Histórias de vampiros: A lenda de Caim

Muitas pessoas acreditam que o primeiro vampiro da história foi o Drácula, porém existe uma lenda que conta que na verdade o primeiro vampiro é muito mais antigo, tão velho que sua história é contada na Bíblia e seu nome é conhecido por muitos:




A lenda de Caim

caim

Conta à história bíblica que Cain era irmão de Abel, sendo os dois filhos de Adão e Eva. O primeiro cuidava da terra e plantava, enquanto o segundo cuida de animais e também caçava, trazendo a carne para mesa de sua família.

imagens-da-abel-e-caimCerta vez Caim quis levar ao seu Deus uma espécie de oferenda, trazendo-lhe frutos que cultivava e seu irmão Abel também ofertou algo, levando como oferta uma ovelha de grande valor, pois era a primogênita de sua criação.

Com muito gosto, Deus aceitou o que Abel lhe trouxe, mas o presente de Caim não foi aceito de bom grado. O que gerou raiva e descontentamento por parte dele, afinal ofertara o que tinha de melhor, as melhores frutas geradas pelas melhores sementes, além do suor de todo o trabalho que havia realizado para cultiva-las. Mesmo assim as ofertas de Abel eram sempre bem aceitas e as de Caim não.

Caim Abel Sete incesto mulher caim

Assim Caim foi ficando cada vez mais bravo e desiludido com aquilo. E certo dia Abel foi chamado por seu irmão até um lugar afastado e quando menos esperava, Abel foi atacado por Caim, que o golpeou com uma pedra, até ver o sangue do irmão espalhado pelo chão e só parou quando ele jazia morto no chão envolto em uma poça vermelha.

337531847_b195e2f820_b




No outro, perante a presença de Deus, Caim foi questionado sobre o paradeiro de seu irmão, mas cain-abelele respondeu dizendo que não era seu cuidador e não sabia onde estava. Naquele momento tudo foi descoberto e amaldiçoado ele foi, como ninguém mais havia sido, afinal ele era primeiro assassino e deveria ser lembrado por sua maldade.

Dizem que Deus lhe amaldiçoou a vagar por esse mundo até os fins do tempo amargurando-se de seu pecado e por onde ele passasse flores e coisas vivas morreriam. Caim também não poderia mais contemplar a luz do Sol e sentiria a necessidade do sangue todos os dias, da mesma maneira que havia derramado o de seu irmão.

500x375_8286_Angelina_Jolie_Monster_2d_horror_dead_monster_zombie_blood_scary_fear_dark_picture_image_digital_art




Durante muito tempo Caim vagou pelo mundo, afinal fora expulso de onde vivia. Até chegar a Node, onde conheceu Lilith, uma mulher que lhe ensinou as poderosas artes do sangue e com seu poder Caim construiu uma próspera cidade. Mas apesar disso ele não era feliz, pois tudo era passageiro e as pessoas que amava morriam logo. Dessa maneira ele resolveu transformar os humanos que lá viviam em seres como ele, assim surgiram os primeiros vampiros. STILL6_t600

Três teriam sidos os transformados por Caim e esses transformaram muitos outros, criando uma grande linhagem de vampiros, mas então veio o Dilúvio e muitos pereceram. Depois que as Terras secaram, Caim acreditou que aquilo era mais um ato de Deus para puni-lo por criar os vampiros, dessa maneira ordenou a todos que parassem com aquilo e ele mesmo sumiu no mundo.

Porém os netos mataram os “filhos” de Caim, pois não queriam seguir as regras ditadas por ele. E assim os vampiros começaram a se espalhar pelo mundo, sendo que cada um dos sete netos criam seus próprios clãs, cada um com suas características e poderes. Durante muitos anos eles lutaram entre uns contra os outros, querendo cada um o poder para si.

img_3819

Com o tempo as batalhas foram diminuindo e cada um foi com seu clã para um canto do mundo, dessa maneira os vampiros se espalharam pelo planeta, vivendo na sombra da noite e pegando os desprevenidos para virarem alimento.

De Caim não se tem mais noticias, porém dizem que os vampiros só não dominaram o mundo por medo de ele voltar e acabar com todos, pois mesmo odiando Deus, Caim o teme e não quer ter seu nome amaldiçoado novamente.

Se você quer ouvir mais histórias de vampiros, não deixe de curtir esse post.

Pensem nisso! Divulgue a matéria, me siga no Twitter: @Diego_minilua ou me adicione no Face:http://www.facebook.com/diegominilua.

Reaja! Comente!
  1. Vítor Siqueira

    1 de agosto de 2016 em 16:49

    Vampire: The Masquerade. The Book of Nod é um companion do jogo, onde tem essa história…. Excelente RPG!

  2. Cherry Pie

    12 de junho de 2016 em 02:56

    Então!Tenho q te dizer q quando eu era criança tb me questionei sobre isso,e tenho q te dizer q infelizmente Adão e Eva,assim como os vampiros,são pura lenda!Basta ver por aí!Várias falhas na história e os líderes religiosos ainda querem q a gente acredite sem questionar!E é incrível q eles ainda esqueceram de mencionar na bíblia,os dinossauros,o homem de niandertal,homo erectus, a era do gelo,e vários acontecimentos no nosso planeta.

  3. Gabriel Dias

    11 de agosto de 2015 em 09:36

    Esses não são tipo os de crepúsculo huehuehuehue
    http://www.saibando.com/

  4. Renata Maldovick

    5 de julho de 2015 em 18:43

    Você leu o livro?

  5. João Batista Oliveira de Assis

    21 de abril de 2015 em 08:50

    Cara essa historia não tem nada a haver tudo mentira você é um mentiroso. Macho vei tu é bom de inventar historia em….

  6. Monique Angeli

    5 de julho de 2014 em 14:02

    eu tenho vontade de ser vampira

  7. Alf Vintersson

    14 de abril de 2014 em 20:47

    Legal, mas e os créditos aos autores de “Vampiro: A Máscara” e “O Livro de Nod”, vocês não vão dar, não?

    É, gente, toda esta história foi extraída de um cenário de RPG da, quase falecida, White Wolf e foi criado por Mark Rain-Hagen :
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Vampiro:_A_M%C3%A1scara
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Livro_de_Nod

  8. Juuh Martins

    23 de fevereiro de 2014 em 17:39

    Achei super interessante e a saga “Instrumentos Mortais” fala um pouco sobre Lilith. Gostei muito ^-^

  9. Ubirajara Cavalcantis

    25 de janeiro de 2014 em 23:17

    Interessante!

  10. Helene C. A.

    10 de outubro de 2013 em 12:57

    Venho aqui para convidá-los a um mundo, o verdadeiro mundo onde tudo o que você imaginou fazer apenas parte de livros e filmes é realidade, a nossa realidade e basta apenas abrirmos os olhos e enxergar isso, verdadeiramente. Convido-os a tenuemeianoite.blogspot.com.br
    Sejam bem-vindos, mas saibam que todo o aprendizado e descoberta tem sua consequência… Abrir os olhos assim para algo deste tipo não é para qualquer humanóide.

  11. Syd Barrett

    10 de outubro de 2013 em 12:40

    Na verdade lilith foi a primeira mulher do mundo só que ela não gostava de algumas coisas de adão como o sexo ruim ae depois de muitas brigas ela fugiu do paraiso, ae Deus foi e criou outra mulher da costela de adão pra ser submissa ao homem …ae Deus disse não e bom que o homem fique só…pq adão depois que lilith fugiu ficou sozinho e triste sem o sexo oposto…

  12. Brayan Secrecy

    27 de julho de 2013 em 00:47

    Gosto dessa versão… Vampiros é sempre fascinante

  13. Arthur Silva Caetano

    26 de julho de 2013 em 22:59

    isso está horrivel, os vampiros surgiram pelos anjos caidos, quando miguel derrotou lucifer, os anjos que os acompanharam e o prorpio lucifer se tornaram vampiros, e os tipos de vampiros são, molock, belial, e o vampiro humano esse clássico, caim não deu horigem a nenhum vampiro, o primeiro de todos forma os 3 anjos que seguiam lucifer,, você precisa pesquisar mais leia vampirologia, a verdadeira histórias dos anjos caidos.

  14. Lucas Franck Frade

    1 de julho de 2013 em 22:12

    não gostei! Foi muito resumido e a maior parte esta errada. Sempre vejo os posts do Minilua e são muito bons, mas esse foi pessimo.

  15. Matheus Henrique

    18 de maio de 2013 em 18:34

    isso é tudo mentira por que a biblia ñ fala sobre isso,sim a biblia fala que amaudisuo mas ñ como vanpiro ler a biblia pos a biblia ñ fala sobre isso ñque caim viro um vanpiro

    • Daniel Leite

      26 de julho de 2013 em 14:41

      claro que não , foi baseado no livro de rpg Vampiro A Mascara da White Wolf da franquia Mundo das Trevas

  16. Emerson Paz

    17 de maio de 2013 em 14:43

    muito bom, numca pensei que era assim gostei de mais dessa historia …

  17. link san

    30 de novembro de 2012 em 04:42

    baseado em vampiro a máscara hein ^^

    Drácula pertence a um dos clãs, os Tzimisce.
  18. Erika Ranni

    31 de outubro de 2012 em 22:45

    conheço assim 

    Existem lendas de vampiros desde 125aC, quando ocorreu uma das principais histórias conhecidas de vampiros. Foi uma lenda grega. Na verdade pode-se afirmar que esse tenha sido o primeiro registro por escrito, pois as origens do mito se perdem séculos e séculos atrás quando a tradição oral prevalecia. Lendas sobre vampiros se originaram no oriente e viajaram para o ocidente através da Rota da Seda para o Mediterrâneo. De lá, elas se espalharam por terras eslavas e pelas montanhas dos Carpathos. Os eslavos têm as lendas mais ricas sobre vampiros. Elas estavam originariamente mais associadas aos iranianos e à partir do século VIII é que se espalharam por terras eslavas. Quase na mesma época em que essas histórias começaram a se difundir, iniciou-se o processo de cristianização da região, e as lendas de vampiros sobreviveram como mitos muitas vezes associados ao cristianismo.

    Mais tarde, os ciganos migraram para o oeste pelo norte da Índia (onde também existem um certo número de lendas sobre vampiros), e seus mitos se confundiram com os mitos dos eslavos. Os ciganos chegaram na Transilvânia pouco tempo depois de Vlad Dracula nascer em 1431. O vampiro aqui era um fantasma de uma pessoa morta, que na maioria dos casos fora uma bruxa, um mago, ou um suicida.

    Vampiros eram criaturas temidas, porque matavam pessoas ao mesmo tempo em que se pareciam com elas. A única diferença era que eles não possuíam sombra, nem se refletiam em espelhos. Além disso podiam mudar sua forma para a de um morcego, os tornavam difíceis de capturar e bastante perigosos. Durante a luz do dia dormiam em seus caixões, para à noite beber sangue humano, já que os raios eram letais para eles. O método mais comum era, pela meia noite, voar por uma janela na forma de um morcego e morder a vítima no pescoço de forma que seu sangue fosse totalmente sugado. Os vampiros não podiam entrar numa casa se não fossem convidados. Mas uma vez que eram poderiam retornar quando bem entendessem. Os vampiros eslavos não eram perigosos somente porque matavam pessoas, (muitos seres humanos também faziam isso) mas também porque suas vítimas, depois de morrerem, também se transformavam em vampiros. A característica mais temida dos vampiros era o fato deles serem praticamente imortais. Apenas alguns ritos podiam matar um vampiro como por exemplo: transpassar seu coração com uma estaca, decaptá-lo ou queimar seu sangue. Esse tipo de vampiro também é o mais conhecido, por ter sido imortalizado na figura do mais famoso vampiro de todos os tempos, o Conde Drácula, de Bram Stoker.

  19. Matheus Perotti Moreira

    27 de julho de 2012 em 23:05

    PQ aquela rosa-dos-ventos na língua?

  20. Zetsu

    21 de abril de 2012 em 17:47

    esse historia de vampiros e nova pra mim mais vou ver a #2 e depois #3 parte vamos ver o que vai acontecer agora ! ! ! !!!!

  21. Anônimo

    13 de abril de 2012 em 20:33

    Sugiro que leiam O Livro de Nod. 
    É fictício sobre o RPG Vampiro à Máscara. 
    A história é ótima.

  22. The Coyote

    10 de abril de 2012 em 00:36

    Nossa, ta errado isso ai, Deus não se alegrava na oferta de Caim, por que ele dava do que sobrava… já Abel ofertava do primogênito ‘-‘

  23. Saulo Moreira

    7 de abril de 2012 em 00:30

    Bela história, lenbro quando a li pela primeira vez, eu tinha 17 anos, época em que vampiros eram másculos e não eram modinha. Li sobre isso numa matéria que falava sobre RPGs, Vampiros a máscara e Vampiros a Idade das Trevas. Pena é saber que hoje aos meus 28 anos a turma conhece crepúsculo, mas não conhece isso. A ponto do enredo ser kibado num site como lenda. 

  24. Aline Lemos

    5 de abril de 2012 em 09:19

    Que feio kibar Vampiro a Mascara assim na cara de pau…
    Originalidade mandou lembranças.

    • Michele Santos

      13 de abril de 2012 em 22:56

      até o wikipédia tem isso ñ enche ¬¬ e eu ADORO histórias de vampiros,vivo 24h pesquisando imagens e noticias que unam os fatos com as lendas..eu acredito u.u

      • Cydo Hutt

        20 de abril de 2012 em 21:17

        se ama, adora e pesquisa 24h por isso deveria conhecer vampiro a mascara q afinal de contas é um jogo de 1994 … pesquise melhor então #FIKDIK

      • Cydo Hutt

        20 de abril de 2012 em 21:16

        se amo e adora e pesquisa 24h por isso deveria conhecer vampiro a mascar q afinal de contas é um jogo de 1994 … pesquise melhor então #FIKDIK

  25. Katrinnae Aesgarius

    5 de abril de 2012 em 00:25

    Er… Isso é história de RPG de Vampiro: A Máscara. hauahuahuahauhauahuah

  26. Pietro Sgarbosa

    3 de abril de 2012 em 22:54

    Sera que hoje o minilua vai postar alguma coisa de terror??

