Contos Minilua: O teatro de marionetes #14

E de uma forma geral, estou muito satisfeito com os contos. O desta semana, por exemplo, um dos mais interessantes que já recebi. Confira:

                                                                         O Teatro de Marionetes

Por: Jasceline Honorato

- Marionetes! Quem não ama marionetes? – Dizia a Srtª Flora, muito empolgada.

Ela era uma professora muito feliz. Feliz demais para o meu gosto. Não havia uma única aula sem música ou papel colorido. Ela fazia o ensino médio parecer uma creche! “Não usem tesouras com pontas!” dizia ela como se nós ainda tivéssemos sete anos de idade.

- Qual é a dessa tia? – Perguntavam os novatos da turma.

- Cara, ela é louca! – Respondiam os veteranos.

A Srtª Flora era formada em Artes Plásticas e dava aula de Educação Artística na rede pública há dois anos. Isso era tudo que nós sabíamos sobre ela. Nenhum outro detalhe era revelado e eu me perguntava constantemente sobre a sua escolha. Nós sabemos que a escola pública não é o sonho de muitos profissionais!

No entanto, a ruiva descabelada era apaixonada pela escola. Chegara ao colégio de um modo tão misterioso que nem mesmo o diretor se lembrava do ocorrido. “Ela foi enviada para lhes ensinar o que se deve!” dizia ele muito pomposo, sempre que era questionado. Logo se perdia no pensamento e mudava de assunto, como se aquela frase estivesse programada em seu cérebro.

Todas as terças nós tínhamos um encontro com a sorridente Srtª Flora. Nenhum aluno gostava muito dela… Nenhum aluno ligava muito para Artes. E mesmo em meio ao mar de bocejos e caras cansadas, a professora se mostrava o ser mais disposto do mundo! Seus vestidos floridos, sempre cobertos por um avental vinho e aquela cara insana e sorridente me incomodavam profundamente.

Apesar desses fatos, ela era razoavelmente suportável!

- Meus queridos, eu tenho uma notícia magnífica para vocês! – Disse ela fazendo uma pausa, como se esperasse uma reação positiva, mas não houve reação alguma, então continuou – Consegui uma autorização do Diretor para levar todos ao Teatro das Marionetes!

Confesso que houve certo burburinho, mas foi só a indignação. “marionetes?” eu pensei “Nós temos quantos anos?”.

- O Teatro das Marionetes só vem à cidade a cada dois anos, será magnífico! Nós iremos neste sábado à noite, estejam no pátio ás oito com essas autorizações – disse distribuindo os papéis – Se tiverem duvidas, é só perguntar. Será uma noite magnífica!

Se ela repetisse a palavra “magnífica” ou qualquer variação da mesma mais uma vez, ia acabar levando uma tesourada.

Quando levei a autorização aos meus pais estava certa de que eles não achariam uma boa ideia. Logo diriam: “Uma excursão ás oito da noite?”… Estava quase certa.

- Teatro, mas que maravilha! – disse meu pai – Mas é claro que você vai - qual não foi minha surpresa ao ouvir isso.

A semana se passou sem muito alvoroço e o único assunto que rolou foi por causa da facilidade com que todos os pais assinaram a autorização. Normalmente excursões da escola não eram feitas a noite e era estranho o modo como todos os responsáveis aceitaram sem muitos questionamentos.

No sábado, ás 19h30min, quase todos os alunos já estavam reunidos no pátio. Havia apenas um ônibus e me dei conta de que todos os alunos eram da minha sala. Uma excursão para apenas uma sala.

Caminhei até um pequeno grupo que se formou ao lado do nosso transporte. Eram em torno de cinco pessoas que conversavam muito escandalosamente.

- Ei! – comecei como quem não quer nada – Vocês sabem onde estão as outras turmas?

- Dããã! - respondeu uma garota alta cujo nome eu não sabia, mas lembrava de ter visto a mesma no fundo da sala – Só tem a gente, não esta vendo?

Eu me afastei como se não tivesse ouvido sua resposta. Na verdade foi tão inútil que eu preferia não ter ouvido. Antes que eu encontrasse mais alguém esperto o bastante para notar a estranheza da situação, uma voz muito irritante surgiu alegre pelo pátio.

- Marionetes! Quem não ama marionetes? – Dizia a Srtª Flora, muito empolgada.

- Srtª Flora! – chamei enquanto corria em sua direção – Onde estão as outras turmas?

- Hoje eu levarei apenas esta, - respondeu pausadamente como se eu fosse incapaz de processar suas palavras com exatidão – pois um teatro de marionetes é muito pequeno para todas as turmas.

-Claro! – gritou um garoto gordo e rosado – Só cabem marionetes lá!

O comentário foi seguido por algumas risadinhas histéricas e antes que eu pudesse comentar mais alguma coisa todos estavam entrando no ônibus. Subi com a maré e me sentei em um dos lugares do meio. Eu sempre me sentava no meio. O fundo era o lugar dos bagunceiros, a frente era dos notáveis, mas o meio, o meio era um mistério.

Logo o garoto gordo e rosado se sentou ao meu lado. Ele ocupava muito espaço e ainda trazia uma enorme mochila nas costas. Tive que me espremer ao lado da janela.

- Que tem nessa bolsa?

- Meu lanche!

Deveria ter imaginado. O ônibus partira sem eu me dar conta e logo a voz da Srtª Flora podia ser ouvida ditando regras, enquanto os alunos se esganiçavam com a cabeça para fora da janela.

