandes quantidades de álcool e uma grande festa, com o cadáver sentado no meio de tudo isso. O corpo lentamente quebrando apresenta nenhum horror a eles, e eles nem se importam com o sempre presente cheiro de morte. De fato, não é incomum para as pessoas sentar e fazer piadas sobre o odor horrível.

cadeira3

Macabro, não? Se achou esse post interessante e gostaria de ler mais sobre esse tipo de coisa, dê um “compartilhar”, incentivando mais nosso trabalho e a fazer conteúdo interessante para vocês. 🙂

Reaja! Comente!
  1. Bianca Pereira

    27 de dezembro de 2014 em 10:32

    Isso e coisa do Demo huehuehue :v

  2. VanDrak SubZero

    19 de agosto de 2014 em 16:58

    Lá no MK nós tiramos 90 litros de sangue no Fatality, arrancamos 6 crânios do defunto com o brutality, fazemos ele voltar a vida como um bebê no babality ou chamamos pra jogar vidoegame ou uma festinha no Friendship :3

  3. Adriano Saadeh

    14 de agosto de 2014 em 14:17

    Nossa, muito boa a matéria!
    go go go Reinaldo

  4. Fai

    13 de agosto de 2014 em 18:19

    Nossa, que sinistro!! Como dizia meu professor de antropologia ”estranho é, mas tem que respeitar a cultura dos outros”. To respeitando de longe porque não chego perto mesmo é nunca #pavor

  5. rafa

    13 de agosto de 2014 em 14:26

    Só eu quero doar meu corpo a uma universidade?

    • Marvelunatico

      13 de agosto de 2014 em 16:05

      Doa pra mim! :3

      • rafa

        13 de agosto de 2014 em 16:07

        Vem ni mim Marvel <3

        • Marvelunatico

          13 de agosto de 2014 em 19:08

          To indo e to levando a Fora Esteira :3

    • Forasteira

      13 de agosto de 2014 em 15:48

      Se fosse para eu ser enterrada, que tocassem “I Want It All” do Queen, mas eu quero doar meus órgãos, e depois que eu estiver oca, que me queimem em uma fogueira mesmo (pobre tem que se virar u.u) ao som de “Quem Vai Queimar?” da Pitty. Só que ninguém vai poder chorar no meu “enterro”, vão ter que dançar e cantar junto com a playlist que eu vou preparar. Tudo isso em cima de uma montanha, fazendo rodinha em volta de uma fogueira, enquanto uma aurora boreal acontece.
      “LUCY IN THE SKYYYYY WITH DIAMONDS”

      • rafa

        13 de agosto de 2014 em 15:55

        Cada um a sua maneira né Agnes , chorei ao ler ” vão ter que dançar e cantar junto com a playlist que eu vou preparar. Tudo isso em cima de uma montanha, fazendo rodinha em volta de uma fogueira, enquanto uma aurora boreal acontece. “

        • Forasteira

          13 de agosto de 2014 em 17:41

          Quando imaginei essa cena, achei tão linda. Aí resolvi compartilhar.

      • rafa

        13 de agosto de 2014 em 15:54

        Bom, eu quero doar meus órgãos o que tiver prestando mandem embora, minha família não entende a minha decisão de doar meu corpo pra estudo. Só acho que ele será melhor aproveitado numa faculdade sendo cortado, examinado e estudado, do que embaixo da terra ou cremado. ”-”

        • Forasteira

          13 de agosto de 2014 em 17:36

          Te entendo perfeitamente. A morte é só o fim de um ciclo, e é bom saber que onde morre uma alma, outra poderá ser salva.

  6. Gabriel Frigini

    13 de agosto de 2014 em 13:39

    Essa de pregar o morto ultrapassa os limites da bizarrice

  7. Dr.V

    13 de agosto de 2014 em 13:32

    Interessante.

  8. Kuzan

    13 de agosto de 2014 em 12:30

    Quando eu morrer eu quero já ter transferido minha mente para um computador cheio de back-ups.

  9. Phoenix Whight

    13 de agosto de 2014 em 11:21

    Quando eu morrer quero que meu corpo seja enviado par algum planeta distante,assim quando sondas chegarem lá e encontrarem meu esqueleto o povo vai ficar louco achando que encontraram um ET,

    • Forasteira

      13 de agosto de 2014 em 15:41

      Çeu nomi tá ehadu mossu.

  10. chapolim do mal

    13 de agosto de 2014 em 09:54

    O meu fim não é macabro mas é bem diferente: eu quero que peguem meu corpo e que joguem dentro de um vulcão com lava e tudo ( ai se vira pra fazer) para que eu faça parte da terra para sempre ou que minhas cinzas sejam jogadas no espaço, seria legal tambem.

    • Reinaldo

      13 de agosto de 2014 em 10:02

      Interessante tua vontade… A maioria quer que suas cinzas sejam jogadas na água, tu o contrário haha

  11. Leonam

    13 de agosto de 2014 em 09:07

    Acredito que estes rituais sejam praticados por comunidades isoladas em áreas do interior destes países, algo do passado que ainda é mantido por poucos povos, não creio que seja uma cultura atual de toda uma nação e ocorra nos grandes centros urbanos, aqui mesmo no pais existem festas e eventos (não necessariamente sobre os mortos) que só se vê em cidades do interior ou em tribos indígenas que ainda mantém seus velhos costumes e hábitos. .
    Com o tempo estas tradições tendem a desaparecer aos poucos, já existiram muitas tradições culturais que morreram ao longo dos séculos, algumas que deixariam qualquer um de cabelo em pé.