  27. Aline Duran

    2 de abril de 2012 em 23:33

    ‘-‘ Que textinho a la vampiro a máscara.

  28. Wesley Anderson

    2 de abril de 2012 em 20:00

    Primeiro comentário que faço aqui… xD
    Mas, na boa… usar a mitologia do antigo Mundo das Trevas da White Wolf (Leia-se “Vampiro a Máscara”) como se fosse uma “verdadeira lenda” sobre vampiros foi a pior coisa que vi no Minilua. Nunca pensei que meu primeiro comentário em um site maravilhoso como esse seria logo uma crítica, mas fazer o quê? Enfim, achei isso muito trash… :/

    • Diego Martins

      2 de abril de 2012 em 20:04

      Primeiro: Lenda verdadeira? Lendas são lendas, histórias contadas, de onde vem, quem as escreveram não vem ao caso, não existe lenda verdadeira, existe lenda. Qualquer história que não tenha provas é uma lenda, cabe as pessoas acreditarem ou não.

      Segundo: Se isso vem do ” Mundo das Trevas da White Wolf”, o que tem de errado? Não se pode escrever sobre não?

      • Cydo Hutt

        20 de abril de 2012 em 21:13

        o problema não é escrever sobre WoD e sim escrever sobre WoD sem dar os devidos creditos. Postaram como se foc um testo criado por eles se tfoc creditada ao sistema de RPG muito provavelmente teri muita mais visualização . Mas pior ainda são as pessoas q ficam falando eu gosto tanto d vampiro conheço td e nem sabe sobre oq estão falando…

  29. Patrícia Karoline

    1 de abril de 2012 em 00:53

    Ah,essa história de Caim é a base pro Vampiro: A Máscara. É só ler o Livro de Nod (:

  30. Jay Ferrei

    31 de março de 2012 em 22:23

    raziel  foi o primeiro vampiro a criar asas com injeva kain quebrou suas asas 

  31. Jay Ferrei

    31 de março de 2012 em 21:23

    to disporto a gasta uns 500.000 se eu for o ator principal se tiver alguem que lida com sinema me manda  algum trabalho para avaliar

  32. Jay Ferrei

    31 de março de 2012 em 21:18

    legacy of kain joguei muito (o legado de cain ) viver entre a eternidade esse  ee seu legado 

    bem que poderia sair um filme sobre o jogo  no jogo ele sugar as almas e não sanguem com sua espada de luz seu objetivo e destruir as frças do mal 

    • Cydo Hutt

      20 de abril de 2012 em 21:22

      oq diabos Blood Omen tem com a historia do Vampiro a Mascara ??? a historia do Legacy of Caim não tem nada a ver com essa historia mano Isso é vampiro a Mascara vai ler um pouco ou quem aprender a falar em ingles pra não apenas apertar botões enquanto joga e sim acompanhar a historia dos 5 Jogos da serie Blood Omen : Legacy of Cain 

  33. Kleber Rodovalho

    31 de março de 2012 em 14:36

    quem joga rpg vampiro mascara conhece muito bem essa história !

  34. Thiago Lobo

    30 de março de 2012 em 22:30

    [img]http://luadesangue.com/wp-content/uploads/2012/03/caim.jpg[/img]
    [img]http://www.gamegen.com.br/wp-content/uploads//2011/12/mother-of-god-template.jpg[/img]
    OROCHI MEU DEUS ELE EXISTE!

  35. Anônimo

    30 de março de 2012 em 22:20

    uma merds

  36. ceifeiro

    30 de março de 2012 em 22:18

    Caim deveria ter ficado furioso com deus,não matado seu irmão.Afinal foi deus que o esnobou

    • The Dalek

      30 de março de 2012 em 23:42

      Ele ficou com inveja do irmão ¬¬, coleguinha.

      • ceifeiro

        31 de março de 2012 em 00:11

        ¬¬ e eu disse que ele não devia ter matado seu irmão.Não questionei o motivo.
        COLEGUINHA

        • The Dalek

          31 de março de 2012 em 09:57

          O irmão é que era a fonte do problema e depois ele não poderia fazer nada contra Deus né.
          🙂

          • ceifeiro

            1 de abril de 2012 em 00:02

            a fonte do problema era deus que o esnobou,não o irmão.Se tua mãe der mais atenção a teu irmão e te esnobar vc vai matar teu irmão?Sei la o que ele poderia fazer contra deus.

    • Thiago Lobo

      30 de março de 2012 em 22:32

      Essa história ta mau-contada.

  37. Yoru Niwa

    30 de março de 2012 em 03:24

    Vampire: The Masquerade K3~
    Eu tenho o Livro de Nod no meu celular K3
    Cara, é muito bom, muito mesmo
    Recomendo lerem, e se puderem, jogarem…
    É um RPG mega bem bolado, e de fato, deviam criar filmes baseados nesses RPG.
    Conte de Lilith e os garous também! É legal…
    Embora eu seja Malkavian forever, Assamitas também são lekais. Procurem ;3

    • Cydo Hutt

      20 de abril de 2012 em 21:26

      procura a serie Kindred The Embraced é uma serie de 13 eps feita pela White Wolf sobre vampiro a mascara é bem antiga e com orçamento bem baixo , mas a historia é boa

  38. Anônimo

    29 de março de 2012 em 21:10

    essa história é D+

  39. Milla

    29 de março de 2012 em 19:49

    Só uma pergunta: essa história tem alguma referência do livro A Terra de Nod? 

  40. Anônimo

    29 de março de 2012 em 15:58

    História podre :p

    • Serj Tankian

      29 de março de 2012 em 20:27

      só isso?mesmo?

      se vc n gosta dessas histórias n quer dizer que elas são ruins…

  41. Vitor Menezes

    29 de março de 2012 em 15:47

    Essa história parece (e muito, quase idêntica pra falar a verdade) a de Vampiro a Máscara, um jogo de RPG da White Wolf…

    • Cydo Hutt

      20 de abril de 2012 em 21:29

      quase idêntica ??? é a mesma historia só q com outras palavras

  42. cody

    29 de março de 2012 em 10:52

    caralho maluco que porra é esssa, tomei varios sustos

  43. VanDrak SubZero

    29 de março de 2012 em 10:40

    Adoro essas Histórias, pena que essa é de RPG
    Quero Lendas e Histórias Verdadeiras!!

  44. Átila Rodrigues

    28 de março de 2012 em 20:04

    Não é uma lenda mas sim a história do RPG Vampiro a Máscara!
    Seria interessante se usassem isso como base pra uma nova série ou franquia de filmes de vampiro.
    Conteúdo infinitas vezes melhor que essas histórinhas juvenis dos vampiros de hoje!,

    • Heinrich Christmann

      29 de março de 2012 em 17:03

      1: A partir do momento que muita gente passou a acreditar (e eu conheço gente que acredita piamente), se torna uma lenda
      2: A White Wolf não permitiu a utilização da história em filmes e séries, tanto que até o filme Anjos da Noite teve que ser alterado por ‘plagiar’ certas coisas de ‘A Máscara’

      • Cydo Hutt

        20 de abril de 2012 em 21:32

        e se vc conhece tão bem vampiro a mascara saberia q em 1996 a White Wolf produziu uma serie de 13 episodios chamada Kindred the Embraced baseada em vampiro a mascara com direito a briga de um gangrel com dois Brujas nos primeiros 5 min a serie foi exibida na Record pré edir macedo

      • Átila Rodrigues

        30 de março de 2012 em 01:01

        3: Como pode se tornar uma lenda algo que tem registros recentes e é patenteado como forma de entretenimento? Como os livros de vampiro! Sem falar que essa história de Caim ser o primeiro vampiro não é altamente difundida e não existem muitas pessoas que conhecem essa história, pessoas que acreditam piamente nisso? Só se forem jogadores!
        4: Isso de a White Wolf não permitir e essa história do Underworld todos estão cansados de saber, o que eu disse foi: “Seria interessante”, ou seja, caso fosse possível usar a mitologia do mundo das trevas para um filme…
        O que a White Wolf pode muito bem fazer em parceria com um estúdio qualquer! Afinal está saindo um no game baseado em vampriro, basta procurar na net!

    • Heinrich Christmann

      29 de março de 2012 em 17:02

      1: A partir do momento q

  45. WolfPower

    28 de março de 2012 em 19:33

    Acho que vou fazer um desses sobre lobisomens…Bom,pena que lobisomens não tem uma história tão antiga como a dos vampiros (retirando alguns mitos,os lobisomens teriam começados junto as Linhas de Ley e junto a alquimia,lá pelo século XIII,se não me falha a memória)…

  46. Carolina Monteiro

    28 de março de 2012 em 18:24

    Nossa!! adorei esse post tomara que tenha venhas mais  sobre vampiros adoro esse assunto.

  47. Rogérioo

    28 de março de 2012 em 18:24

    Eu gosti da história…só tenho isso a dizer!

  48. Derpino

    28 de março de 2012 em 18:11

    é só ak que o minilua ta pessimo pra comentar???

  49. um brus

    28 de março de 2012 em 15:15

    Esse não é uma lenda, é um conto de Rpg, seria a gênese dos vampiros. Claro que baseada em histórias e contos mais antigos. Quem quiser ver o conto na íntegra, disponibilizo aqui um link para dowload:  http://tudofreedownloads.blogspot.com.br/2007/11/o-livro-de-nod.html

  50. Derpino

    28 de março de 2012 em 15:10

    é só aqui em casa qe o minilua ta um lixo pra carregar??

    • Heinrich Christmann

      29 de março de 2012 em 17:01

      Não é só aí… O que fizeram com o site?

    • Kairos

      28 de março de 2012 em 15:11

      aqui tb tah uma merda

  51. Lucas Almeida

    28 de março de 2012 em 14:53

    Na verdade, a maldição de Deus sobre Caim seria a pele negra, mas como nem Deus nem vampiros existem, foda-se.

    • Daniel Leite

      26 de julho de 2013 em 14:35

      acho que não , essa maldição é controversa e racista , parece ter cido dita pra discriminar os negros , se Deus existe ou não ninguem sabe so quem tem fé msm , vampiros inda acredito que poderia ter sido uma seita no passado

  52. Black King Mello

    28 de março de 2012 em 14:20

    “Três teriam sidos os transformados por Caim e esses transformaram muitos outros, criando uma grande linhagem de vampiros, mas então” surgiram os cullens e foderam com a moral de geral. kkk’

    • Serj Tankian

      29 de março de 2012 em 12:37

      como já disse o joe:”depois de crepúsculo o blade ganhou muitos fãs…”

  53. Daniel Icesoulman

    28 de março de 2012 em 14:12

    Vampiros sao demais,Edward não e um vampiro ele so e um cara que estragou a indentidade dos vampiros os vampiros so matam sua presa para ficarem satifeitas da sua fome nao pra se casar com uma mina,entao Crepusculo e a maior besteira criada pelo mundo

  54. Weon Kenedi

    28 de março de 2012 em 12:50

    Discussões religiosas em 3… 2… o quê? Já começou????
    Putz nem pude pegar minha pipoca.

    • -Tassio- (alone) in the dark

      28 de março de 2012 em 13:15

      tudo vira discussao religiosa…

      • Serj Tankian

        28 de março de 2012 em 21:13

        erm…apagaram emu comment?eu fiz tanta briga com um comentário irônico?

  55. Capivara Selestial

    28 de março de 2012 em 12:44

    Muito foda a história… não sei se foi uma verdade ou foi inventada

    Obs: o Caim da primeira imagem é o do Drakengard ( a marca do pacto na língua é inconfundivel xD)

  56. Noctis

    28 de março de 2012 em 12:03

    é tem essa historia na blibia mesmo O.o

  57. Nosferatu Alucard

    28 de março de 2012 em 11:53

    papai *-*
    #vampirobebao 

    • Serj Tankian

      29 de março de 2012 em 12:38

      n seria vovô?

  58. Sasaki San

    28 de março de 2012 em 11:10

    Interessante, mas nao entendi uma coisa ‘-‘ se Caim e Abel eram os unicos filhos de Adão e Eva e nao tinha mais ninguem como pôde ter infectado tanta gente?! ‘-‘ .-. caraio -q nao faz sentido

    eu nunca acreditei em Adão e Eva mesmo nao tem o minimo sentido em nenhum lugar isso de Adão e Eva ‘-‘

    • Iron Man

      28 de março de 2012 em 11:40

      LEgal é que na bíblia diz que deus fez Adão e eva .
      -Numero de pessoas na terra=2

      Adão e Eva tiveram Caim e Abel.
      -Numero de pessoas na terra=4
      AI! Caim matou Abel
      -Numero de pessoas na terra=3
      Como surgiram as outras pessoas(essa lilith por exemplo)?
      Como Caim pode ter umas esposa se na bíblia não diz que deus fez mais alguém além de Adão e eva?

      • Isabela Cabral

        28 de março de 2012 em 13:15

        a ele fornicou com a mãe dele só pode…. “fornicou” aprendi esses dias…. kkkkk soa tão mal! kkkkkk

        • Leandro Nunes

          28 de março de 2012 em 14:21

          Eu acho que incesto naquela época era normal para eles.

      • Misael Mike

        28 de março de 2012 em 11:42

        vcs leram meu post gigante??? respondo a todas essa duvidas

        • Luís

          28 de março de 2012 em 11:51

          kkk tava pra vc comentar como resposta também XD
          pelo que eu vi o autor do livro acredita em Deus mas interpreta diferente a bíblia né

          • Misael Mike

            28 de março de 2012 em 12:04

            o problema é que o autor é datado antes de noé, sendo o seu livro achado no séc 3 antes de cristo, oq significa q a bilbia n existia ainda. Oq intriga em seu livro é como ele tem a percepção de deus dos dias de hoje, olhe um trecho do livro […] “Deles eu ouvi todas as coisas e entendi o que ví; coisas que não terão lugar nesta geração, mas numa geração que deve acontecer num tempo distante, por causa dos eleitos.” percebe q neste sentido a biblia inteira é escrita em sentido figurado?