- Não coloquem a cabeça ai! – gritava Flora.

“Em que eu me meti.” Pensava. Tentei ignorar o barulho, os gritos da Srtª Flora, o ruído do pacote de salgadinho que o gordo rosado levara, enfim tentei ignorar tudo, mas antes que minha paciência se esgotasse, já tínhamos chegado.

- Muito bem, desçam e formem uma fila ao lado do ônibus.

Todos mais que depressa saíram correndo. Eu estava aliviada por poder sair daquele inferno.

- Muito bem, cada um deve cuidar do seu par para que ninguém se perca.

- Par? – perguntei baixinho.

- Ela avisou dentro do ônibus, - disse o gordinho rosado que surgiu de repente – que deveríamos fazer dupla com quem estava do nosso lado!

“Merda!” Eu realmente não sabia como havia me metido nisso.

- Meu nome é Oliver!

- Eu sei.

- Mas nós nunca nos falamos!

- Mas eu ouvia a chamada.

- Ah. Qual seu nome?

- Charlotte!

- Ok!

- Vamos todos, por aqui! – chamou a Srtª Flora

Dei-me conta de que estávamos em um lugar nada agradável. O chão era puro barro, algumas poças de água muito suja se acumulavam pelos cantos. Em frente ao caminho que seguíamos estava a “lona de circo” mais absurda que já vi. Era um enorme veludo vermelho com vários detalhes dourados. Não estava molhado nem parecia ter sido afetado por chuva ou sol. Era surreal. Ninguém notara a estranheza?

Entramos por uma abertura feita no pano. Dois homens altos vestidos com roupas do século dezoito seguravam os lados da entrada. Eles usavam máscaras. Não havia nada de mais nisso, mas ao passar por um deles, tive a impressão de que as máscaras estavam vazias.

Entramos sem muita cerimônia, o lugar era apertado. Havia alguns bancos em forma de meia lua. Era como um picadeiro comum, desses circos que migram de cidade em cidade. A iluminação era feita com luzes amareladas e velas o que dava a impressão de ter entrado em uma passagem para outra época. Uma música tocava delicadamente ao fundo. Todos nós já estávamos sentados. Será que ninguém notara a estranheza?

De repente, eis que surge nosso anfitrião. Era mais um homem como os da entrada, mas sua roupa era feita do mesmo veludo da lona. Sua máscara era dourada e os olhos simplesmente não existiam. Todos estavam absurdamente quietos e olhavam fixamente para aquela figura. Então ele começou, com a voz mais doce do mundo:

- Marionetes, todas juntas! Mas nenhuma consegue ver o rosto da outra. Está escuro, frio e… Solitário!

- Façam-me companhia! – gritou outro mascarado, mas este era uma mulher.

Seu grito foi seguido por outras vozes e de repente estávamos cercados por homens e mulheres que pareciam grandes marionetes.

- Façam-me companhia! Façam-me companhia! Façam-me companhia!

Era insuportável. Minha professora então se levantou!

- Pare, eu ordeno que parem!

Todos se calaram. A Srtª Flora já não tinha mais o sorriso tosco que lhe acompanhava. Sua face estava rígida, suas sobrancelhas estavam serradas e seus lábios se contorciam de um modo estranho.

- Mas nós estamos tão sozinhos minha dama, - disse o anfitrião - nós estamos tão sozinhos!

- Nós estamos tão sozinhos! – repetiram os outros.

- Porque vocês, não nos fazem companhia?

Dito isso todas as marionetes avançaram para a plateia e todos começaram a gritar assustados. Cada uma das marionetes pegou uma criança, mas a Srtª Flora correu para o meio do picadeiro. Eu fiz o mesmo. Srtª Flora me olhou assustada.

- Eu não sei como cheguei aqui, eu não me lembro. – disse como se acordasse de um sonho.

Os alunos a fixaram com pavor.

- Charlotte, me ajude! – gritou o pequeno grande Oliver nas mãos de um dos monstros.

Eu o encarei. Encarei a professora. Encarei a marionete que o segurava. Ela o arrastou para frente e abriu a boca de Oliver apertando suas bochechas com força. Começou a colocar os dedos de sua mão direita sobre os dentes do menino até que seu pulso bateu nos lábios do garoto.

Oliver estava vermelho, sufocando, chorando, ele olhava para mim e pedia socorro, de algum jeito, ele pedia socorro. A marionete então forçou seu braço inteiro para dentro das entranhas do serzinho rosado e puxou a mão violentamente para fora, jogando sangue em mim e em Flora. Nas pontas de seus dedos ela segurava um coração. As crianças gritavam, tentavam fugir, mas era tudo em vão.

Eu ainda pude ver o brilho nos olhos de Oliver, antes que a vida se esvaísse por completo.

- Oliver? – disse Flora, a voz abafada pelo choro.

Mas o menino não caiu, não fechou os olhos. Ele continuava ali, parado. A marionete então cravou suas unhas no queixo de Oliver e começou a puxar sua pele. Flora gritou. Lentamente a pele daquele rosto gordo foi arrancada dando lugar a uma mistura de músculos e ossos. Outra marionete surgiu e colocou uma máscara branca sobre a pele. Depois de encaixá-la, a marionete usou os dedos finos para arrancar os olhos azuis da pobre criança. Arrancou-os e jogou-os em Flora!

- Nós estamos tão sozinhos! – disse Oliver.

- Agora ele vê!

