Os lugares mais mórbidos do mundo #3

Muitas pessoas, por algum motivo, acabam se atraindo pela morte e por coisas macabras. Algumas, até mesmo, sentem-se atraídas por vibrações ruins e assustadoras. E no mundo não faltam lugares que representam esses sentimentos obscuros:




A fazenda de corpos

body_farm_skull-620x350

Quando a polícia encontra um corpo em decomposição, ela precisa saber há quanto tempo ele está ali, se está naquele lugar desde o falecimento e que tipo de coisas poderiam tê-lo afetado para ficar do jeito que está. Mas para saber isso, é preciso ver corpos em decomposição e estudá-los nas mais diversas condições. E é para isso que existem as fazendas de corpos.

Uma das mais famosas fazendas de corpos do mundo é a da University of Tennessee, onde sempre existem corpos em decomposição expostos aos mais diversos fatores. Alguns corpos são deixados na água, outros na lama ou no meio da floresta, até mesmo dentro de porta malas de carros ou sacos plásticos, tudo isso para simular a grande variedade de lugares onde um corpo pode ser escondido.

body_farm,0

Essa variedade de opções existe pois, além de ensinar como a decomposição funciona para alunos de antropologia, muitos peritos em assassinato são treinados no local, ganhando a capacidade de identificarem pelo que passou um corpo depois da morte, o que pode ser a chave para solução de um crime.

O lugar, que é uma fazenda com mais ou menos 10 mil metros quadrados, pode ter, ao mesmo tempo, até 40 corpos em decomposição nos mais variados cenários. Esses corpos são conseguidos através de doações espontâneas feitas por parentes dos mortos. Mas também existem muitas pessoas que se inscrevem para serem usadas após a morte. Esse programa já deu mais de 1300 corpos para a macabra fazenda e o número cresce rapidamente.

body_farm_2




body_farm_skeleton




body-farm-4




excavating2




Sally_Mann_Body_Farm_color_07

Alguém precisa morrer para que os outros possam aprender!

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Reaja! Comente!
  1. Um Usuário

    30 de dezembro de 2014 em 17:46

    Uma dúvida porque não usam animais ao invés de pessoas poderiam usar porcos,cavalos, e etc afinal e tudo carne verme que come carne humana não vai saber diferenciar da dos porcos ou cavalos e tudo carne afinal.

  2. Fabiola Rosa dos Santos Rocha

    29 de janeiro de 2014 em 17:30

    Para quem se interessou,não é tão fácil quanto parece doar seu corpo para estudo mesmo para instituições brasileiras.No caso da “fazenda” nos EUA,é preciso primeiro ter uma boa noção de inglês,ou alguém que possa traduzir o ‘contrato’,já que existem diversas cláusulas bem peculiares,e o traslado do corpo não é custeado pela instituição americana.Já nas Universidades brasileiras(em SP a única realmente séria é FMUSP),primeiro é necessário que se faça um cadastro,o próximo passo é comparecer na faculdade acompanhada(o) de 3 testemunhas maiores de 21 anos,com a documentação exigida e o ‘contrato’ assinado pelo doador(a),e um familiar que será o responsável pela liberação do corpo após o velório(nem sempre eles permitem que o corpo seja velado) para que a equipe da universidade o leve.Vale lembrar que a pessoa que pretende doar tem,necessariamente que ter morrido por causas naturais,no caso de estudo anatômicos,ou de alguma doença que não prejudique o corpo para estudo.E se,no último momento o familiar desistir de doar,vc simplesmente vai ser mais um número numa quadra de um cemitério qualquer.No meu caso,como sou casada legalmente,quem deveria assinar como responsável pela liberação é meu marido,que não quis fazê-lo impedindo assim que eu me tornasse doadora.

  3. Jonathan San Martin

    25 de outubro de 2013 em 11:55

    Bones iria adorar esse lugar 🙂

  4. Monica De Carvalho Brito

    25 de outubro de 2013 em 02:22

    *U* amei isso!!!!!!!