            • Luís

              28 de março de 2012 em 16:03

              hum….. agora que vim entender melhor kkkk
              e sim eu percebo isso também

    • From Hell

      28 de março de 2012 em 11:26

      Toda a história de Deus não faz sentido
      outra coisa q não faria sentido é
      se deus nos criou,quem criou deus? q quem criou o deus do deus? e quem criou o deus do deus do deus????
      Prefiro ficar na minha msm,esperando alguma “revelação” ou algo parecido

      • WolfPower

        28 de março de 2012 em 19:17

        Err…acho que eu não sou a pessoa certa para responder isso mas vamos lá…
        Imagine durante alguns instantes um ser supremo criador de tudo e todos.Se alguém tivesse criado ele,esse alguém seria mais poderoso e nos passaríamos a chamar este ‘pai de deus’ de Deus,o que cai no ilógico,que nos leva a concluir que ele sempre existiu.Não tendo nada que seja ‘acima’ dele,ele sempre existirá.Disso se tira que ele tem o poder absoluto sobre tudo,já que se não tivesse poder absoluto/infinito poderia haver alguém que tivesse mais que ele,e ele poderia ser derrotado por este,o que o faz deixar de ser Deus.Isso também se aplica à outras qualidades como sabedoria.
        Nós dizemos que ele é infinitamente bondoso,pois se não fosse,não nós teria criado.E assim é feito com as outras qualidades para se saber o que ele não é,e então se deduzir o que ele é.
        Mais alguma dúvida? [To inspirado hoje pra responder esse tipo de pergunta =D]

        • ceifeiro

          31 de março de 2012 em 00:15

          hey cara,desculpa mas isso explica tudo(para vcs) e nada.Sem querer ofender

          • WolfPower

            31 de março de 2012 em 01:06

            Não,tudo bem ^^ Aliás, devemos tentar aprender com tudo,se estou errado devo aprender com o certo ^^
            Mas ainda não entendi a do “explica tudo e nada”…

            • ceifeiro

              1 de abril de 2012 em 00:06

              é que o tudo que eu quis dizer,que essa explicação para vcs religiosos explica a criação de deus,e consequentemente do mundo.Para nós ateus isso é sem cabimento.So explicou o ponto de vista de vcs,e que para vcs é logico.Entendeu agr?Ou n me expressei bem?

              • WolfPower

                1 de abril de 2012 em 17:46

                Bom,a explicação que dei não explica o surgimento do mundo (que aliás, tem grandes chances de ter sido bem diferente do que se acredita).Essa explicação eu aprendi faz algum tempo atrás,que é uma base lógica para a existência de um deus,mas obviamente ela não prova nada.
                Aliás, não entendo um ateu não acreditar em algo ou alguma coisa que criou o universo.Os maiores céticos que eu conheço somente o chamam de “O Grande Arquitecto do Universo” , já que não podem definir que ou o quê ele é ou deixa de ser,mas tem obviamente várias razões para acreditar que ele provavelmente exista (a maioria são deduções lógicas).O paradeiro de quem criou o universo provavelmente ficará por milênios sem prova alguma de sua existência e/ou outros.
                Mas,então qual é o ponto de vista dos ateus?

                • ceifeiro

                  1 de abril de 2012 em 23:22

                  Ahh quanto ao seu não entendo como os ateus não acreditam em algo ou alguma coisa criou o universo,nós acreditamos que algo criou o universo sim,mas não que esse algo seja um ser,ainda mais com poderes como o deus do cristianismo.E quando eu era religioso eu não conseguia acreditar que existiam pessoas que não acreditavam em deus,quando eu era mais novo.Agr eu não consigo entender como eu conseguia acreditar em deus.E acho que quando os céticos que vc conhece diziam o grande arquiteto do universo,eles não queriam dizer necessariamente em um ser,como eu disse acima,mas talvez a uma partícula que originou tudo,coisa dessa base.

                  • WolfPower

                    2 de abril de 2012 em 02:16

                    Hehe,o deus do cristianismo não pode ser explicado racionalmente sem uma base racional direta sobre o “Grande Arquitecto do Universo”.
                    Bom,pelo que parece você descreveu o ponto dos ateus com uma boa base cientifica.Porém,de acordo com esse ponto de vista,existe um religião para esse ateu.
                    Ou seja,se o que você falou até agora era seu ponto de vista pessoal achei a perfeita religião que une a razão e um pouco de ‘fé’,se é que pode ser chamado assim…Bom,ser só racional (ateu) é ruim,assim como ser só emocional (fanático religioso) também é…
                    Deixa eu dar uma olhada se tenho um livro ótimo para você por aqui (são nessas horas que ter passado em todas as religiões é bom)…
                    Se eu achar eu vou colocar a parte que mais te interessa e tem a ver com a conversa como uma resposta desse comentário e depois me diz o que achou.Se eu não achar só vou citar o nome do livro…

                    • ceifeiro

                      2 de abril de 2012 em 22:54

                      bem…eu discordo com vc que a uma religião no ateísmo,talvez eu tenha interpretado de forma errada o que vc quis dizer mas…enfim,sobre a racionalidade,se voce for somente racional,vc esquece sua real importancia,exalta o ser humano.Assim como a religião,que realmente nos exalta,nós fazendo se sentir seres superiores a outros seres.Eu acho que se todos fossem racionais,mas sem esquecer de serem “humanos”,nosso mundo estaria tão diferente…ahh sobre pq eu discordo,pq mesmo acreditando que algo criou o universo,é uma coisa racional,não foge a racionalidade(sem ofender),mesmo sendo meio que um assunto muito aberto.Diferente de um deus,que ja foge da racionalidade.E sobre os teus textos,eu vou ser sincero,não li,e hoje pelo tenho outras coisas para fazer,e não adianta ler so por ler.Mas para não te desrespeitar por vc ter procurado e passado p mim,eu ja copiei ele no meu word,e vou ler outro dia.

                    • WolfPower

                      3 de abril de 2012 em 18:15

                      Nesse ponto de vista sobre um criador do universo eu concordo (já que tem base na razão).O Deus católico está muito longe da verdade, [se for levado ao pé da letra (que é o que crente adora fazer)].
                      Podemos dizer que o ateísmo está um pouco mais perto da verdade que o catolicismo.A católica impõe sua religião, os ateus se revoltam, porém não sabem geralmente aonde ir , já que precisam de um meio termo entre a religião e a razão.Então como a maioria acaba não achando essa meia-religião acabam ficando no ateísmo.
                      O texto que eu peguei foi de uma religião que talvez te interesse , já que tem bases lógicas,mas infelizmente ainda herda um pouco de fé (já que se originou da católica).
                      Talvez você esteja se perguntando se há alguma religião sem fé alguma,e a resposta para essa pergunta é sim, porém é muito difícil de separa-la das outras religiões e mais difícil ainda de conseguir seus ensinamentos (mas não impossível,que é onde estou ‘trabalhando’ atualmente)…
                      Aliás foi uma boa atitude ter copiado esse texto, porque ler por ler não iria adiantar.Depois me fala o que achou sobre esse texto…Retirei ele de um livro de 400 paginas, é um texto simples comparado à algumas religiões com ‘menos fé’ … Se se interessar eu te passo o nome do livro , e se achar algum link para baixar (só não citei o nome do livro que talvez isso influencie sua ideia sobre o tema…).

                    • WolfPower

                      2 de abril de 2012 em 02:26

                      Achei.A parte mais interessante é ”
                      13.  Quando dizemos que Deus é eterno, infinito, imutável, imaterial, único,onipotente, soberanamente justo e bom, temos idéia completa de Seus atributos?
                      “Do vosso ponto de vista, sim, porque credes abranger tudo. Sabei, porém, que há coisas que estão acima da inteligência do homem mais inteligente, as quais a vossa linguagem, restrita às vossas idéias e sensações, não tem meios de exprimir. A razão, com efeito, vos diz que Deus deve possuir em grau supremo essas perfeições, porquanto, se uma
                      Lhe faltasse, ou não fosse infinita, já Ele não seria superior a tudo, não seria, por conseguinte, Deus. Para estar acima de todas as coisas, Deus tem que se achar isento de qualquer vicissitude e de qualquer das imperfeições que a imaginação possa conceber.

                      Deus é eterno. Se tivesse tido princípio, teria saído do nada, ou, então, também teria sido criado, por um ser anterior. É assim que, de degrau em degrau, remontamos ao infinito e à eternidade.
                      É imutável. Se estivesse sujeito a mudanças, as leis que regem o Universo nenhuma estabilidade teriam.
                      É  imaterial. Quer isto dizer que a sua natureza difere de tudo o que chamamos matéria. De outro modo, ele não seria imutável, porque estaria sujeito às transformações da matéria.
                      É único. Se muitos Deuses houvesse, não haveria unidade de vistas, nem unidade de poder na ordenação do Universo.
                      É  onipotente. Ele o é, porque é único. Se não dispusesse do soberano poder, algo haveria mais poderoso ou tão poderoso quanto ele, que então não teria feito todas as coisas.
                      As que não houvesse feito seriam obra de outro Deus.
                      É soberanamente justo e bom. A sabedoria providencial das leis divinas se revela, assim nas mais pequeninas coisas, como nas maiores, e essa sabedoria não permite se duvide nem da justiça nem da bondade de Deus. ”

                      Essa parte é a que mais interessa para a nossa conversa,mas se achar interessante aqui vai o ‘resto’ do texto/capitulo que foi retirado (vai em resposta a esse comment)