Flora me olhou apavorada, incapaz de pronunciar qualquer palavra. Todas as marionetes começaram a arrancar órgãos de dentro das crianças que gritavam de agonia e desespero. Elas clamavam o meu nome e o de Flora. Olhos eram arrancados e jogados no picadeiro junto com as peles das faces de trinta crianças aflitas.

- Como é solitário o mundo das marionetes.

Flora ajoelhou-se diante de mim.

- Charlotte, o que está acontecendo?

As marionetes jogavam os órgãos em cima da pobre professora que chorava, gritava, mas não conseguia se levantar. Eu olhei seus olhos e só havia desespero.

Então eu segurei suas mãos em um ato de bondade, toquei em seu rosto triste e enxuguei algumas lágrimas. Depois levei a mesma mão ao meu rosto e puxei eu mesma a minha pele. Flora olhava tudo atônita.

- Porque você não me faz companhia, Srtª Flora?

Flora gritou e se rastejou para longe. Eu segui até ela calmamente, levando minha mão até seu peito. Os batimentos estavam acelerados.

- Marionetes! Quem não ama Marionetes? – disse eu, muito empolgada.

Então meu anfitrião trouxe-me a máscara dourada, mas eu recusei.

- Olhe para mim, Flora! Quem não ama marionetes?

E dito isso, arranquei-lhe as entranhas que ferviam junto com o seu pavor. Cravei minhas garras em seu estômago e puxei cada centímetro daquelas tripas borbulhantes lançando-lhe um olhar muito satisfeito.

- Engraçado como o seu cabelo já não é tão ruivo!

Ela desfaleceu ali mesmo, na lama. Eu olhei ao redor, vi todas as crianças mortas. Apenas Oliver tinha ganhado sua máscara. Eu caminhei por aquele chão cheio de pedaços inúteis.

- Peguem tudo, minhas queridas.

Minhas marionetes comeram com muito gosto o seu jantar e logo o teatro estava partindo para um novo lugar. Eu já não poderia voltar à escola. Então vim para cá. Ver você. Você não gostaria de me fazer companhia? Afinal, quem não ama marionetes?

Reaja! Comente!
  1. Carlos Eugenio

    14 de junho de 2015 em 12:52

    super bizarro esse conto,mas legal!!

  2. Matheus Felipe

    11 de outubro de 2013 em 06:55

    Muito bom, reviravolta foda!

  3. Lucas Dias

    15 de junho de 2013 em 16:59

    Na verdade, eu sempre odiei marionetes

  4. Deborah Rodrigues Fiorotti

    31 de maio de 2013 em 18:44

    nunca fui em uma excursão escolar, nunca vi um show de marionetes, e a partir de agora se achar alguma excursão esquisita não vou, e nunca vou assistir shows de marionetes agora. o.O temos que ser precavidos.

  5. [email protected]

    19 de maio de 2013 em 08:00

    Tenho lido alguns contos dessa serie e estou gostando. Muito criativos são os leitores, esse em particular que escreveu o conto contido nesta página merece os parabéns! Bem pensado e escrito, esse conto foi mais uma oportunidade de me surpreender com os delírios artísticos de um internauta.

  6. Stefany Souza

    13 de abril de 2013 em 13:32

    Cara que massa esse conto ><'

  7. Juan Carlos

    7 de janeiro de 2013 em 21:00

    Amo marionetes!!! SÓ QUE NÃO!!!

  8. Grim Reaper O ceifador solitario!

    1 de setembro de 2012 em 17:40

    Pinoquio aprova essa materia!
    *Reaper Drogado*
  9. Patrick Lucena

    26 de agosto de 2012 em 21:15

    Achei esse conto muito foda, um dos melhores que ja li, gostei bastante pois tenho medo de palhaços, marionetes, fantoches ou qualquer outro ser sem vida D;

  10. Julio Balbino

    19 de agosto de 2012 em 16:44

    Bem legal!

  11. Lucas Nascimento

    19 de agosto de 2012 em 16:17

    Eu não consegui entender muito bem. .-.

  12. Mateus Cremoliche

    18 de agosto de 2012 em 14:34

    My Fair lady~ <3

  13. Superpato

    16 de agosto de 2012 em 18:17

    Adorei o conto, e realmente foi uma surpresa o final! Parabéns Jasce!!!!

  14. Charlotte Scarlet

    16 de agosto de 2012 em 17:38

    muito legal a história! gostei! putz desde que os contos do minilua começaram eu já estava com uma história pronta (na minha cabeça) para enviar mas eu nunca tenho tempo de escrever, ou eu fico com preguiça, rsrsrsrsrs, agora eu já estou com três histórias em mente, vou ver se ainda essa semana me da coragem para escrever. rsrsrsrs

    • Otirra Madeira (C&A)

      16 de agosto de 2012 em 17:41

      você matou eles, assasina ¬¬

      • Charlotte Scarlet

        16 de agosto de 2012 em 17:50

        HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA.

        na realidade eu sou  filha do sasori! não reparou na semelhança????
        rsrsrsrsrsrsrsrs
        • Otirra Madeira (C&A)

          16 de agosto de 2012 em 17:54

          Suspeitei desde o principio !

  15. Maicon Frank

    16 de agosto de 2012 em 15:56

    Muuuito bom esse conto, bem descritivo. Um dos melhores que já li.