  5. Android

    4 de outubro de 2013 em 01:41

    Alguém aqui anima ir pra fazenda fazer um churrasco e tomar umas?

  6. Roy Mustang

    3 de outubro de 2013 em 17:25

    DIGITEM CONTOS DE LAWLIET NO GOOGLE

  7. Cristiano Freitas

    3 de outubro de 2013 em 05:20

    Essas pessoas que doam o corpo dos parentes mortos … Isso é pra se livrar das despesas de um funeral ?? KKKKKKKKKKK

  8. Viajante do Tempo

    2 de outubro de 2013 em 21:04

    até pra se inscrever não teria coragem, ave…

  9. Lilian

    2 de outubro de 2013 em 20:47

    Por que esse post me lembrou CSI NY?

  10. Dark J

    2 de outubro de 2013 em 15:23

    E até hj ninquem sabe quem matou Keny.

  11. Bru No

    2 de outubro de 2013 em 12:25

    Isso não é um lugar mórbido. Ninguém morreu lá, só há corpos lá, quer dizer então que o IML é um local mórbido? Isso é um local de estudo.

  12. Sarah MendesS

    2 de outubro de 2013 em 12:02

    Façam um lugares mórbidos sobre Aokigahara, o negócio lá é sinistro.

  13. Greg

    2 de outubro de 2013 em 09:45

    Interessante isso ae

  14. Lenalee

    2 de outubro de 2013 em 09:39

    Muito legal!!! Queria visitar la.

  15. Slim Shady (Eminem)

    2 de outubro de 2013 em 09:02

    Mas pera, la “Fazenda de corpos”, de pessoas/
    Fazenda q planta humanos? Não é uma coisa boa?/
    Parei, É meio assustador sim, é verdade/
    Falei, prefiro isso que uma semana de provas na faculdade/
    Zuera… de novo/
    Se eu to num lugar desse, é claro que eu corro/
    Lógico que não é medo, não, nada disso/
    É que eles tão la desde cedo, não quero da mto serviço/
    Fica incomodando os coitados? Eu… não, mto respeito/
    Mas não He-Man, pra te q enfrenta um esqueleto/

  16. Santiago

    2 de outubro de 2013 em 07:03

    [img]http://minhalombra.files.wordpress.com/2013/05/nao-pode-se.jpg[/img]

  17. Bardock

    2 de outubro de 2013 em 06:38

    Acho que prefiro uma fazenda de gado mesmo.

  18. Lucas Rodrigues

    2 de outubro de 2013 em 06:23

    Que sinistro esse lugar, deve ser tenso trabalhar com esse tipo de coisa, e ainda mais o cheiro que deve ser podre, já que os corpos estão em decomposição rsrsrsrs

    • Diego Martins

      2 de outubro de 2013 em 16:18

      Pior, deve ser tenso, mas acho que depois de um tempo deve meio que acostumar.

  19. Alê

    2 de outubro de 2013 em 01:07

    Tenso, imagina o “aroma” de morte desse lugar.

    • Bardock

      2 de outubro de 2013 em 06:45

      Tenso mesmo, nas fotos, as pessoas nem usam mascaras. ._.

  20. metaleiro

    2 de outubro de 2013 em 00:58

    hoooo fungos, hooo umidades hooo escuridao, lucificaçao

  21. Leonam

    2 de outubro de 2013 em 00:24

    ual, gostei, queria doar meu corpo para este projeto ai, ja deichei bem claro para minha familia a tempos, que desejo que meu corpo seja doado para alguma universidade para estudos.

  22. Vegetto

    2 de outubro de 2013 em 00:22

    me Lenbrei de CSI

    • Noob Saibot

      2 de outubro de 2013 em 00:37

      Cuidado cara pra eles não te pegarem, você acabou de assassinar o português…

      • Vegetto

        2 de outubro de 2013 em 15:58

        WTF ?

      • Oh yeah!

        2 de outubro de 2013 em 01:23

        MDS!

