Lua de Sangue

Os maiores mistérios da humanidade #48

Semana passada falamos sobre o misterioso desaparecimento de todos os moradores de uma vila próxima ao Lago Angikuni. Hoje falaremos de um mistério que aumentou muito a fama do Triângulo das Bermudas:

Voô 19

Conhecido em todos os cantos do mundo, o Triangulo das Bermudas é um local que muitas pessoas consideram misterioso e até mesmo amaldiçoado, pois diversos desaparecimentos, acidentes e outros eventos estranhos ocorreram lá ao longo dos anos.

Porém existe um caso, chamado de Voô 19, que se destaca no meio de todos os outros mistérios. Esse incidente ocorreu em dezembro de 1945, quando um grupo de cinco aviões militares americano decolou em uma missão de treinamento rotineira.

Logo após a decolagem, quando os 14 homens que tripulavam os aviões estavam sobre o temido Triangulo das Bermudas, um comunicado foi enviado para a torre de comando por um dos pilotos: “Nós não podemos encontrar o oeste. Tudo está errado. Não podemos ter certeza de qualquer direção. Tudo parece estranho, até mesmo o oceano”.

Após esse estranho contato, o piloto que chefiava o esquadrão continuou mantendo contato constante com a torre, muitas vezes ele falava coisa sem nexo. Essa conversação durou vários minutos, até que finalmente o piloto disse: “Parece que estamos entrando em águas brancas… Estamos completamente perdidos.” E essas foram às últimas palavras ouvidas do Voô 19.

Como a torre havia perdido o contato de rádio com o esquadrão, rapidamente um avião de resgate foi enviado, mas para deixar a situação ainda mais estranha ele desapareceu do radar 27 minutos após sua decolagem, e também jamais foi encontrado.

Depois desses dois desaparecimentos misteriosos, o governo americano realizou uma investigação que durou meses, tentando encontrar algumas explicações, afinal seis aviões haviam sumido em plena luz do dia sem a mínima explicação. Porém, jamais se descobriu o que casou a sumiço das aeronaves e de sua tripulações, muito menos os destroços deles.

Diversas especulações sobre a causa desses supostos acidentes foram criadas, desde abduções alienígenas até desorientação do comandante da esquadra (teoria que não explica o sumiço do sexto avião).

Enfim, por mais que se procure uma explicação plausível sobre o incidente, ela simplesmente não existe, nem mesmo já se ouviu falar de um caso semelhante, onde aviões militares sumiram em um dia claro, sendo monitorados via rádio e radar.

Parece que naquele fatídico 5 de dezembro, o Triangulo das bermudas resolveu “devorar” todos que voassem em seu céu, sem se importar se alguém estava vigiando, ele apenas fez com que seis aviões, mais dezenas de pessoas literalmente sumissem no ar, deixando para trás apenas uma sensação de medo.