    • Raposa loka

      16 de agosto de 2012 em 16:19

      tambem acho

      • Raposa loka

        16 de agosto de 2012 em 16:20

        O MINILUA ACEITA MEUS COMENTARIOS

        • Jeff Dantas

          16 de agosto de 2012 em 17:29

          Todos aceitos, Raposa. ^^

  16. Slim Shady (Eminem)

    16 de agosto de 2012 em 15:22

    Li agora o conto/ Depois da tela preta, fiquei até meio tonto/ Mas voltando a história, achei legal/ A parte de arrancar a pele, achei mal, mas genial/ Quem sabe um dia Jasce não seja escritora/ Com certeza, seria o sucesso da editora/ Quando falava do gordinho/ Me lembrou aquele do up, que andava com o velhinho/ É sinistro essa história/ Mas tudo bem, eu nunca ia nas excursões da escola…

    • Jasce Honorato

      16 de agosto de 2012 em 20:18

      Ahh quem sabe um dia *—–* O gordinho rosado foi inspirado justamente no menininho do Up rsrsrs

    • Jeff Dantas

      16 de agosto de 2012 em 17:31

  17. Otirra Madeira (C&A)

    16 de agosto de 2012 em 14:18

    a garota fingiu estar sendo controlada ou era ela que controlava as marionetes desde o começo?

    • Jasce Honorato

      16 de agosto de 2012 em 15:09

      Ela fingiu para enganar o leitor! 🙂

  18. mathdudulv

    16 de agosto de 2012 em 14:02

    Muito bom

    • Jasce Honorato

      16 de agosto de 2012 em 14:14

      Valeu! 🙂

  19. Fernanda

    16 de agosto de 2012 em 11:52

    Nossa que foda! esse conto já virou o meu preferido *-*

    • Jasce Honorato

      16 de agosto de 2012 em 13:58

      *—-* Ahh que legal, obrigada! XD

  20. Wagner

    16 de agosto de 2012 em 11:18

    Muito bom*-* A Jasce está de parabéns, uns dos melhores que passaram por aqui 😀

    • Jasce Honorato

      16 de agosto de 2012 em 13:55

      Ah Obrigada Wagner, faço o possível, gosto muito de escrever rsrs ^^

      • Otirra Madeira (C&A)

        16 de agosto de 2012 em 14:13

        então escreva mais, gostei da historia e quero outras *-*

        • Jasce Honorato

          16 de agosto de 2012 em 14:15

          rsrsrsrs Vou escrever, tenho umas cinco ideias para novos contos aqui rsrsrsrs. 

          • Otirra Madeira (C&A)

            16 de agosto de 2012 em 14:17

            faz um pequeno spoiler pra mim? por favor! só diz sobre oq é T-T

            • Jasce Honorato

              16 de agosto de 2012 em 14:20

              Bom, eu tenho um esboço não muito claro na minha mente, então fica difícil das um spoiler. Um deles tem como enredo principal uma porta misteriosa e uma criança curiosa! rsrsrsrs

              • Otirra Madeira (C&A)

                16 de agosto de 2012 em 14:26

                lol, *-*

              • Harima Kenji

                16 de agosto de 2012 em 14:25

                Que combinação perfeita … pra uma encrenca xD …  não foi a curiosidade que matou o gato? kkk

                • Jasce Honorato

                  16 de agosto de 2012 em 14:31

                  Pobre do Gato rsrsrs Agora eu tenho medo de não superar as expectativas no meu próximo conto rsrsrsrs

                  • Harima Kenji

                    16 de agosto de 2012 em 14:39

                    Rsrsrs … coitado o psyco kkk … mas garanto que irá ficar otimo, vc tem talento de sobra 😉 … se quiser eu posso ler antes pra te falar como esta *-* … mas só se vc quiser.

                    • Jasce Honorato

                      16 de agosto de 2012 em 15:11

                      Pode ser, eu mando para você ver quando estiver pronto! XD

  21. Jasce Honorato

    16 de agosto de 2012 em 00:18

    Bom, resumindo, era tudo uma hipnose feita pela Charlotte. O objetivo é enganar o leitor, faze-lo pensar que a professora pode ser a conhecedora da verdade, quando de fato Charlotte apenas a usara. Oliver é quem senta com Charlotte e é o único a receber a máscara. Provavelmente por que Charlotte deu a ele favoritismo. Dele são arrancados apenas o coração,os olhos e a pele do rosto onde é posta a máscara. Essa retirada da face é a unificação das marionetes, elas são uma só, sem identidade. Os olhos representam a verdade, a verdade está bem na frente de nossos olhos mas muitas vezes somos cegados pelos nossos controladores que nos fazem verdadeiras Marionetes. É arrancado o coração de Oliver, porque o coração é um simbolo forte, é dali que vem o amor, o calor humano. No fim as Marionetes comem os restos das crianças. Isso representa a fome pela vitalidade. Crianças são alegres, representam a despreocupação, a inocência, a vontade de viver. As marionetes são velhos rígidos conservadores e solitários levando as crianças ao seu mundo de solidão. Eu queria que isso ficasse a quesito de interpretação. Implicitamente existe esses simbolismos no conto ^^

    • Harima Kenji

      16 de agosto de 2012 em 13:37

      JAAAAAAASSSSSSSCCCCEEEEE … seu conto ficou muito bom ^^ … um dos melhores que eu já vi … e com essa explicação ficou muito melhor, vc tem um grande talento com palavras, se um dia escrever um livro ou algo do tipo não esqueça de me falar, adoraria ler.