        • Lucas Rodrigues

          2 de outubro de 2013 em 06:21

          Pior que nem tem mais :/

          • ultramen Tiga

            2 de outubro de 2013 em 09:41

            pra que serve o curtir?

            • Lucas Rodrigues

              2 de outubro de 2013 em 14:36

              Pra curtir os comentários rsrsrsrsrsrs
              [img]http://www.reactiongifs.com/wp-content/uploads/2013/09/duh.gif[/img]

  23. L

    1 de outubro de 2013 em 23:49

    os corpos em ”pior” estado provavelmente são aqueles que são deixados na água…(eles incham e sua pele começa a abrir ate o ponto de alguns corpos chegarem a ”explodir”,isso porque na verdade alguns deles ”abrem” até seus órgão saírem do corpo)é realmente algo muito perturbador…

    • Diego Martins

      1 de outubro de 2013 em 23:53

      Sim, verdade. Eu me lembro das fotos do corpo da Mércia, aquela que ficou famosa, que jogaram o carro dela na represa.

      • L

        2 de outubro de 2013 em 12:20

        o caso de Guarulhos onde tinha o tal de Mizael que foi a pessoa que matou ela né???
        não cheguei a ver as fotos mas deve ter ficado muito feio…..

        • Diego Martins

          2 de outubro de 2013 em 18:41

          Esse mesmo. Pior que eu sempre vejo as fotos quando o crime fica famoso XD

        • Nicson Iglesias

          2 de outubro de 2013 em 15:19

          Então nem veja… É terrível… E ainda mais foi na minha cidade D:

          • L

            2 de outubro de 2013 em 15:41

            Guarulhos????
            ou você quer dizer o lugar onde ficava a represa que o cara jogou ela????

      • Terrorista

        1 de outubro de 2013 em 23:59

        Esse dia foi tenso fi, altos necrofest.

  24. Terrorista

    1 de outubro de 2013 em 23:40

    Minha mãe tu é rainha, foi foda me por na linha, cone crew direitoria o rap só pras gatinha.
    Música sem talento que ninguém devia ouvi, escutando essa porra não sei se choro ou vou ri.
    Eu tenho coisa melhor pra fazer, do que ler esse post ai, mas venho comenta pra me diverti.
    Na quadra da minha escola eu escuto pollo, de segunda a sexta feira eu chupo pau e cheiro cola.
    Sábado e Domingo é o descanso da escola, que dai não leva nem as sacola.
    Que é de compra sim, indo na escola e fumando crack então.
    Estupro as pessoas junto com meu irmão.
    Viagem na erva é o que to tendo agora.
    Sai do meu pé vacilão, não se escorra.
    Pros mano da cracolândia eu mando um salve com muita gratidão.
    Esse moleques é que são zica, nunca me deixaram na mão.

  25. Luís Felipe

    1 de outubro de 2013 em 23:39

    Bem legal doar seu corpo morto pra ter alguma utilidade. Vou doar meus órgãos e ser cremado (depois de morto, claro).

    • Walter White

      1 de outubro de 2013 em 23:45

      Boa sorte.

  26. L

    1 de outubro de 2013 em 23:39

    eles são usados para algo ”apropriado” e servirão como base de conhecimento para ações futuras…não vejo nada de mais…

  27. Psycho The Cat

    1 de outubro de 2013 em 23:29

    A Floresta dos Suicidas em Aokigahara é bem tensa também. 😡

    • metaleiro

      2 de outubro de 2013 em 01:01

      vc é bastardo, é?

  28. Psycho The Cat

    1 de outubro de 2013 em 23:27

    Alguém precisa morrer para que os outros possam aprender!

    “A necessidade de muitos sobrepõe a de poucos, ou de um.” – Spock

  29. Psycho The Cat

    1 de outubro de 2013 em 23:22

    [img]http://i1147.photobucket.com/albums/o548/DiegoAPRD00683/history_channel_logo.jpg[/img]

46 Comentários
Topo