  12. Ruth Borges

    13 de agosto de 2014 em 08:42

    eita ..
    pra quê fazer isso??

  13. Nameless

    13 de agosto de 2014 em 01:05

    Pensei que ia ser algo assustador. Mas até que foi interessante.

  14. André Silva

    13 de agosto de 2014 em 00:59

    Nossa cara, que louco!!
    Eu fiquei só dois dias sem internet e perdi tanta coisa…

  15. Luís Felipe

    13 de agosto de 2014 em 00:42

    Quero q meu cadáver seja cremado. Só n sei se vão obedecer.

  16. Rowling

    13 de agosto de 2014 em 00:35

    Sao mts poucos os motivos pelos quais podemos dizer “Ainda bem que nasci no Brasil” , e esse é um deles.

    Morreu,enterra e pronto.

  17. Luís Felipe

    13 de agosto de 2014 em 00:21

    “É diferente, vem com a gente
    Quero ver geral pirar
    Nessa dança muito loka eu n qro ngm parado
    Jogue seus braços pra trás, balance seu pescoço
    No swing da batida
    COM O MORTO MUITO LOKO!
    Paramm paramm pam pam pam pam
    paraparam parampam pam pam pam”

    • Forasteira

      13 de agosto de 2014 em 15:45

      Merda. Agora a música tá na minha cabeça.

      • Adriano Saadeh

        14 de agosto de 2014 em 14:18

        pior, mó clicletão

      • Luís Felipe

        13 de agosto de 2014 em 21:17

        Deixa ela entrar no resto do corpo e começa a dançar.
        “Paramm paramm pam pam pam pam
        paraparam parampam pam pam pam”
        Agr imaginei vc dançando funk. ._.

        • Forasteira

          13 de agosto de 2014 em 21:19

          Vish. Nunca dancei funk na minha vida e nem espero.

          • Luís Felipe

            13 de agosto de 2014 em 22:58

            Aposto q já experimentou dançar funk no banho ou qndo estava sozinha em casa, assistindo o programa da Eliana.
            “N para, n para, n para n;
            N para, n para, n para n;
            N para, n para, n para. Até o chão;
            Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão Chão “

            • Forasteira

              13 de agosto de 2014 em 23:00

              Masoq?! kkkkkkkk rindo d+

  18. Greg

    13 de agosto de 2014 em 00:17

    Cada coisa hein o.0

  19. Lobo Alfa

    13 de agosto de 2014 em 00:04

    é só misturar os dois rituais que dar nisso:
    pregamos o morto
    [img]http://www.theswordbearer.org/images/wallpapers/W010_croix1_std.jpg[/img]
    Depois andamos e falamos com ele:

    [img]http://3.bp.blogspot.com/_8ibei_8_1Jo/S7iGSlaexTI/AAAAAAAAAJE/VrmZjnmJCKY/s320/Jesus+ressuscitado.JPG[/img]
    é depois eu contraio meu câncer… .-.

    • chapolim do mal

      13 de agosto de 2014 em 11:47

      [img]http://http://crieseumeme.com//media/created/hg4vhm.jpg[/img]

      • chapolim do mal

        13 de agosto de 2014 em 13:57

        Aogra que eu vi esse erro huehuehuehuehue

  20. Ophelia Dilaurentis Soares

    13 de agosto de 2014 em 00:03

    tirar o morto da sepultura para dançar ? que isso ? e o mais bizarro é apregar o morto na frente de casa. to pasma com isso.
    ótima matéria

    • Lobo Alfa

      13 de agosto de 2014 em 00:13

      foda a situação,imagina encontrar uma casa com um morto pregado feito um espantalho na frente…CORREEEE!

      • Litzen Vampiro

        13 de agosto de 2014 em 00:14

        O pior ainda é se a criatura não morreu e te cumprimenta e pergunta se tu quer entrar na casa…

  21. Marvelunatico

    12 de agosto de 2014 em 23:51

    Essa aí de pregar o cadáver em frente de casa é sinistra… o.O

  22. Jeff Dantas

    12 de agosto de 2014 em 23:49

    Nossa, que mórbido! E depois, eu que sou o gótico… hehehe

    • Marvelunatico

      12 de agosto de 2014 em 23:51

      E tarado :3

    • Litzen Vampiro

      12 de agosto de 2014 em 23:51

      Mas tu anda por cemitérios e bebe vinho lá, que eu sei e.e…

  23. Litzen Vampiro

    12 de agosto de 2014 em 23:37

    Outro Mod, oloco estão contratando então, boa matéria, essa do morto na frente da casa eu não conhecia interessante…

    • Marvelunatico

      12 de agosto de 2014 em 23:51

      Quem sabe agora o Saadeh para de kibar meu blog…

      • Litzen Vampiro

        12 de agosto de 2014 em 23:52

        Ou te contrate pro ML…

        • Marvelunatico

          12 de agosto de 2014 em 23:52

          Nunca!
          Observando O Mundo >>>>>>>>> Minilua

  24. Suricato Albino

    12 de agosto de 2014 em 23:32

    Post mais interessante que jávi no minilua e olha que ja leio faz tempo por aqui, continuem a série!.

    • Reinaldo

      13 de agosto de 2014 em 10:01

      Muito obrigado!

51 Comentários
Topo