Lua de Sangue

Os maiores mistérios da humanidade #77

Semana passada falamos sobre Borley Rectory um lugar considerado um dos mais mal assombrados do mundo. Hoje falaremos sobre uma música que é parte principal de uma lenda macabra:

A música da morte

No ano de 1933, Rezső Seress compôs uma música chamada Gloomy Sunday, que pode ser traduzida como “Domingo Sombrio” ou mesmo “Domingo Lúgubre”. A canção possui uma profunda tristeza, com melodia e letra triste, como se tivesse sido composta para embalar os mais desanimadores momentos de uma vida.

Com o passar do tempo essa canção foi se transformando em algo bastante macabro, pois ela estava presente em diversos suicídios no mundo todo. Apenas três anos após a música ter sido composta, ocorreu o primeiro suicídio que tinha a ver com ela, pois Joseph Keller havia deixado sua carta de despedida com uma frase da canção.

Conta-se que diversas pessoas se mataram afogadas tendo consigo uma partitura da música, falam também que certo homem pediu que tocassem essa canção em um bar minutos antes de se matar. Também reza a lenda que mais de 100 outros suicídios envolvem a música de certa maneira, seja uma partitura, um disco ou mesmo uma frase dela em algum papel.

Não há como afirmar que todas essas histórias sejam verdadeiras, mas sabe-se com certeza que o compositor da música se matou e alguns dizem que isso tinha a ver com a maldita canção. Dizem que ela estava tocando na hora da morte…

Abaixo você pode conferir a tradução dessa letra maligna e se tiver muita coragem, pode ouvi-la no vídeo abaixo:

É Outono e as folhas estão a cair
Na Terra todo o amor morreu
O vento está a carpir com lágrimas tristes
O meu coração não mais esperará por uma nova primavera
As minhas lágrimas e as minhas mágoas são todas em vão
As pessoas são impiedosas, gananciosas e perversas…

O Amor morreu!

O mundo chegou ao seu termo, a esperança deixou de ter significado
Cidades estão a ser devastadas, o estilhaçar está a fazer música
Prados tingem-se de vermelho com sangue humano
Abundam mortos nas ruas
Direi outra prece silenciosa:
As pessoas são pecadoras, Senhor, elas cometem erros…

O mundo acabou!

Pensem nisso! Divulgue a matéria, me siga no Twitter: @Diego_minilua ou me adicione no Face:http://www.facebook.com/diegominilua.