      • Jasce Honorato

        16 de agosto de 2012 em 13:54

        HAAAAAARIIIIIIIIIIMAAAAAAAAAAAAAA … XD Obrigada Harima, na verdade eu tenho alguns enredos para no minimo uns quatro livros. Estou escrevendo-os e quando conseguir terminar e publicar aviso para você XD

        • Harima Kenji

          16 de agosto de 2012 em 14:06

          Que legal xD … vc é a primeira pessoa que consegue fazer eu me interessar por leitura … fiquei envergonhado depois dos seus comentarios cheios de cultura e tão bem redigidos X)

          • Jasce Honorato

            16 de agosto de 2012 em 14:11

            Eita rsrsrs Mas cultura se adquire e eu escrevo razoavelmente bem porque gosto muito de ler, então tem muitas palavras na minha cabeça lol. Nhaa eu te fiz se interessar por leitura, Harima isso é tão gratificante para alguém que pretende publicar um livro, sério. Sempre que puder leia, qualquer coisa, mesmo algo curto, leia. Ler te faz pensar em tantas coisas, te tira do mundo comum e te aprofunda nesse universo de possibilidades *——*

            • Harima Kenji

              16 de agosto de 2012 em 14:19

              Rsrsrs … é verdade, eu comecei a ler um livro a alguns dias e é tão incrivel que eu não conseguia para de ler, a história era fascinate pois eu sentia como se estivesse vendo todas as paisagens, cenas, pessoas e coisas … são poucos os livros que me prendem. Quando vi já tinha passado horas, é incrivel como sua mente voa quando le. E agora acho que já estou até escrevendo melhor, estava cometendo muitos erros … eu leio bastante no pc mais não tem muito rigor no portugues como em um livro.

              • Jasce Honorato

                16 de agosto de 2012 em 14:29

                Livros são magníficos. Quando criança, eu costumava ser solitária, então eu lia. Livros eram a minha melhor companhia, hoje tenho uma pequena coleção de 230 livros. Contando os que já li em bibliotecas (centro cultural é uma dádiva) e os que emprestei de colegas, creio que já li mais de 600 livros dos mais variáveis assuntos, e tem os mangás também! Por isso eu tenho essa mania de associar tudo a histórias ou personagens lá no xat. São inúmeros seres vivendo na minha mente, sem contar as séries e filmes que eu assisto. Eu sou apaixonada pela arte de se criar histórias *-*

                • Harima Kenji

                  16 de agosto de 2012 em 14:36

                  Eu já fui assim … não sei porque eu não sou mais … adorava ler
                  quando era pequeno, lembro até hoje da estante de livros da minha sala
                  *-* … o que me resta ainda são os mangas, mas só tenho uma serie … pra ver como ler estimula a criatividade, o que falta muito hoje em dia pois ninguem mais gosta de ler, é uma pena que se fecham pra tantos mundos novos. Eu até tinha uma historia incrivel para escrever, mas por falta de incentivo a ideia morreu na casca … acho que vou desengavetar meus antigos projetos e voltar a escrever porque eu também adoro arte e seus textos tem me motivado.

                  • Jasce Honorato

                    16 de agosto de 2012 em 14:40

                    Acho que a internet se tornou mais atraente para os jovens do que um livro. Mas quanto a sua ideia, é como eu disse ao Tobi, acredite nela. Felizmente estamos em uma época onde se tem uma boa procura por livros. Depois do fim de Harry Potter, todos procuram a nova gansa dos ovos de ouro da literatura. Quem sabe essa gansa não seja sua?

                    • Harima Kenji

                      16 de agosto de 2012 em 14:50

                      A minha tá mais pra marreca rsrsrs … minha ideia é muito boa só que depois que li a sua ali em cima vou ter que suar pra conseguir que saia algo a altura da concorrencia kkk, tenho todos os personagens mais ainda falta trabalhar mais a personalidade deles … se eu for por em pratica vai ser mais pra que as pessoas sintam o mesmo que eu quando leio um boa historia … tá … e por um pouco de fama também x)

                    • Jasce Honorato

                      16 de agosto de 2012 em 15:06

                      rere Marreca! Minha história é complexa porque eu quis mesmo fazer tudo em mundo paralelo. Mas acredite, não precisa ser complexa para ser um sucesso XD

                    • Harima Kenji

                      16 de agosto de 2012 em 15:26

                      Hehehe ^^ mesmo que eu quisesse minha imaginação não esta num nivel extraordinario kkk … porem pode dar certo, mas o que quero mesmo é fazer ela virar um manga *-*

                • Otirra Madeira (C&A)

                  16 de agosto de 2012 em 14:31

                  eu tenho uma ideia pra criar um anime, se trata de um mundo de magia um garoto os amigos dele e etc, mas se eu for começar a contar não consigo parar

                  • Jasce Honorato

                    16 de agosto de 2012 em 14:37

                    Não conte na internet, sério, podem te copiar! Sou muito paranoica com a ideia de plagio rsrsrs Mas eu lhe digo uma coisa, se você acredita na sua ideia, não deixe ela morrer. Gostaria de saber mais sobre seu enredo. Eu tenho uma saga que estou escrevendo há 6 anos. Isso porque eu criei um mundo paralelo e tive que fazer um dicionário explicando expressões linguísticas, culturas, geografia e etc. Mas se tem uma coisa em que eu acredito, é na minha ideia!