                    • WolfPower

                      2 de abril de 2012 em 02:42

                      [Viva ao Ctrl+C e ao Ctrl+V][Acho que o texto não ficou bem formatado,mas dá para ler…]
                      INTRODUÇÃO
                      Lembremos, antes de tudo, em poucas palavras, a série progressiva dos fenômenos
                      que deram origem a esta doutrina.
                      O primeiro fato observado foi o da movimentação de objetos diversos. Designaram-
                      no vulgarmente pelo nome de  mesas girantes ou  dança das mesas. Este fenômeno, que
                      parece ter sido notado primeiramente na América, ou melhor, que se repetiu nesse país,
                      porquanto a História prova que ele remonta à mais alta antigüidade, se produziu rodeado de
                      circunstâncias estranhas, tais como ruídos insólitos, pancadas sem nenhuma causa
                      ostensiva. Em seguida, propagou-se rapidamente pela Europa e pelas partes do mundo. A
                      princípio quase que só encontrou incredulidade, porém, ao cabo de pouco tempo, a
                      multiplicidade das experiências não mais permitiu lhe pusessem em dúvida a realidade.
                      Se tal fenômeno se houvesse limitado ao movimento de objetos materiais, poderia
                      explicar-se por uma causa puramente física. Estamos longe de conhecer todos os agentes
                      ocultos da Natureza, ou todas as propriedades dos que conhecemos: a eletricidade
                      multiplica diariamente os recursos que proporciona ao homem e parece destinada a iluminar
                      a Ciência com uma nova luz. Nada de impossível haveria, portanto, em que a eletricidade
                      modificada por certas circunstâncias, ou qualquer outro agente desconhecido, fosse a causa
                      dos movimentos observados. O fato de que a reunião de muitas pessoas aumenta a
                      potencialidade da ação parecia vir em apoio dessa teoria. Visto poder-se considerar o
                      conjunto dos assistentes como uma pilha múltipla, com o seu potencial na razão direta do
                      número dos elementos.
                      O movimento circular nada apresentava de extraordinário: está na Natureza. Todos
                      os astros se movem em curvas elipsóides; poderíamos, pois, ter ali, em ponto menor, um
                      reflexo do movimento geral do Universo, ou, melhor, uma causa, até então desconhecida,
                      produzindo acidentalmente, com pequenos objetos em dadas condições, uma corrente
                      análoga à que impele os mundos.
                      Mas, o movimento nem sempre era circular; muitas vezes era brusco e desordenado,
                      sendo o objeto violentamente sacudido, derrubado, levado numa direção qualquer e,
                      contrariamente a todas as leis da estática, levantando e mantido em suspensão. Ainda aqui
                      nada havia que se não pudesse explicar pela ação de um agente físico invisível, Não vemos
                      a eletricidade deitar por terra edifícios, desarraigar árvores, atirar longe os mais pesados
                      corpos, atraí-los ou repeli-los?
                      Os ruídos insólitos, as pancadas, ainda que não fossem um dos efeitos ordinários da
                      dilatação da madeira, ou de qualquer outra causa acidental, podiam muito bem ser produzidos pela acumulação de um
                      fluido oculto: a eletricidade não produz formidáveis ruídos?
                      Até aí, como se vê, tudo pode caber no domínio dos fatos puramente físicos e
                      fisiológicos. Sem sair desse âmbito de idéias, já ali havia, no entanto, matéria para estudos
                      sérios e dignos de prender a atenção dos sábios. Por que assim não aconteceu? É penoso
                      dizê-lo, mas o fato deriva de causas que provam, entre mil outros semelhantes, a leviandade
                      do espírito humano. A vulgaridade do objeto principal que serviu de base às primeiras
                      experiências não foi alheia à indiferença dos sábios. Que influência não tem tido muitas
                      vezes uma palavra sobre as coisas mais graves!
                      Sem atenderem a que o movimento podia ser impresso a um objeto qualquer, a idéia
                      das mesas prevaleceu, sem dúvida, por ser o objeto mais cômodo e porque, à roda de uma
                      mesa, muito mais naturalmente do que em torno de qualquer outro móvel, se sentam
                      diversas pessoas. Ora, os homens superiores são com freqüência tão pueris que não há
                      como ter por impossível que certos espíritos de escol hajam considerado deprimente
                      ocuparem-se com o que se convencionara chamar a  dança das mesas. É mesmo provável
                      que se o fenômeno observado por Galvâni o fora por homens vulgares e ficasse
                      caracterizado por um nome burlesco, ainda estaria relegado a fazer companhia à varinha
                      mágica. Qual, com efeito, o sábio que não houvera julgado uma indignidade ocupar-se com
                      a dança das rãs?
                      Alguns, entretanto, muito modestos para convirem em que bem poderia dar-se não
                      lhes ter ainda a Natureza dito a última palavra, quiseram ver, para tranqüilidade de suas
                      consciências. Mas aconteceu que o fenômeno nem sempre lhes correspondeu à expectativa
                      e, do fato de não se haver produzido constantemente à vontade deles e segundo a maneira
                      de se comportarem na experimentação, concluíram pela negativa. Mau grado, porém, ao
                      que decretaram, as mesas – pois que há mesas – continuam a girar e podemos dizer com
                      Galileu:  todavia, elas se movem! Acrescentaremos que os fatos se multiplicaram de tal
                      modo que desfrutam hoje do direito de cidade, não mais se cogitando senão de lhes achar
                      uma explicação racional.
                      Contra a realidade do fenômeno, poder-se-ia induzir alguma coisa da circunstância
                      de ele não se produzir de modo sempre idêntico, conformemente à vontade e às exigências
                      do observador? Os fenômenos de eletricidade e de química não estão subordinados a certas
                      condições? Será lícito negá-los, porque não se produzem fora dessas condições? Que há, pois, de surpreendente em
                      que o fenômeno do movimento dos objetos pelo fluido humano também se ache sujeito a
                      determinadas condições e deixe de se produzir quando o observador, colocando-se no seu
                      ponto de vista, pretende fazê-lo seguir a marcha que caprichosamente lhe imponha, ou
                      queira sujeitá-lo às leis dos fenômenos conhecidos, sem considerar que para fatos novos
                      pode e deve haver novas leis? Ora, para se conhecerem essas leis, preciso é que se estudem
                      as circunstâncias em que os fatos se produzem e esse estudo não pode deixar de ser fruto de
                      observação perseverante, atenta e às vezes muito longa.
                      Objetam, porém, algumas pessoas: há freqüentemente fraudes manifestas.
                      Perguntar-lhes-emos, em primeiro lugar, se estão bem certas de que haja fraudes e se não
                      tomaram por fraude efeitos que não podiam explicar, mas ou menos como o camponês que
                      tomava por destro escamoteador um sábio professor de Física a fazer experiências.
                      Admitindo-se mesmo que tal coisa tenha podido verificar-se algumas vezes, constituiria
                      isso razão para negar-se o fato? Dever-se-ia negar a Física, porque há prestidigitadores que
                      se exornam com o título de físicos? Cumpre, ao demais, se leve em conta o caráter das
                      pessoas e o interesse que possam ter em iludir. Seria tudo, então, mero gracejo? Admite-se
                      que uma pessoa se divirta por algum tempo, mas um gracejo prolongado indefinidamente se
                      tornaria tão fastidioso para o mistificador, como para o mistificado. Acresce que, numa
                      mistificação que se propaga de um extremo a outro do mundo e por entre as mais austeras,
                      veneráveis e esclarecidas personalidades, qualquer coisa há, com certeza, tão extraordinária,
                      pelo menos, quanto o próprio fenômeno.
                      IV
                      Se os fenômenos, com que nos estamos ocupando, houvessem ficado restritos ao
                      movimento dos objetos, teriam permanecido, como dissemos, no domínio das ciências
                      físicas. Assim, entretanto, não sucedeu: estava-lhes reservado colocar-nos na pista de fatos
                      de ordem singular. Acreditaram haver descoberto, não sabemos pela iniciativa de quem, que
                      a impulsão dada aos objetos não era apenas o resultado de uma força mecânica cega; que
                      havia nesse movimento a intervenção de uma causa inteligente. Uma vez aberto, esse
                      caminho conduziu a um campo totalmente novo de observações. De sobre muitos mistérios
                      se erguia o véu. Haverá, com efeito, no caso, uma potência inteligente? Tal a questão. Se essa potência existe, qual é
                      ela, qual a sua natureza, a sua origem? Encontra-se acima da Humanidade? Eis outras
                      questões que decorrem da anterior.
                      As primeiras manifestações inteligentes se produziram por meio de mesas que se
                      levantavam e, com um dos pés, davam certo número de pancadas, respondendo desse modo
                      –  sim, ou –  não, conforme fora convencionado, a uma pergunta feita. Até aí nada de
                      convincente havia para os cépticos, porquanto bem podiam crer que tudo fosse obra do
                      acaso. Obtiveram-se depois respostas mais desenvolvidas com o auxílio das letras do
                      alfabeto: dando o móvel um número de pancadas correspondente ao número de ordem de
                      cada letra, chegava-se a formar palavras e frases que respondiam às questões propostas. A
                      precisão das respostas e a correlação que denotavam com as perguntas causaram espanto. O
                      ser misterioso que assim respondia, interrogado sobre a sua natureza, declarou que era
                      Espírito ou  Gênio, declinou um nome e prestou diversas informações a seu respeito. Há
                      aqui uma circunstância muito importante, que se deve assinalar. É que ninguém imaginou
                      os  Espíritos como meio de explicar o fenômeno; foi o próprio fenômeno que revelou a
                      palavra. Muitas vezes, em se tratando das ciências exatas, se formulam hipóteses para dar-
                      se uma base ao raciocínio. Não é aqui o caso.
                      Tal meio de correspondência era, porém, demorado e incômodo. O Espírito (e isto
                      constitui nova circunstância digna de nota) indicou outro. Foi um desses seres invisíveis
                      quem aconselhou a adaptação de um lápis a uma cesta ou a outro objeto. Colocada em cima
                      de uma folha de papel, a cesta é posta em movimento pela mesma potência oculta que move
                      as mesas; mas, em vez de um simples movimento regular, o lápis traça por si mesmo
                      caracteres formando palavras, frases, dissertações de muitas páginas sobre as mais altas
                      questões de filosofia, de moral, de metafísica, de psicologia, etc., e com tanta rapidez
                      quanta se se escrevesse com a mão.
                      O conselho foi dado simultaneamente na América, na França e em diversos outros
                      países. Eis em que termos o deram em Paris, a 10 de junho de 1853, a um dos mais
                      fervorosos adeptos da doutrina e que, havia muitos anos, desde 1849, se ocupava com a
                      evocação dos Espíritos: “Vai buscar, no aposento ao lado, a cestinha; amarra-lhe um lápis;
                      coloca-a sobre o papel; põe-lhe os teus dedos sobre a borda” Alguns instantes após, a cesta
                      entrou a mover-se e o lápis escreveu, muito legível, esta frase: “Proíbo expressamente que transmitas a quem quer que
                      seja o que acabo de dizer. Da primeira vez que escrever, escreverei melhor.”
                      O objeto a que se adapta o lápis, não passando de mero instrumento, completamente
                      indiferentes são a natureza e a forma que tenha. Daí o haver-se procurado dar-lhe a
                      disposição mais cômoda. Assim é que muita gente se serve de uma prancheta pequena.
                      A cesta ou a prancheta só podem ser postas em movimento debaixo da influência de
                      certas pessoas, dotadas, para isso, de um poder especial, as quais se designam pelo nome de
                      médiuns, isto é – meios ou intermediários entre os Espíritos e os homens. As condições que
                      dão esse poder resultam de causas ao mesmo tempo físicas e morais, ainda imperfeitamente
                      conhecidas, porquanto há médiuns de todas as idades, de ambos os sexos e em todos os
                      graus de desenvolvimento intelectual. É, todavia, uma faculdade que se desenvolve pelo
                      exercício.
                      V
                      Reconheceu -se mais tarde que a cesta e a prancheta não eram, realmente, mais do
                      que um apêndice da mão; e o médium, tomando diretamente do lápis, se pôs a escrever por
                      um impulso involuntário e quase febril. Dessa maneira, as comunicações se tornaram mais
                      rápidas, mais fáceis e mais completas. Hoje é esse o meio geralmente empregado e com
                      tanto mais razão quanto o número das pessoas dotadas dessa aptidão é muito considerável e
                      cresce todos os dias. Finalmente, a experiência deu a conhecer muitas outras variedades da
                      faculdade mediadora, vindo-se a saber que as comunicações podiam igualmente ser
                      transmitidas pela palavra, pela audição, pela visão, pelo tato, etc., e até pela escrita direta
                      dos Espíritos, isto é, sem o concurso da mão do médium, nem do lápis.
                      Obtido o fato, restava comprovar um ponto essencial – o papel do médium nas
                      respostas e a parte que, mecânica e moralmente, pode ter nelas. Duas circunstâncias
                      capitais, que não escapariam a um observador atento, tornam possível resolver-se a questão.
                      A primeira consiste no modo por que a cesta se move sob a influência do médium, apenas
                      lhe impondo este os dedos sobre os bordos. O exame do fato demonstra a impossibilidade
                      de o médium imprimir uma direção qualquer ao movimento daquele objeto. Essa
                      impossibilidade se patenteia, sobretudo, quando duas ou três pessoas colocam juntamente
                      as mãos sobre a cesta. Fora preciso entre elas uma concordância verdadeiramente fenomenal de movimentos. Fora preciso,
                      demais, a concordância dos pensamentos, para que pudessem estar de acordo quanto à
                      resposta a dar à questão formulada. Outro fato, não menos singular, ainda vem aumentar a
                      dificuldade. É a mudança radical da caligrafia, conforme o Espírito que se manifesta,
                      reproduzindo-se a de um determinado Espírito todas as vezes que ele volta a escrever. Fora
                      necessário, pois que o médium se houvesse exercitado em dar à sua própria caligrafia vinte
                      formas diferentes e, principalmente, que pudesse lembrar-se da que corresponde a tal ou tal
                      Espírito.
                      A segunda circunstância resulta da natureza mesma das respostas que, as mais das
                      vezes, especialmente quando se ventilam questões abstratas e científicas, estão
                      notoriamente fora do campo dos conhecimentos e, amiúde, do alcance intelectual do
                      médium, que, além disso, como de ordinário sucede, não tem consciência do que se escreve
                      debaixo da sua influência; que, freqüentemente, não entende ou não compreende a questão
                      proposta, pois que esta o pode ser num idioma que ele desconheça, ou mesmo mentalmente,
                      podendo a resposta ser dada nesse idioma. Enfim, acontece muito escrever a cesta
                      espontaneamente, sem que se haja feito pergunta alguma, sobre um assunto qualquer,
                      inteiramente inesperado.
                      Em certos casos, as respostas revelam tal cunho de sabedoria, de profundeza e de
                      oportunidade; exprimem pensamentos tão elevados, tão sublimes, que não podem emanar
                      senão de uma Inteligência superior, impregnada da mais pura moralidade. Doutras vezes,
                      são tão levianas, tão frívolas, tão triviais, que a razão recusa admitir derivem da mesma
                      fonte. Tal diversidade de linguagem não se pode explicar senão pela diversidade das
                      Inteligências que se manifestam. E essas Inteligências estão na Humanidade ou fora da
                      Humanidade? Este o ponto a esclarecer-se e cuja explicação se encontrará completa nesta
                      obra, como a deram os próprios Espíritos.
                      Eis, pois, efeitos patentes, que se produzem fora do círculo habitual das nossas
                      observações; que não ocorrem misteriosamente, mas, ao contrário, à luz meridiana, que
                      toda gente pode ver e comprovar; que não constituem privilégio de um único indivíduo e
                      que milhares de pessoas repetem todos os dias. Esses efeitos têm necessariamente uma
                      causa e, do momento que denotam a ação de uma inteligência e de uma vontade, saem do
                      domínio puramente físico.
                      Muitas teorias foram engendradas a este respeito. Examiná-las-emos dentro em pouco e
                      veremos se são capazes de oferecer a explicação de todos os fatos que se observam.
                      Admitamos, enquanto não chegamos até lá, a existência de seres distintos dos humanos,
                      pois que esta é a explicação ministrada pelas Inteligências que se manifestam, e vejamos o
                      que eles nos dizem.

                      PARTE PRIMEIRA
                      Das causas primárias
                      CAPÍTULO I
                      DE DEUS
                      1. Deus e o infinito. – 2. Provas da existência de Deus. – 3. Atributos da Divindade. –
                      4. Panteísmo.
                      Deus e o infinito
                      1. Que é Deus?
                      “Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas” 
                      2. Que se deve entender por infinito?
                      “O que não tem começo nem fim: o desconhecido; tudo que é desconhecido é
                      infinito.”
                      3. Poder-se-ia dizer que Deus é o infinito?
                      “Definição incompleta. Pobreza da linguagem humana, insuficiente para definir o
                      que está acima da linguagem dos homens.”

                      Deus é infinito em Suas perfeições, mas o infinito é uma abstração. Dizer que Deus
                      é o infinito é tomar o atributo de uma coisa pela coisa mesma, é definir uma coisa que não
                      está conhecida por uma outra que não está mais do que a primeira.
                      Provas da existência de Deus
                      4. Onde se pode encontrar a prova da existência de Deus?
                      “Num axioma que aplicais às vossas ciências. Não há efeito sem causa. Procurai a
                      causa de tudo o que não é obra do homem e a vossa razão responderá.”
                      Para crer-se em Deus, basta se lance o olhar sobre as obras da Criação. O Universo
                      existe, logo tem uma causa. Duvidar da existência de Deus é negar que todo efeito tem uma
                      causa e avançar que o nada pôde fazer alguma coisa.
                      5. Que dedução se pode tirar do sentimento instintivo, que todos os homens trazem
                      em si, da existência de Deus?
                      “A de que Deus existe; pois, donde lhes viria esse sentimento, se não tivesse uma
                      base? É ainda uma conseqüência do princípio – não há efeito sem causa.”
                      6. O sentimento íntimo que temos da existência de Deus não poderia ser fruto da
                      educação, resultado de idéias adquiridas?
                      “Se assim fosse, por que existiria nos vossos selvagens esse sentimento?”
                      Se o sentimento da existência de um ser supremo fosse tão-somente produto de um
                      ensino, não seria universal e não existiria senão nos que houvessem podido receber esse
                      ensino, conforme se dá com as noções científicas.
                      7.  Poder-se-ia achar nas propriedades íntimas da matéria a causa primária da
                      formação das coisas?
                      “Mas, então, qual seria a causa dessas propriedades? É indispensável sempre uma
                      causa primária.”

