Lua de Sangue

O mistério da montanha

Em fevereiro de 1959, 10 estudantes decidiram fazer uma trilha de inverno na Rússia. Durante o passeio um dos jovens acabou ficando doente e foi deixado pelos seus colegas, com o intuito de se recuperar. Entretanto os outros 9 garotos não saíram da floresta da montanha com vida.

Ao chegarem ao local os investigadores Russos ficaram surpresos com o cenário assustador. Perceberam que a cabana dos estudantes estava rasgada de dentro para fora, e lá ainda estavam suas roupas e botas, o que fez com que os investigadores suspeitassem que as vítimas estivessem desesperadas e fugindo de algo.

O atestado de óbito de 2 dos corpos constava a causa da morte por hipotermia e foram encontrados descalços e vestindo apenas roupas de baixo. Depois mais 3 corpos foram descobertos em condições muito parecidas. E os outros 4 corpos só foram encontrados 2 meses após o incidente, e tinham costelas quebradas, ferimentos internos, língua arrancada e crânios esmagados. O que intrigaram os investigadores foi o fato de nenhum dos corpos apresentavam sinais de luta e nenhum tipo de ferimento externo. As roupas encontradas nos corpos continham altos níveis de radiação.

Depois de ser arquivado por falta de confirmações, o caso acabou sendo reaberto em 1990 quando praticantes de trilhas que estavam no local relataram terem visto luzes laranja no céu. E a teoria mais aceita para esse mistério é que foram os extraterrestres que sobreviveram naquela noite. Será mesmo que os jovens foram vítimas de alienígenas? Mesmo sem essa resposta o governo acabou proibindo o acesso a montanha por 3 anos.

Com toda a certeza essa história daria um ótimo capítulo de Arquivo X.