                    • Otirra Madeira (C&A)

                      16 de agosto de 2012 em 14:40

                      muitas pessoas me achariam doido se dicesse isso pra elas porq eu sempre fico imaginando mais personagens as aventuras, mas ainda estou decidindo se o meu personagem morre ou perde os poderes no final :I

                    • Jasce Honorato

                      16 de agosto de 2012 em 14:59

                      Você não é doido, criatividade é uma dadiva! Sério, insista na sua ideia!

                    • Otirra Madeira (C&A)

                      16 de agosto de 2012 em 14:44

                      eu queria muito saber desenhar manga pra poder começar eu ja inventei mais de 400 episodios todos salvos em uma pasta especial no meu cerebro

                    • Jasce Honorato

                      16 de agosto de 2012 em 15:02

                      Nossa, uma vez minha escola ofereceu um curso gratuito de mangá. Eu fiz, mas tive que parar na metade. Mas sério, é tudo técnica, eu vi gente que entrou lá fazendo bonequinho de palito e saiu fazendo desenhos impecáveis de mangá!

                    • Otirra Madeira (C&A)

                      16 de agosto de 2012 em 15:11

                      não tive essa chance T-T

    • Marianne Hang

      16 de agosto de 2012 em 09:31

      Mas se ela hipnotizava todo mundo… pq ela tinha medo que o pai dela não autorizasse a ida ao teatro.?? Só depois ela lembrou que podia hipnotiza-la? E como uma demonia dessa tem pais normais???

      • Jasce Honorato

        16 de agosto de 2012 em 13:51

        rsrrs Pense da seguinte maneira: Quem está lhe contando essa história? A própria Charlotte, já que é uma narração em primeira pessoa. No final Charlotte diz que veio aqui lhe ver. Ou seja, enquanto você lê a história, ela te observa. Será que ela tem pais? Será que ela estava falando a verdade ou estava apenas tentando lhe enganar fingindo ser uma garota normal, como fez na escola, para depois te levar ao Teatro das Marionete? É essa sensação que se deve ter ao final. Fico muito feliz que vocês estejam expondo suas duvidas, isso é muito construtivo para mim, pois eu posso analisar as reações a fechar melhor o enredo ^^

        • Marianne Hang

          16 de agosto de 2012 em 14:01

          Obg pelo esclarecimento… ótimo texto.

          • Jasce Honorato

            16 de agosto de 2012 em 14:05

            Obrigada por expor sua duvida XD

        • Jasce Honorato

          16 de agosto de 2012 em 13:52

          e fechar*

    • Ynna

      16 de agosto de 2012 em 08:20

      Que bom que você explicou -porque eu achei meio enrolada a história – o que me faz pensar: Como Charlotte conseguiu levar todos para lá?

      • Jasce Honorato

        16 de agosto de 2012 em 13:46

        Ela usou a professora. Tudo era como uma ilusão, a professora foi escolhida para esse fim. Por isso o diretor (e a escola toda) não se lembrava da chegada dela. A ideia de usar o passeio como desculpa, o fato dos pais terem concedido facilmente a autorização e o fato de serem todos alunos da sala dela, tudo isso fazia parte do plano. Ela já observava os alunos da sua classe. Pense que a história tem um “que” de magia negra, não se prenda a explicações muito realísticas e óbvias, explore seu senso de interpretação ^^

  22. mariaantnia

    16 de agosto de 2012 em 00:02

    Gostei, li um livro com ”parecido” com isso, e já vi um filme tbm so nao lembro o nome, era mt massa, pq ele era um psicopata

    • Jasce Honorato

      16 de agosto de 2012 em 00:06

      Se lembrar o nome do filme ou do livro me passa *—*

  23. Alisson Nobrega

    15 de agosto de 2012 em 23:47

    mto massa. Quem n ama marionetes??

  24. John Lennon

    15 de agosto de 2012 em 23:41

    Muito bom o conto, só não entendi muito bem o final.

  25. Jasce Honorato

    15 de agosto de 2012 em 23:15

    Tinha me esquecido que havia enviado esse conto rsrsrs Obrigada por publicar Jeff, eu tinha um blog chamado “O mundo das Marionetes”. Esse conto eu escrevi especialmente para mandar para o Minilua ^^

    • Fernanda Baptista

      15 de agosto de 2012 em 23:48

       Gostei do conto ^w^
      Como era esse blog? Fiquei curiosa xD

      • Jasce Honorato

        16 de agosto de 2012 em 00:05

        Ah, e obrigada XD

      • Jasce Honorato

        16 de agosto de 2012 em 00:02

        Era um blog no qual eu escrevia contos, a maioria a ver com marionetes ou bonecas. Eu sempre tive sonhos macabros com esse tema, e isso me inspirava a criar os contos. Também falava sobre algumas questões do cotidiano que comprovava a nossa participação no mundo das Marionetes. Sempre achei magnifica a comparação que se pode fazer entre nós, que nos deixamos controlar por esses “podres poderes” e as marionetes em si. Parei de escrever quando fiquei sem tempo. XD

  26. Jose Neto

    15 de agosto de 2012 em 22:54

  27. Lemmy

    15 de agosto de 2012 em 22:43

    muito bom, os contos estão ficando cada vez melhores!

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:50

      Legal, valeu XD

  28. Gasai Yuno

    15 de agosto de 2012 em 21:24

    Marionetes… quem não ama?