                      Atribuir a formação primária das coisas às propriedades íntimas da matéria seria
                      tomar o efeito pela causa, porquanto essas propriedades são, também elas, um efeito que há
                      de ter uma causa.
                      8.  Que se deve pensar da opinião dos que atribuem a formação primária a uma
                      combinação fortuita da matéria, ou, por outra, ao acaso?
                      “Outro absurdo! Que homem de bom-senso pode considerar o acaso um ser
                      inteligente? E, demais, que é o acaso? Nada.”
                      A harmonia existente no mecanismo do Universo patenteia combinações e desígnios
                      determinados e, por isso mesmo, revela um poder inteligente. Atribuir a formação primária
                      ao acaso é insensatez, pois que o acaso é cego e não pode produzir os efeitos que a
                      inteligência produz. Um acaso inteligente já não seria acaso.
                      9. Em que é que, na causa primária, se revela uma inteligência suprema e superior
                      a todas as inteligências?
                      “Tendes um provérbio que diz: Pela obra se reconhece o autor. Pois bem! Vede a
                      obra e procurai o autor. O orgulho é que gera a incredulidade. O homem orgulhoso nada
                      admite acima de si. Por isso é que ele se denomina a si mesmo de espírito forte. Pobre ser,
                      que um sopro de Deus pode abater!”
                      Do poder de uma inteligência se julga pelas obras. Não podendo nenhum ser
                      humano criar o que a Natureza produz, a causa primária é, conseguintemente, uma
                      inteligência superior à Humanidade.
                      Quaisquer que sejam os prodígios que a inteligência humana tenha operado, ela
                      própria tem uma causa e, quanto maior for o que opere, tanto maior há de ser a causa
                      primária. Aquela inteligência superior é que é a causa primária de todas as coisas, seja qual
                      for o nome que lhe dêem.
                      Atributos da divindade
                      10. Pode o homem compreender a natureza íntima de Deus?

                      “Não; falta-lhe para isso o sentido.”
                      11. Será dado um dia ao homem compreender o mistério da Divindade?
                      “Quando não mais tiver o espírito obscurecido pela matéria. Quando, pela sua
                      perfeição, se houver aproximado de Deus, ele o verá e compreenderá.”
                      A inferioridade das faculdades do homem não lhe permite compreender a natureza
                      íntima de Deus. Na infância da Humanidade, o homem O confunde muitas vezes com a
                      criatura, cujas imperfeições lhe atribui; mas, à medida que nele se desenvolve o senso
                      moral, seu pensamento penetra melhor no âmago das coisas; então, faz idéia mais justa da
                      Divindade e, ainda que sempre incompleta, mais conforme à sã razão.
                      12.  Embora não possamos compreender a natureza íntima de Deus, podemos
                      formar idéia de algumas de Suas perfeições?
                      “De algumas, sim. O homem as compreende melhor à proporção que se eleva acima
                      da matéria. Entrevê-as pelo pensamento.”
                      13.  Quando dizemos que Deus é eterno, infinito, imutável, imaterial, único,
                      onipotente, soberanamente justo e bom, temos idéia completa de Seus atributos?
                      “Do vosso ponto de vista, sim, porque credes abranger tudo. Sabei, porém, que há
                      coisas que estão acima da inteligência do homem mais inteligente, as quais a vossa
                      linguagem, restrita às vossas idéias e sensações, não tem meios de exprimir. A razão, com
                      efeito, vos diz que Deus deve possuir em grau supremo essas perfeições, porquanto, se uma
                      Lhe faltasse, ou não fosse infinita, já Ele não seria superior a tudo, não seria, por
                      conseguinte, Deus. Para estar acima de todas as coisas, Deus tem que se achar isento de
                      qualquer vicissitude e de qualquer das imperfeições que a imaginação possa conceber.”

                      Deus é eterno. Se tivesse tido princípio, teria saído do nada, ou, então, também teria
                      sido criado, por um ser anterior. É assim que, de degrau em degrau, remontamos ao infinito
                      e à eternidade.
                      É imutável. Se estivesse sujeito a mudanças, as leis que regem o Universo nenhuma
                      estabilidade teriam.
                      É  imaterial. Quer isto dizer que a sua natureza difere de tudo o que chamamos
                      matéria. De outro modo, ele não seria imutável, porque estaria sujeito às transformações da
                      matéria.
                      É único. Se muitos Deuses houvesse, não haveria unidade de vistas, nem unidade de
                      poder na ordenação do Universo.
                      É  onipotente. Ele o é, porque é único. Se não dispusesse do soberano poder, algo
                      haveria mais poderoso ou tão poderoso quanto ele, que então não teria feito todas as coisas.
                      As que não houvesse feito seriam obra de outro Deus.
                      É soberanamente justo e bom. A sabedoria providencial das leis divinas se revela,
                      assim nas mais pequeninas coisas, como nas maiores, e essa sabedoria não permite se
                      duvide nem da justiça nem da bondade de Deus.
                      Panteísmo
                      14. Deus é um ser distinto, ou será, como opinam alguns, a resultante de todas as
                      forças e de todas as inteligências do Universo reunidas?
                      “Se fosse assim, Deus não existiria, porquanto seria efeito e não causa. Ele não pode
                      ser ao mesmo tempo uma e outra coisa.
                      “Deus existe; disso não podeis duvidar e é o essencial. Crede-me, não vades além.
                      Não vos percais num labirinto donde não lograríeis sair. Isso não vos tornaria melhores,
                      antes um pouco mais orgulhosos, pois que acreditaríeis saber, quando na realidade nada
                      saberíeis. Deixai, consequentemente, de lado todos esses sistemas; tendes bastantes coisas
                      que vos tocam mais de perto, a começar por vós mesmos. Estudai as vossas próprias
                      imperfeições, a fim de vos libertardes delas, o que será mais útil do que pretenderdes
                      penetrar no que é impenetrável.”

                      15.  Que se deve pensar da opinião segundo a qual todos os corpos da Natureza,
                      todos os seres, todos os globos do Universo seriam partes da Divindade e constituiriam, em
                      conjunto, a própria Divindade, ou, por outra, que se deve pensar da doutrina panteísta?
                      “Não podendo fazer-se Deus, o homem quer ao menos ser uma parte de Deus.”
                      16.  Pretendem os que professam esta doutrina achar nela a demonstração de
                      alguns dos atributos de Deus: Sendo infinitos os mundos, Deus é, por isso mesmo, infinito;
                      não havendo o vazio, ou o nada em parte alguma, Deus está por toda parte; estando Deus
                      em toda parte, pois que tudo é parte integrante de Deus, Ele dá a todos os fenômenos da
                      Natureza uma razão de ser inteligente. Que se pode opor a este raciocínio?
                      “A razão. Refleti maduramente e não vos será difícil reconhecer-lhe o absurdo.”
                      Esta doutrina faz de Deus um ser material que, embora dotado de suprema
                      inteligência, seria em ponto grande o que somos em ponto pequeno. Ora, transformando-se
                      a matéria incessantemente, Deus, se fosse assim, nenhuma estabilidade teria; achar-se-ia
                      sujeito a todas as vicissitudes, mesmo a todas as necessidades da Humanidade; faltar-lhe-ia
                      um dos atributos essenciais da Divindade: a imutabilidade. Não se podem aliar as
                      propriedades da matéria à idéia de Deus, sem que Ele fique rebaixado ante a nossa
                      compreensão e não haverá sutilezas de sofismas que cheguem a resolver o problema da Sua
                      natureza íntima. Não sabemos tudo o que Ele é, mas sabemos o que Ele não pode deixar de
                      ser e o sistema de que tratamos está em contradição com as suas mais essenciais
                      propriedades. Ele confunde o Criador com a criatura, exatamente como o faria quem
                      pretendesse que engenhosa máquina fosse parte integrante do mecânico que a imaginou.
                      A inteligência de Deus se revela em Suas obras como a de um pintor no seu quadro;
                      mas, as obras de Deus não são o próprio Deus, como o quadro não é o pintor que o
                      concebeu e executou.

                    • WolfPower

                      2 de abril de 2012 em 02:44

                      Ainda tem uma série de textos que fala sobre outros tópicos como a criação da terra e etc.Se quiser que eu post aqui é só pedir…(To com preguiça e também já é 02:45 AM aqui e preciso dormir…)

                • ceifeiro

                  1 de abril de 2012 em 23:14

                  Bem….eu não vou falar muito aqui,mas nós acreditamos na lógica,nós sabemos o que nos sabemos,e criamos teorias com bases lógicas para tentar explicar o que ainda não sabemos.Mas temos na consciência que nunca vamos saber de tudo,nunca vamos ter todas as resposta,pois sempre que respondermos uma charada,essa resposta abrira mais charadas.Não nos baseamos na fé.

  59. Yasmin Æ'ergus

    28 de março de 2012 em 11:03

    Legal, não sabia dessa história. Valew Minilua!

  60. Misael Mike

    28 de março de 2012 em 10:25

    Leonardo, segundo a Biblia a mulher foi criada da constela do homem certo? se vc fosse uma civilização avançada que esta criando uma população em um novo planeta e esta população ainda é primitiva sem conhecimentos de engenharia genética (como temos hoje em dia), sendo assim o modo mais facil de dizer q o DNA do homem foi retirado para fazer a mulher seria dizer q a mulher foi criada a partir da costela do homem, neste ponto esta civilização avançada cuidou para que adão e eva procria-cem de forma q seus genes fossem preservados, se vc n acredita a primeira civilização do mundo os sumérios contam uma historia parecida onde o primeiro humano a aparecer na terra era ADAMU (Adão q é citado na biblia, percebe a semelhança em culturas distintas?) e que adamu é um filho do céu, agora pergunto, será que nao fomos criados geneticamente a partir de civilizações mais avançadas de outros planetas? caso vc ainda tenha duvidas sugiro que leia os livros de Erich Von Daniken e assista os documentarios do mesmo, e leia este livro bem curto,  O LIVRO DE ENOCH, este livro é de um ancestral de noé, seu livro foi achama no séc 3 antes de cristo, este livro é considerado apócrifo pela igreja, por conter conteudo “profano” sabe o porque? porque segundo enoch ele foi levado para conhecer as moradas do SENHOR por 300 anos, os cerca de 20 anjos ensinaram astronomia e varias outras coisas, e segundo enoch, o diluvio não aconteceu por causa de Caim e sim por causa de Sentinelas ( le-se anjos) que vieram dos ceus, deitaram com as mulheres da terra e criaram nephilins, gigantes que estavam acabando com a terra, então o SENHOR ( nota-se que para enoch existe o  DEUS  todo poderoso e um SENHOR, dois seres distintos) mandou que os 200 anjos q procriaram com as mulheres da terra fosem banidos do céu, e assim veio o diluvio para acabar com tais nephilins. bom esse é apenas um resumo, eu poderia escrever uma matéria de 20 capitulos aqui no minilua sobre este assunto pois é muito vasto. espero ter ajudado

    • Kurono Kei

      3 de abril de 2012 em 18:30

      Cara, pena que só li seu comentário hoje. Finalmente outra mente audociosa. Belo resumo, pena que não tenho a mínima paciência de falar sobre isso para o pessoal daqui. Outra coisa. E para essa mesma civilização antiga seria bem mais fácil falar que o homem foi criado do pó da terra e lhe foi soprado o fôlego da vida, ao invés de dizer que o homem é formado de elementos químicos, a maioria deles metais, como ferro, cálcio, potássio, e que nossa principal fonte de energia celular é a combustão dos gases da atmosfera, como o oxigênio.

    • Leandro Nunes

      28 de março de 2012 em 14:32

      Cara…. tenho que ler esse livro, parece muito interessante.

  61. Fernando Ribeiro

    28 de março de 2012 em 10:12

    Legal, já li o livro de RPG Vampiro: A Mascara inteiro, apesar de nunca ter jogado esse RPG. Outro livro/filme legal sobre isso é Entrevista com Vampiro.
    Prefiro muito mais esses vampiros do que aqueles vampiros emos retardados que ainda por cima tem bebês…. ¬¬

  62. (Alone) Leonardo Bellini

    28 de março de 2012 em 10:07

    Detesto começar discuções religiosas, mas estou com uma pergunta travada na garganta a anos.

    Adão e Eva foram os primeiros humanos e tiveram dois filhos, Cain e Abel. Cain matou Abel. Sobraram três pessoas no mundo.

    Como que as outras pessoas surgiram? Em todas as hipóteses que penso rolou insesto de Pai-Filha ou Mãe-Filho ou Filho-Filha. Mas mesmo que isso tivesse acontecido, não estariamos aqui hoje já que a pouca miscigenação carretará em diversas falhas genéticas, o que levaria a morte.

    E aí, respondam isso por favor.

    • Happy the cat

      28 de março de 2012 em 19:09

      uma coisa que aprendi é que nada do antigo testamento é literal, temos que interpretar, que nem o amigo de cima disse

      • Black King Mello

        28 de março de 2012 em 20:17

        concordo, sempre achei que tudo, ou quase tudo, é simbologia, mas o problema é saber interpretar da maneira correta.