    Eu
    • HotDog

      25 de outubro de 2013 em 14:04

      odeio bonecas marionetes bonecos de vetrilocos acho q td isso e obra do capeta

    • Hanna Botelho

      11 de junho de 2013 em 21:08

      somos 2

  29. Carol Nukenin

    15 de agosto de 2012 em 21:14

    Essas marionetes são da mesma fábrica que o boneco do fofão… rsrsrs

    LLeeggaall oo ccoonnttoo.
    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:49

      Aeee valeu XD rsrsrs

  30. jeff zika Mc

    15 de agosto de 2012 em 21:10

    jeff e seus fetiche por marionetes

  31. Psycho The Cat

    15 de agosto de 2012 em 21:10

    • Matryoshka-kun

      15 de agosto de 2012 em 21:25

      Onde fica isso? Deve ser um ótimo lugar para morar…

      • Psycho The Cat

        15 de agosto de 2012 em 21:27

        Lá só se passam ferias… permanentes.

        • Matryoshka-kun

          15 de agosto de 2012 em 21:33

          La tem bons hotéis?

          • Psycho The Cat

            15 de agosto de 2012 em 21:39

            Péssimos, mas é fácil de se imaginar pegando no sono. 

            • Matryoshka-kun

              15 de agosto de 2012 em 21:45

              Mas então são bem baratinhos né?

              • Psycho The Cat

                15 de agosto de 2012 em 21:47

                De graça.

                • Matryoshka-kun

                  15 de agosto de 2012 em 21:50

                  Viva! Já vou começar a fazer as malas

                  • Psycho The Cat

                    15 de agosto de 2012 em 21:55

                    Lembre-se, você não vai voltar do mesmo jeito que foi. 

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 22:18

                      Quem disse que vou voltar?

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 22:19

                      Excelente escolha. 

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 22:21

                      E se eu conseguir matar todos os moradores terei uma cidade inteira só para mim

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 22:22

                      Esqueça a carne e sangue quando chegar… 

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 22:39

                      Não entendi

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 22:44

                      Se eu explicar perde a graça. 

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 22:59

                      Você é dessa cidade?

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 23:05

                      Parcialmente.

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 23:07

                      Oq vc quer dizer com parcialmente?

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 23:10

                      Com experiencia e auto-conhecimento voce vai descobrir.

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 23:14

                      Onde fica essa cidade?

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 23:15

                      Se eu disser você vai me chamar de maluco.

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 23:26

                      tenho certeza q não

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 23:30

                      Pode parecer maluquice, mas se eu disser onde fica você nunca vai chegar lá.

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 23:34

                      como pode saber disso?

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 23:36

                      Quando chegar lá você vai entender.

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 23:41

                      Como posso chegar lá se vc não me diz onde é?

                    • Psycho The Cat

                      15 de agosto de 2012 em 23:46

                      Pode parecer maluquice, mas se eu disser onde fica você nunca vai chegar lá.²

                    • Matryoshka-kun

                      16 de agosto de 2012 em 00:00

                      aff, dane-se, eu vou continuar passando as férias em Silent Hill mesmo.

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 23:07

                      Parcialmente

  32. Psycho The Cat

    15 de agosto de 2012 em 20:59

    Boa historia, precisa do filme. 

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:47

      Ia ser legal XD

      • Psycho The Cat

        15 de agosto de 2012 em 23:51

        Seria muito macabro eu veria.

    • otome do mal

      15 de agosto de 2012 em 21:02

      se fosse um anime ia ser melhor

      • Otirra Madeira (C&A)

        15 de agosto de 2012 em 21:08

        tem bem o estilo daqueles animes macabros mesmo

      • Psycho The Cat

        15 de agosto de 2012 em 21:03

        Não, filme. Quentin Tarantino.

        • Otirra Madeira (C&A)

          16 de agosto de 2012 em 14:02

          muito curto pra ser filme ou anime, como historia ja ta bom

          • Psycho The Cat

            16 de agosto de 2012 em 18:25

            Dá para acrescentar mais acontecimentos sem deixar a historia desinteressante. Tarantino consegue.

  33. Weon Kenedi

    15 de agosto de 2012 em 20:58

    QUEIMA CHESSUSSS!!!!!

  34. Um qualquer

    15 de agosto de 2012 em 20:51

    Excelente conto, mas não entendi uma coisa… a professora os levou até ali, como ela não se lembrava de nada?? Estranho…

    • Julio Balbino

      19 de agosto de 2012 em 16:42

      pelo oque eu saiba,ela era controlada por Charllote que controlava as marionetes,ele era so uma peça para levar as crianaças ate ali,entendeu? 😀

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:45

      Charlotte fala sobre o fato de que a chegada da professora ao colégio era um mistério até para o diretor, que repetia a mesma coisa sobre ela, como se estivesse com aquilo gravado em sua mente. O tempo todo ninguém nota a “estranheza” dos acontecimentos, apenas Charlotte. No clímax do texto a professora percebe onde está, como se acordasse de um transe. Tudo fazia parte do plano de Charlotte, a professora era uma peça, tudo era apenas uma ilusão criada pelas Marionetes para conseguir as crianças. Meu objetivo era que quando a professora gritasse para as marionetes pararem e corresse para o meio do picadeiro, o leitor suspeitasse que o plano era dela, então ela revela que não se lembra do porque foi até lá e Charlotte mostra as faces. Como eu disse acima: 
      Ela acorda para sofrer com as Marionetes, Charlotte carrega a dor delas, e quer que a professora sinta a solidão. Seria isso ^^

  35. Mad Teddy

    15 de agosto de 2012 em 20:51

    Muito boa a história, mas eu não notei a estranheza.