    • WolfPower

      28 de março de 2012 em 19:05

      Bom na Bíblia diz que Caim ,após matar seu irmão, foi à outra terra , onde achou uma esposa.Como isso é possível?Simples,porque Adão e Eva foram os primeiros [E que também são os ancestrais de toda a árvore genealógica de Israel e alguns outros países],mas não os únicos,ou seja,haviam outros em outras partes do globo que deram origem a outras raças.
      Mais alguma pergunta?

    • Serj Tankian

      28 de março de 2012 em 12:49

      bom,isso só reforça ainda mais minha teoria de que adão não era uma só pessoa,e sim uma representação do sexo masculino da raça humana,eva seria o feminino,caim seria a ganância e a vingança,e abel seria o esforço e a boa-vontade

  63. Bruno Machado

    28 de março de 2012 em 09:41

    kkkkk assim surgiu os vampiros! asuhsauhsauhas

  64. Kurono Kei

    28 de março de 2012 em 09:20

    Legal. Gostei da história.

  65. Connor

    28 de março de 2012 em 09:11

    AS imagens deram mais medo.

  66. Moda Foca

    28 de março de 2012 em 09:02

    Minilua, y u no coloca a opção de ter/não ter tela preta?

  67. Fernando Culler

    28 de março de 2012 em 08:16

    Depois vc conta a história dos 7 clãs… aliás, tira os Toreadores da história pq eles sempre foram um peso morto

    • Cydo Hutt

      20 de abril de 2012 em 21:50

      7 clans ??? vc não quis dizer 13 ???? Brujah, Gangrel, Nosferato, Ventrue, Ravnos, Toreador, Tzimisce, Giovani,LaSombra,Malkavian,Tremere, e seguidores de Set … se bem q nessa epoca não era Tremere e sim Salubre … e esse são apenas os clans do livros básico se contar direito incluindo as linhangens e experiencias Tremere são mais de 25

  68. Ynna

    28 de março de 2012 em 07:58

    Ai, tinha me esquecido de como amo histórias de vampiros. Modo viciada/iludida=on

    • (Alone) Leonardo Bellini

      28 de março de 2012 em 10:28

      não intendo o porquê de tanta adoração por Vampiros.  
      Dizem que vampiros são mais bonitos que lobisomens, mas pense bem: Lobisomens são Homens Lobo e Vampiros são Homens Morcego.

      Logo um vampiro é assim:
      [img]http://images.wikia.com/vanhelsing/images/b/ba/Dracula.jpg[/img]

      Mudei de idéia, realmente, eles são muito atraentes (sarcasmo mode on)

    • Lucas Menchone

      28 de março de 2012 em 08:06

      Somos 2 então

  69. grandluc

    28 de março de 2012 em 07:15

    ótima essa lenda só uma resalva: Caim ñ ofereceu o q havia de melhor de
    seu trabalho e nem o fez de boa vontade como Abel p/ isso sua oferta
    era recusada também foi o 1 º
    homem a procurar fazer um pacto com o demônio, mas essa estória é muito
    boa tambem gosto muito dakela do dracula 2000 q diz q dracula era JUdas
    Escariotes !!! Também quero q o diego fale dos clãs.

  70. grandluc

    28 de março de 2012 em 07:12

    ótima essa lenda só uma resalva: Caim ñ ofereceu o q havia de melhor de seu trabalho e sim e nem o fez de boa vontade Abel p/ isso sua oferta era recusada também foi o 1º homem a procurar fazer um pacto com o demônio,  mas essa estória é muito boa  tambemgosto muito da kela dodracula 2000 q diz q dracula era JUdas Escariotes !!!   Também quero q o diego fale dos clãs

  71. Soleil

    28 de março de 2012 em 02:52

    Diego, você vai falar sobre os clãs?

    • Diego Martins

      28 de março de 2012 em 08:23

      Não sei ainda, talvez sim, talvez não XD

  72. Lucas Nascimento

    28 de março de 2012 em 02:46

    O Livro de NOD. 

  73. Diego Gonçalves da Cunha

    28 de março de 2012 em 02:10

    Pra quem conhece RPG (Role Playing Game) e pra quem não conhece tbm.
    Existe um jogo, ou um cenário fictício chamado Vampiro: A Mascara.
    E essa eh a historia do jogo, Caim eh o primeiro vampiro amaldiçoado por Deus.
    Onde ele viveria até o fim dos tempos, beberia somente sangue e comeria somente cinzas, e vivera somente a noite.
    Um dos cometários não lembro de quem, disse sobre o “Livro de Nod”, eh tbm parte desse jogo de RPG, seria uma “bíblia” dos vampiros.
    E NÃO ELES NÃO BRILHAM NA LUZ DO SOL !!!

    Quem tiver mais interesse:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Vampiro:_A_M%C3%A1scara

    E mais … boa matéria … parabéns.

    • Diego Martins

      28 de março de 2012 em 08:23

      Eu já li a Mascara, inclusive mestrei durante um tempo aqui para meus amigos, mas lembro de pouca coisa pois faz anos XD

      • Cydo Hutt

        20 de abril de 2012 em 22:00

        por favor cara se for falar sobre os clans e talz de a referência ao original… alem de ter informação em falta, tbm é um bom meio de atrair novos jogadores.Se vc quer aproveitar da historia por não ter criatividade pra escrever uma, tudo bem não tem problema, mas pelo menos de os devidos créditos aos reais escritores. Sou jogador de Vampiro a Mascará a mais de 8 anos , tenho o simbolo do Clan tatuado no braço e fico triste ao ver pessoas usando as historias criadas de uma maneira errada ….

  74. TKD kyosanim

    28 de março de 2012 em 02:00

    [img]https://encrypted-tbn0.google.com/images?q=tbn:ANd9GcR6e0avomJuCdEwXHqCSyn4OSCnJtSCXAWNemwP-8AepG2qd4TF[/img]

     … Quem quiser conhecer a historia de um jeito diferente joguem Kain the Vampire para Ps1 … ja terminei o game ha 8 anos atras e vale a pena …  boa materia nenem !. 

  75. Lucas Menchone

    28 de março de 2012 em 01:40

    História muito loka véi, pow adoro esses seus posts sinistros Diego 

    • Diego Martins

      28 de março de 2012 em 01:41

      valews ^^

  76. Pacman Amarelo

    28 de março de 2012 em 01:31

    Po,muito legal essa ai,foi uma das melhores que vi,legal msm,só faltou a musiquinha tensa neh kkkkk

  77. Gustavo Marques

    28 de março de 2012 em 01:24

    achei a historia ruim

    • Iron Man

      28 de março de 2012 em 01:34

      Jah deu a bunda pra todo mundo?
      Pode ir embora agora….¬¬

      • Gustavo Marques

        28 de março de 2012 em 01:38

        já sim, inclusive pro teu pai e fala pra tua mãe q adorei dormir com ela

        • Iron Man

          28 de março de 2012 em 01:56

          Até minha mãe comeu tua bund.a?
          kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Gustavo Marques

            28 de março de 2012 em 01:57

            n kerido, fui eu q comi a dela

  78. Rocky Jr.

    28 de março de 2012 em 00:59

    nossa essa historia foi mto boa msm ^^

  79. Micigno Asliz

    28 de março de 2012 em 00:55

    História muito bem escrita, muito interessante. Espero que as próximas sejam boas também.

    • Diego Martins

      28 de março de 2012 em 00:55

      Brigado, as próximas serão boas sim ^^

  80. mariaantnia

    28 de março de 2012 em 00:40

    se alimentar do sangue dos outros é uma seita maligna

  81. Rodolfo Gomes

    28 de março de 2012 em 00:40

    Eh desculpem-me mas alguém aki ja ouviu falar de Vampiro a Máscara 
    Jogo de RPG essa historia e a historia do jogo, os clãs  Assamitas  ·  Baali  ·  Brujah  ·  Caitiff  ( Camarilla ) ou  Panders  ( Sabá ) ·  Capadócios  ·  Filhas da Cacofonia  ·  Gangrel  ·  Giovanni  ·  Kiasyd  ·  Lasombra  ·  Malkaviano  ·  Nosferatu  ·  Ravnos  ·  Salubri  ·  Samedi  · Seguidores de Set  ·  Toreador  ·  Tremere  ·  Tzimisce  ·  Ventrue todos ai alguém ja leu sobre isso? 

    • Kleber Rodovalho

      31 de março de 2012 em 14:33

      cara eu jogava muito vampiro a macara, muito legal mesmo, sempre jogava de brujah!e li todos os livros do vampiro a mascara, muito bom !

    • Heinrich Christmann

      29 de março de 2012 em 16:52

      Reconheci na hora.
      Lasombra Forever o/

    • Artur Cipriano

      28 de março de 2012 em 19:11

      Eu já li, reconheci na hora…

    • Soleil

      28 de março de 2012 em 14:31

      Sensacional os Lasombra -megusta-

  82. White King John Harper

    28 de março de 2012 em 00:37

    Bom post Minilua!
    Tem um errinho ali “para vivarem alimento”

    #crepusculo nao tem vampiro!

    • mariaantnia

      28 de março de 2012 em 00:48

      #tem boiola!

      • Chaves

        28 de março de 2012 em 01:10

        oh God! kkk

        • mariaantnia

          28 de março de 2012 em 01:15

          que foi ??? rs

    • Diego Martins

      28 de março de 2012 em 00:43

      Obrigado, corrigido.

  83. K'

    28 de março de 2012 em 00:23

    Caim e Abel é só mais uma história “kibada” de outas fontes. A bola da vez foi Rômulo e Remo !

    • LORD FENRIR,O SENHOR DOS LOBOS

      28 de março de 2012 em 00:39

      Eh….vai começar….

      • (Alone) Leonardo Bellini

        28 de março de 2012 em 08:41

        realmente, prevejo comentarios odiosos.

        Mas falando de outra coisa, realmente a história de romulo e remo é bem mais legal, afinal, lobos são mais legais.

        • LORD FENRIR,O SENHOR DOS LOBOS

          28 de março de 2012 em 11:53

          Pois e…..

          Mas eu ja to começando a achar que esses ateuzinhos da internet estao constantemente procurando mençoes religiosas em posts pra ter uma desculpa pra começar discussao…..

          • Serj Tankian

            28 de março de 2012 em 12:42

            vdd,na vida real metade desses “ateus” devem ir a igreja,pq na moral,sempre que algm na net é mto “fervoroso”,como acho que é esse o termo,é pq é o contrário na vida real(vide guerreiros de jogos de rpg)

            ps:ateus falando que não vão e nunca irão em 3…2…1…

            • Doppelganger copycat

              28 de março de 2012 em 19:42

              o que vc disse faz tanto sentido quanto esse gif:
              [img]http://chzgifs.files.wordpress.com/2012/02/funny-gifs-spies-gonna-spy.gif[/img]

              • Serj Tankian

                28 de março de 2012 em 20:46

                vamos lá,vamos explicar:

                eu disse que normalmente as pessoas na internet se mostram diferentes de como realmente são,por exemplo vc e eu,seu nome realmente e doppelganger,vc realmente tem cabelo azul?eu realmente sou um ferreiro imortal com um machado gigante?não,certo?,e me referi a vide guerreiros de jogos de rpg pq normalmente quem escolhe essas classes em jogos são nerds gordos que passam o dia inteiro jogando warcraft e comendo doritos,e como no caso das aparencias,n existem mesmo tantos ateus fanáticos como se mostra na internet,as vezes a interpretação da outra pessoa muda o que quem falou realmente quis dizer,agora,pelo menos uma vez,não seja a maior representação do ser humano atual e leia o que eu escrevi antes de pular e dizer que ainda sim n faz sentido…

                • Doppelganger copycat

                  28 de março de 2012 em 20:58

                  entendi, e ate concordo

                  mas esse esquema que vc falou la em cima dos ateus na verdade ir a igreja, acho que num tem isso não, a posição religiosa na mão do povo virou orgulho próprio, difícil alguém inventar algo sobre isso que num faça na realidade, mas chega  a ser verdade que os ateus estudam a Bíblia as vezes mais do que os cristãos, mas infelizmente não é com intenção de adquirir mais conhecimento, e sim de “vencer os crentes” o que tb é deplorável.

                  apesar de ateu, penso que os religiosos e os ateus muitas vezes são farinha do mesmo saco, tendo eles os mesmo defeitos em ambos os lados só com detalhes diferentes

                  • Serj Tankian

                    28 de março de 2012 em 21:08

                    na vdd,nessa historia ae n tem nada a ver comparar ateus com religiosos pelo simples fato que cada defeito que um cita no outro é do ser humano,e não de um simples grupo,seriam eles:ignorância,arrogância,orgulho e por aí vai…

                    e não disse que todos os ateus fazem isso,pq no meu conceito nunca se deve generalizar,mas tem gente que faz isso,faz um monte de merda a semana toda e no domingo vai pra igreja pedir pelo perdão de seus pecados…

                    • Serj Tankian

                      28 de março de 2012 em 21:10

                      e também tenho a opinião que nem tudo na bíblia deve ser levada a sério,pq como eu já disse uma vez,uma história doida sobre carneiros na bíblia conta a história dos descobrimentos de terra no mundo,idem com gênesis,e com apocalipse

    • Iron Man

      28 de março de 2012 em 00:33

      “kibada”
      kkkkkkkkkkkkkkkkk
      eu gostei…
      Engraçado que as pessoas não questionam essas ‘historinhas”.
      A bíblia é tipo um  “termos de uso” vc não lê só clicka em “aceita.

      • ceifeiro

        31 de março de 2012 em 00:20

        melhor metáfora que já ouvi em toda minha vida.

        • Iron Man

          31 de março de 2012 em 01:30

          All rights reserved

      • Luís

        28 de março de 2012 em 00:42

        cara essa historinha do post não é da bíblia

  84. Pedro Lima

    28 de março de 2012 em 00:21

    e a partir dessa historia que aparecem os lobisomens tambem.Dizem que Deus os criou pra caçar os vampiros e diminuir sua populaçao.

    Mais sei la nao acredito nessa historia de Deus mal que castiga

    • Serj Tankian

      28 de março de 2012 em 12:37

      como assim?lobisomens tb matam humanos,entm essa é uma teoria meio sem sentido,mas ate que do jeito q nos somos ate q foi uma boa ideia…

      • Bruno Bastos

        29 de março de 2012 em 00:58

        PQ sem sentido? Achei perfeito! Se os 
        humanos se tornam vampiros, logo sem humanos sem vampiros ^^

        • Serj Tankian

          29 de março de 2012 em 07:25

          pq é como vc contratar guardas pra proteger uma população e eles começassem a matar as pessoas…

  85. Luís

    28 de março de 2012 em 00:20

    Ótimo conto…
    Mas prefiro Lobisomem

  86. Davi Rodrigues

    28 de março de 2012 em 00:18

    muito legal

  87. Iron Man

    28 de março de 2012 em 00:16

    Todos nos somos vampiros porque, apesar de não bebermos sangue comemos carne.
     

    • Soleil

      28 de março de 2012 em 01:59

      hahaha Que conclusão sensacional! Ainda bem que a única diferença entre humanos e vampiros, é o fato de beber sangue… -sarcasmo mode on-

      • Iron Man

        28 de março de 2012 em 02:12

        Não é!
        Nós também matamos para viver.
        Só que matamos seres que consideramos desprezíveis…

        • Soleil

          28 de março de 2012 em 02:15

          Entendo o que você quer dizer, só acho a comparação meio (para muito) sem sentido haha

          • Iron Man

            28 de março de 2012 em 15:05

            Não é sem sentido, os vampiros para viver tem de se alimentar de sangue humano.
            O ser humano por sua vez tem de se alimentar de carne para viver.
            Todos os dois tem de matar algo para viver….
            O que transforma os vampiros em seres demoníacos e abomináveis é o fato de NÓS sermos sua janta. 





            • Soleil

              28 de março de 2012 em 15:11

              Não há necessidade do sangue humano, eles podem viver do sangue de outras criaturas. Quando eu digo que é sem sentido sua comparação, é que há outras inúmeras diferenças entre vampiros e humanos, apenas isso. =)

  88. Possivelmente Jason

    28 de março de 2012 em 00:15

    Isso não esta escrito na bíblia, e sim  no “livro de Nod”  Ficção!
    Já li esse livro é bem interessante, um dos melhores livros sobre vampiros:
    “A Crônica de Caim” esta e parte que fala sobre essa historia retratada no texto.

    • Marina Simões

      18 de maio de 2014 em 23:39

      Parece muito com a história do Livro de Nod, mas não é idêntica, pois no livro Caim mata Abel ao constatar que se Abel, que sacrificava seus animais mais amados, era recompensado por Deus, ele seria também se sacrificasse o animal que ele mais amava, no caso o seu próprio irmão, Abel. Essa versão da história não está na bíblia.

    • Leonardo Péres

      21 de janeiro de 2014 em 16:03

      o que ele quis dizer é que parte da história está escrita na bíblia, não a história toda

    • Chaves

      28 de março de 2012 em 00:17

      Realmente, Ficção!

      • Piu Ssj

        28 de março de 2012 em 00:52

        ah vá -_-‘

        • Chaves

          28 de março de 2012 em 01:06

          me desculpa, mais alguem falou com voce?

          • Anônimo

            29 de março de 2012 em 14:03


            me desculpa, mais alguem falou com voce?”
            Não intendii, e por acaso a gente só pode comentar se alguem pedir a nossa opnião?

          • Serj Tankian

            28 de março de 2012 em 12:35

            OWNED,FATALITY,PERFECT,BRUTALITY OU A PORRA QUE FOR!

  89. Chaves

    28 de março de 2012 em 00:12

    interessante,porém falso

    • Soleil

      28 de março de 2012 em 01:57

      [img]http://calculosrenais.files.wordpress.com/2012/01/nao-me-diga-meme.jpg[/img]

      • Isabela Cabral

        28 de março de 2012 em 13:12

        não me diga (2)………… “sem imagem….”

  90. Pedro

    28 de março de 2012 em 00:09

    Eu queria muito ser um vampiro…
    na verdade eu sou quase, só não bebo sangue (ainda)ô.Ô

    • Naalu Castro

      24 de setembro de 2012 em 14:40

      Fiio, eu bebo sangue (é sério, eu já bebi o sangue do machucado da minha amiga lá no colégio) .-. Eu sou quase uma mermo. Só falta eu ser imortal…

  91. Robson Silva

    28 de março de 2012 em 00:05

    Eu li e gostei da Historia 🙂 pode ler não da medo, o que da medo é a maldita tela preta que aparece do nada quando a gente desce a pagina…

    • Leonardo Prado

      28 de março de 2012 em 15:24

      nao da medo nenhum vcs dois e que sao cagoes

    • Alucard

      28 de março de 2012 em 00:08

      Concordo plenamente caro Robson
      Tem cara q pensa q vai cagar tijolos se ler -q

      • Robson Silva

        28 de março de 2012 em 00:16

        kkkkkkkkkkkkkkkk

        Embora apareça boas matéria de terror no minilua sempre leio o que não faço as vezes e ver videos ou áudios, que tenha na matéria, me arrependo até hoje de ter visto o vídeo e lido o lado negro do bob esponja ahuahauahua

        • Robson Silva

          28 de março de 2012 em 00:17

          Corrigindo:

          boas matéria de terror no minilua pela noite”

  92. Andre Ibañez

    28 de março de 2012 em 00:03

    Imagem 1 meu papel de parede no cel (:

    • Matheus Perotti Moreira

      27 de julho de 2012 em 23:04

      Minha foto de perfil do orkut ú.ú

  93. From Hell

    28 de março de 2012 em 00:03

    “comtemplar a luz do Sol”
    contemplar… m só vem antes de p e b kkk
    Deus é mto mau por isso não creio nele u.u

    • Rony Alves Prado

      5 de outubro de 2014 em 08:26

      Se crer que eli e mal esta crendo neli !!! vc nunca leu a Blibia porque se lesse iria ver q esta enganada !!

    • Felippe Faquineli

      29 de março de 2012 em 07:19

      Contemplar está certo ‘-‘ não entendi por que disse isso ‘-‘

      • From Hell

        29 de março de 2012 em 09:45

        criança,eu li o post mto antes de vc,na vdd eu li no dia q ele foi postado e no dia estava escrito comtemplar ok? feliz bebê?

        • duud

          28 de agosto de 2012 em 13:34

          Vários idiotas brigando mas na realidade sua visão é outra oh deus , pessoas hipocritas.

          • From Hell

            28 de agosto de 2012 em 14:53

            E vc é uma pessoa idiota,vindo dar palpite num post antigo e pra pessoa errada.TCHAU 

    • Isabela Cabral

      28 de março de 2012 em 12:50

      também não curto muito o Deus que o cristianismo criou mais não acho que seja motivo suficiente para duvidar dele ou de outras formas de Deuses, afinal sempre segui que se tem um lado bom também tem um mal, tenho certeza que você também não e só flores o tempo todo todo…. não e um grande exemplo mais acho que percebestes….e também não saia acreditando em tudo que ta na bíblia, e uma bela ficção mais não passa disso. ^^

      • linda

        29 de março de 2012 em 14:09

        vc pode não curti e tal, e respeito ! agra chegar e dizer que a Biblia éh uma bela ficção, mais não passa disso , vc já tá falando coisa que vc não sabe !
        vc tem prova disso ?!
        Deus lhe disse isso ?!
        vc falou com quem escreveu ?!
        Acredito, que as respostas sejam não ! então não critique nem julgue sem conhecimento !
        e pra falar a verdade a Biblia pra mim tbm não éh a coisa mais verdadeira do mundo , mas nem por isso digo que ela só éh uma bela ficção pois não tenho prova …

        • Pietro Sgarbosa

          3 de abril de 2012 em 22:51

          Você esta totalmente certa disso, a Biblia não é ficcão nenhuma é tudo real, eu sou seguidor de Deus né e sei disso 😀

    • grandluc

      28 de março de 2012 em 07:03

      Q pena fico muito triste p/ vc, pinxeja !!!!!

    • Winder Couto

      28 de março de 2012 em 01:01

      Deus é mau?
       Quem mata?
       Quem rouba?
       Quem destrói?

      o maldito ser humano com influencias malignas filha Deus nos ama mais ele e obrigado a nos tratar com pulso firme pois e difícil ver sua própria criação se Destruindo Mais uma Imbecil que acredita na teoria do Big-Bem que Deus te perdoe pelo seu comentario

      • Porco aranha

        3 de abril de 2012 em 22:44

         Leia a bíblia e vai ver que em diversas vezes Deus manda matar, açoitar, multilar, estuprar e etc. 
         No novo testamento citam Jesus ensinando a açoitar escravos. A bíblia é lotada de violencia e mortes. E não adianta falar que isso era no velho testamento e o novo mudou, em diversas vezes no novo testamento Jesus diz: ” Não sou aquele que veio para mudar as leis do antigo testamento, mas sim aquele que veio para cumpri-las” além de ser recheado de hipocrisias, intolerancia e violencia.

        • Pietro Sgarbosa

          3 de abril de 2012 em 22:49

          Cara agora que percebi:!

          Porco aranha,Porco aranha !!!Lalalal, escalando a parede!

        • Pietro Sgarbosa

          3 de abril de 2012 em 22:47

          Cara, eu ja li diversas passagens da biblia, tanto quanto Novo Testamento tanto quanto o velho, e nunca vi algo assim , você deve estar boiando né?

      • ceifeiro

        31 de março de 2012 em 00:26

        Big-Bang*,e isso faz mais sentido do que a religião.
        não só os seres humanos matam,mas todos,ou quase todos os seres viventes.
        E ela tem o direito de dar a opinião dela,porque quando alguem faz um comentario assim os religiosos ofendem e e julgam.Que eu saiba julgar é um dos maiores pecados que existe.

      • linda

        29 de março de 2012 em 14:03

        Vc éh doido ?! Eu creio em Deus amo ele, nem mais nem menos que vc , e acredito na teoria do Big- Bang siim ! mas nem por isso deixo de acreditar nele , imbecil deve ser vc , pq vc não tá na Terra pra jugar ngm não , deixe ser idiota e vá rever seus conceitos ! essa éh a opnião dela e vc tem que aceitar ! 

      • Leonardo Prado

        28 de março de 2012 em 13:29

        e por causa de pessoas como vc que eu tenho vergonha de ser cristao

        • Serj Tankian

          28 de março de 2012 em 18:24

          idem…as vezes da vontade de abandonar a causa que defende por causa desses fanáticos….

          • Leonardo Prado

            29 de março de 2012 em 16:59

            vc tem razao e eu chamaria ele de inbecil mas a minha filosofia e de que todos somos inteligentes mas cada um usa apenas uma porcentagem dessa inteligencia que pelo que vi esse cara não ha usa

            • Serj Tankian

              29 de março de 2012 em 20:24

              nada a ver isso dae q tu disse…

              a inteligência dele ele deu junto com o dízimo…

      • From Hell

        28 de março de 2012 em 08:51

        olha meu caro homem,como eu tive uma boa noite de sono ,com gatinhos miando no telhado,eu vou te responder com delicadeza…
        1º vc devia ter esperado a minha explicação de o pq de mim não acreditar em Deus primeiro,antes de vir me chamar de imbecil,pra mim imbecil é a pessoa que critica,do jeito q vc fez,sem saber os motivos
        2º quero q vc me responda uma pergunta,e sem essa de é o desejo de deus e o caralho
        -Se Deus é tão bom,perfeito,e ama a todos,como a si msm
        pq ele castigou um de deus filhos,só pk ele sentiu ciume?
        pq ele expulsou seus filhos do édem,só pk eles desobedeceram uma ordem?
        pq ele deu um castigo tão grande a Caim,sendo que a Culpa foi de Deus de não demonstrar o msm amor por seus 2 “netos”????
        vc pode me responder essas perguntas? o ser humano algumas vezes consegue ter mais amor que Deus,pk ao invés de expulsar o filho de casa,maltratar,e adorar só um dos filhos,mantém uma conversa,deixando tudo em pratos limpos e mostrando que os ama de qualquer forma,msm eles errando pra mim Deus sempre será cruel,então eu prefiro acreditar em mim msm,que eu sozinha posso fazer o melhor,não preciso de uma imagem pra mim tomar boas decisões,e é isso que devia ser julgado de verdade,boas decisões,não em quem vc crê…

        • Isabela Cabral

          28 de março de 2012 em 13:08

          pois é eu acho essa historia muito mal feita, deveriam ter colocado Deus em melhor forma, tipo, disseram que Adão e eva foram os primeiros e talz, de onde saiu essa Lilith? eu sempre achei que ou caim teve relações sexuais com a própria mãe ou então esperou os outras irmãos que a bíblia evangelica diz que nasceram depois dos 800 anos de Adão, mais pronto ele só tinha a mãe para continuar a relação, não sei bem acho que eram capazes de um melhor enredo mais criativo até….. não acho que Deus seja tão cruel, para crueldade já tem o tal anjinho caído amigaço dele em tempos, a escolha e sua não argumento contra nem critico, na verdade só to aqui de passagem para expor meu ponto de vista 😉

        • Loki

          28 de março de 2012 em 09:12

          concordo 

          • From Hell

            28 de março de 2012 em 09:59

            [img]http://www.umsabadoqualquer.com/wp-content/uploads/2011/01/650x602x605.jpg.pagespeed.ic.7l3hFxeCxf.jpg[/img] [img]http://www.umsabadoqualquer.com/wp-content/uploads/2011/01/650x602x605.jpg.pagespeed.ic.7l3hFxeCxf.jpg[/img] ehuehueheuehueheuehueheuehue
            [img]http://www.umsabadoqualquer.com/wp-content/uploads/2011/01/650x602x605.jpg.pagespeed.ic.7l3hFxeCxf.jpg[/img]

            • Weon Kenedi

              28 de março de 2012 em 12:46

              huahsuhasuhasuas [/strike]quem que responde com imagens agora?[/strike]

              • Serj Tankian

                28 de março de 2012 em 18:22

                cara,não defendendo lado nenhum,mas porra,as “imagens” eram do um sábado qualquer,vc quer mesmo se basear em tiras de piadas sobre religião?sério mesmo?

                • From Hell

                  29 de março de 2012 em 10:18

                  eu não me baseei em tiras,pk não sou influenciada por nenhum meio de comunicação,ou seja lá o q for,só axei essa tirinha mto engraçada

                  • Serj Tankian

                    29 de março de 2012 em 12:32

                    não,n foi pra vc n from,foi pro keon,olha o comment dele

            • From Hell

              28 de março de 2012 em 10:06

              eita porca D: heuheueheuehue não era pra ser tanto assim 😐 coisa loka
              er….MALZ

              • Serj Tankian

                28 de março de 2012 em 12:28

                posso responder na minha visão já que aquele fanático n respondeu?

      • Banana Explosiva

        28 de março de 2012 em 08:48

        Mas uma discussão religiosa Pu.ta.que.pa.riu

        • vitr

          28 de março de 2012 em 18:10

          pois e, o minilua ta precisando e de um chat, lendo essa discussao da pra ate esquecer que ali em cima tem uma historia sobre vampiros

        • From Hell

          28 de março de 2012 em 08:53

          milagre nao estar cheio de respostas minhas heuehuehueheu

      • Iron Man

        28 de março de 2012 em 02:06

        MAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
        Se deus nós criou, e ele sabe de TUDO!!!!!
        Antes de pensar em imaginar em criar “humanos” ele jah sabia que iamos nos destruir.
        Mas!!!
        Ele simplesmente ignorou e nos fez assim mesmo.

        • Soleil

          28 de março de 2012 em 02:13

          Vou falar seguindo o que sei sobre o cristianismo (não é muito, é o bem básico).
          Os seres humanos recebem influências ruins de um ser chamado Lúcifer. Logo, quando alguém prática o mal, ele estaria sobre influências dele. Então Deus criou os humanos, agora cabe aos humanos seguirem o lado bom ou ruim…

          • Iron Man

            28 de março de 2012 em 11:21

            Mas ele sabe de TUDO !!!
            Ele sabe quem é bom ou ruim antes mesmo desse individuo nascer.

          • Rocky Jr.

            28 de março de 2012 em 02:15

            mas com isso, mtos inocentes sofrem, isso é meio injusto

            • Soleil

              28 de março de 2012 em 02:16

              Mas isso é o livre arbítrio, tudo tem o lado bom e ruim… justo e injusto…

              • Rocky Jr.

                28 de março de 2012 em 02:22

                esse livre arbitrio só é bom p/ nós, pq p/ natureza é péssimo, nós somos egoístas

                • Soleil

                  28 de março de 2012 em 02:27

                  Entendo, então cabe ao ser humano ver isso… Sinceramente, já há uma grande evolução do ser humano em relação a natureza… quem sabe aos poucos isso não muda?

                  • Rocky Jr.

                    28 de março de 2012 em 02:28

                    eu acho utopia, mas vamos ver se a humanidade me surpreende de novo

                    • Soleil

                      28 de março de 2012 em 02:31

                      Acredito que o mundo não irá se tornar um paraíso, mas acho que pode melhorar… pelo menos eu rezo para isso hehe

      • Soleil

        28 de março de 2012 em 01:47

        haha Vírgula e ponto mandaram um abraço.
        As evidências do BIG BANG são bem esclarecedoras e não retira a existência de Deus… O comentário da guria foi bem infeliz, mas você tem que respeita la e não sair xingando…

        • mariaantnia

          28 de março de 2012 em 01:59

          Isso ée verdade, apesaar..

          • Soleil

            28 de março de 2012 em 02:05

            apesar… haha
            Fique a vontade de por sua opinião, prometo que não vou sair xingando você. (igual muitos usuários desse site) =)

            • mariaantnia

              28 de março de 2012 em 02:40

              não é nada demais, dá pra perceber que vc é educado mesmo.

              • Soleil

                28 de março de 2012 em 02:43

                Humm, obrigado =)

      • Rocky Jr.

        28 de março de 2012 em 01:08

        cara na boa, v6 religiosos são mto arrogantes p/ chamar uma pessoa de imbecil pq ela não acredita no seu deus, nosso país é Laico, todo mundo pode ter a religião que quiser, e acreditar ou não em deus, e seguindo o raciocinio dela, se seu eux é tão bonzinho, pq criou um ser tão imperfeito, no minimo, pq é mto divertido ver um bando de macacos pelados se achando os donos do mundo, matando uns aos outros e destruindo a natureza em toda sua gloria, e ainda se acharem no direito de comercializar coisas que são de todos.

        • Soleil

          28 de março de 2012 em 01:50

          Deus deu o livre arbítrio para as pessoas, logo elas podem ser boas ou ruins…

          • Rocky Jr.

            28 de março de 2012 em 01:57

            isso é mto falho, confiar na humanidade pondo em risco bilhões de vidas

            • Soleil

              28 de março de 2012 em 02:07

              O que seria da vida sem os seus riscos?
              E também o fato de você poder escolher entre o bem e o mal, não passa de um teste…

              • Rocky Jr.

                28 de março de 2012 em 02:13

                bom, eu sou ateu, mas não vou sair matando ngm, se eu for p/ inferno só por não me curvar a este deus, q assim seja

                • Soleil

                  28 de março de 2012 em 02:22

                  Sinceramente, acho que ninguém tem a passagem garantida para o inferno por não acreditar Nele… EU (que fique claro eu, sem levar para nenhuma religião) acredito que uma hora você terá que aceitá lo, mas isso vai da crença de cada um, então não vou te desmerecer pela sua escolha em ser ateu. =)

        • mariaantnia

          28 de março de 2012 em 01:33

          ateus vivem dizendo que respeitam todas as crenças e  vivem criticando, estranho né?! Eu n me considero macaco Italo, Deus deu tanta inteligência ao homem que se arrependeu entenda isso 

          • Iron Man

            28 de março de 2012 em 02:08

            Respeito pessoas, não ideias,

            • mariaantnia

              28 de março de 2012 em 02:26

              bom, mas vc devia respeitar as ideias pois se não fizer isso não respeitarão as suas

              • º°*Seere*°º ¥klein¥

                28 de março de 2012 em 09:58

                ´bom ele so esta defendendo a menina ali em cima vc q e o cara la q foi mal educado e n respeito ela primeiro entao n reclame e cada um tem sua opniao goste delas qm seja 

                e se existe um deus ou se ja existiu um deve estar adomercido pra surgi no momento certo

                eu acho q ira surgi de volta em 2040
                qando ele liberar 12 anjos para criar um raça melhor e acabar com a gente com um meteoro gigante q deixara poucos vivos + vai ter radiaçao no ar o q irao matalos e a nova raça irar governa em cima dos sobreviventes ‘-‘

                • Soleil

                  28 de março de 2012 em 14:38

                  Quando você acha que já viu de tudo no minilua, eis que surgi um novo profeta e sua profecia… haha

                • From Hell

                  28 de março de 2012 em 10:03

                  heuehueehueheu curti essa do meteoro

              • Soleil

                28 de março de 2012 em 02:56

                Acho que deveria ter o respeito pelas pessoas e suas ideias… mas ai vai da opinião de cada um né

          • Rocky Jr.

            28 de março de 2012 em 01:41

            eu flei macacos no sentido de q somos uma especie q tem o msm ancestral em comum q os primatas, mas q evoluiu, e q devia provar suaevolução, zelando pelo bem do planeta, pense bm, nos vivemos em desenvolvimento, mas esse desenvolvimento só beneficia eu, vc e os outros, pq a natureza só perde, é egoismo, e o mundo seria melhor se fossemos extintos

      • mariaantnia

        28 de março de 2012 em 01:06

        concordo cm você, mas n adianta explicar nada

  94. Anônimo

    28 de março de 2012 em 00:02

    ADORO HISTORIA SOBRE VAMPIRO

    • Super Jooj

      31 de março de 2012 em 17:05

      Eu tb, exceto gaypúsculo, mas aquilo não é vampiro, é só um gay que brilha no sol. :p

      • Naalu Castro

        24 de setembro de 2012 em 14:37

        Desculpa, mas eu adoro Crepúsculo, mas mesmo assim, eu O-D-I-E-I o fato de Edward brilhar no Sol, me lembra a Tinker Bell .-. 

  95. Iago Borges

    28 de março de 2012 em 00:01

    Deixar pra amanhã rs

  96. Alucard

    28 de março de 2012 em 00:01

    Muito interessante xD

    • Lilian

      28 de março de 2012 em 01:57

      Entao essa historia ai esta incompleta depois dos 3 gerados por cain foram gerados mais 13 q se nao me engano sao os antediluvianos, e Cain nao matou Abel e o escondeu ele o ofereceu a Deus como oferenda, entao foi expulso para as terras de Nod onde antes de conhecer Lilith ele foi visitado por alguns anjos e arcanjos q foram enviados por Deus e depois de cada visita q ele foi sendo amaldiçoado ai entao ele conheceu Lilith (q foi a primeira esposa de Adao) depois disso teve um monte de rolo e eu nao vou contar a historia toda pq eh muito grande, se alguem ficou interessado pode encontra-la no Livro de Nod q conta essas e outras coisas sobre vampiros, os primeiros clãs e etc. Nota: Dizem q o Livro de Nod eh um livro fictico mas pra mim eh apenas o começo da biblia mas como tbm acho a biblia um livro fictico fica a criterio de vcs.  Entendam como quiserem….

      • Alucard

        29 de março de 2012 em 19:21

        Obrigado por ter esclarecido mais sobre a história

      • Flavio Rafael

        28 de março de 2012 em 14:41

        Agora que decidi me cadastrar no minilua (finalmente pois já acompanho a quase 1 ano eu acho…) só porque vi essa matéria e depois esse comentário….. Mandou bem Lilian! 

        To emocionado com o post… (TT.TT)

      • Lilian

        28 de março de 2012 em 02:03

        Ahh jogo rpg e o Livro de Nod eh uma parte da historia dos vampiros dos jogos, mas sem ofença o livro esta completo com todos os detalhes pq a materia aki do Minilua faltaram algumas coisas, soh achei q quem gosta de historia de Vampiros assim como eu e nao dakela frescuraem de crepusculo venha a gostar… Nota: Ja li crepusculo e vi os filmes e sim eh muita frescuragem.

        • Paulo Alberto

          28 de março de 2012 em 04:51

          Da até vontade de chorar quando vemos um comente tão bom
          como esse!

        • Pacman Amarelo

          28 de março de 2012 em 02:07

          bota frescuragem naquilo…é um nada ver do kraio,os vampiros brilham no sol…WTF??

          • Lilian

            28 de março de 2012 em 02:19

            N rpg viramos cinzas no sol… hsuahsuhsu

            • Pacman Amarelo

              28 de março de 2012 em 02:24

              poiseh…kkkk…imagina agente jogando rpg ai vc vampiro entro em contato com o sol,parabens vc se transformou numa fada…kkkk

              • Patrick Lucena

                28 de março de 2012 em 08:09

                kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Dumb Bitch

      28 de março de 2012 em 01:03

      Como você se sente por poder ser um descendente de Caim?
      –modo reporter off–

  97. Kurt

    27 de março de 2012 em 23:59

    Que história legal!

    • Frederico Fernandes

      17 de abril de 2012 em 10:11

       Pena não ter nem uma coerencia ,  bem ao estilo das histórias tiradas da biblía, pois se deus criou adão e eva e caim era seu filho não tem forma alguma dele ter encontrado uma outra mulher fora do “paraizo já que a mãe dele era a unica mulher existente em toda a Terra….

      • Wagner Alem

        26 de outubro de 2013 em 23:18

        Sim mais vc viu o nome desta mulher? Lility se for a mesma que penso eu seria 1 demonio e não uma mulher humana

    • Pac man

      31 de março de 2012 em 14:17

      A ultima imagem e muito tenso!!!!!!!!!!!!!

    • André Levino

      28 de março de 2012 em 10:41

      Que história absurda e sem nexo! Na verdade é um belo roteiro de filme classe C de hollywood.

      • vitr

        28 de março de 2012 em 18:06

        Ha Ha. absurda e sem nexo, entao vai ler poemas e os textos que minha professora de português passa pra gente, sem contar da Filosofia ¬¬

    • Gustavo Marques

      28 de março de 2012 em 01:21

      so  vim dar o parabens pro will

    • Artur Allen

      28 de março de 2012 em 00:01

      Como se você tivesse lido

      • Guilherme Lula

        28 de março de 2012 em 14:39

        eu sei q eu não li! kkkk

      • Gustavo Marques

        28 de março de 2012 em 01:22

        so vim dar o parabens pro Artur Allen

      • Kurt

        28 de março de 2012 em 00:25

        Eu li, e sinceramente, essa história de terror foi uma das melhores que já li aqui, ficando atrás somente da do Bob Esponja, do Pokémon e a do meu programa.

        • Serj Tankian

          28 de março de 2012 em 07:20

          seria,se isso n fosse uma teoria do primeiro vampiro,sabe?

      • Iago Borges

        28 de março de 2012 em 00:02

        Duvido kkk

        • Gustavo Marques

          28 de março de 2012 em 01:22

          so vim dar o parabens pro Iago Borges

        • Vault Boy

          28 de março de 2012 em 00:13

          é meio difícil ler essas coisas de madrugada, eu particularmente não leio, da muito medo pois moro em sitio ai fica dando barulhos estranhos e.e

          • Gustavo Marques

            28 de março de 2012 em 01:22

            so vim dar o parabens pro Vaul Boy

          • Pedro

            28 de março de 2012 em 00:17

            Aliens…

            • Gustavo Marques

              28 de março de 2012 em 01:23

              so vim dar o parabens pro Pedro Estrella

298 Comentários
Topo