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:38

      .-. rsrsrs

  36. Zetsu

    15 de agosto de 2012 em 20:43

    Essa historia poderia ter um final feliz  se o Kankuro existisse…

    • Mad Teddy

      15 de agosto de 2012 em 20:58

      Ou a Chiyo-baa

    • Pein ©

      15 de agosto de 2012 em 20:55

      Ou o Sasori…

      • Zetsu

        15 de agosto de 2012 em 20:59

        voce……..voce matou o itachi uchiha o meu personagem favorito…………..mais agora ele voltou… 

        • Mad Teddy

          15 de agosto de 2012 em 21:08

          obrigado pelo spoiler, MALDITO!! Onde você mora? Vou te caçar até os confins da Terra –‘

          • Zetsu

            15 de agosto de 2012 em 21:09

            desculpa cara não queria e que eu não me segurei

            • Mad Teddy

              15 de agosto de 2012 em 21:14

              Tudo bem cara, meu alvo agora é outro – -‘

          • Otirra Madeira (C&A)

            15 de agosto de 2012 em 21:09

            tobi nnão é o madara, o verdadeiro foi ressucitado pelo kabuto e tava quebrando os 5 kages até que o itachi desfez o jutsu de reanimação

            • Mad Teddy

              15 de agosto de 2012 em 21:13

              NÃÃÃOOO!!! VIAD.O!! Ainda bem que eu não li tudo, mas mesmo assim. Quando meu Death Note que eu comprei no mercado livre chegar tu vai ser o primeiro. 

              • Zetsu

                15 de agosto de 2012 em 21:16

                não xingue meu mestre Mad Teddy voce e so um desenho mal feito eu e meu mestre acabamos com voce ser pensar…..começe a medir suas palavras ok seu death note não e nada perto do poder da akatsuki

                • Mad Teddy

                  15 de agosto de 2012 em 21:19

                  Pode ser mal feito mas é original haha, e eu xingo ele do que eu quiser, pare meus dedos e meu caps lock se você for capaz. 

                  • Zetsu

                    15 de agosto de 2012 em 21:24

                    isso eu não posso parar mais VOCE eu posso!!!!!!

                    • Mad Teddy

                      15 de agosto de 2012 em 21:25

                      Não, não pode, e você sabe disso. Acostume-se ^^

                    • Zetsu

                      15 de agosto de 2012 em 21:28

                      eu sei que um desenho mal feito não pode parar um anime(mangá)…

                    • Mad Teddy

                      15 de agosto de 2012 em 21:31

                      Mas eu não quero que o anime pare, afinal eu acompanho ele. E também não quero é spoiler, igual ao que você vai me dar quando você ler este comment.

                    • Zetsu

                      15 de agosto de 2012 em 21:40

                      não tudo bem não vou mais botar spoiler para voce ler mais por favor…………..respeite nos os akatsuki

                    • Mad Teddy

                      15 de agosto de 2012 em 21:43

                      E eu respeito, só fiquei com raiva do spoiler, ainda mais que o cara fez aquilo de sacanagem – -‘

                    • Otirra Madeira (C&A)

                      16 de agosto de 2012 em 06:36

                      mad, não mecha com a akatsuki, ou nós vamos fazer mais spoilers do que você pode suportar

  37. Psycho The Cat

    15 de agosto de 2012 em 20:37

    Eu detesto marionetes.

    • Rebeca Macedo

      15 de agosto de 2012 em 20:45

      eu tinha um gato parecido com o da sua foto,mas o olho dele era verde…

      • Psycho The Cat

        15 de agosto de 2012 em 21:04

        Deveria ser muito bonito. 😎

      • Psycho The Cat

        15 de agosto de 2012 em 21:01

        “tinha”, agora ele me pertence.  

  38. Black King Mello

    15 de agosto de 2012 em 20:31

    Eu sou uma marionete, yeah! Você é uma marionete, yeah! Somos marionetes, yeah! Netes, netes, marionetes yeah!

  39. Mad Teddy

    15 de agosto de 2012 em 20:31

    “não usem tesouras com pontas!” dizia Eliana no seu antigo programa infantil.

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:37

      lol rsrsrs

  40. Psycho The Cat

    15 de agosto de 2012 em 20:30

    Tenso…

  41. Flavia Naomi

    15 de agosto de 2012 em 20:28

    Que triste eu nao entendi muito bem… A Charllote era tambem uma das marionetes ??

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:36

      Sim, ela era a controladora delas. O tempo todo Charlotte sabe da “estranheza da situação”, no entanto os outros alunos e a professora estão basicamente hipnotizados. A professora é só uma peça que serve para levar as crianças ao teatro. No momento que que a situação fica tensa todos saem do transe, por isso a professora diz não saber onde está. Ela acorda para sofrer com as Marionetes, Charlotte carrega a dor delas, e quer que a professora sinta a solidão. Mas eu gosto de deixar tudo meio implícito! ^^

  42. Matryoshka-kun

    15 de agosto de 2012 em 20:20

    e o pior é q eu tenho uma marionete…

    • Mad Teddy

      15 de agosto de 2012 em 21:01

      Ou ela que tem você. Durma com isso muahaha

      • Matryoshka-kun

        15 de agosto de 2012 em 21:08

        Depois dessa vou logo incinera-la…

        • Mad Teddy

          15 de agosto de 2012 em 21:10

          Meu trabalho aqui está feito.

          • Matryoshka-kun

            15 de agosto de 2012 em 21:12

            Que trabalho? Assustar as pessoas ou destruir marionetes?

            • Mad Teddy

              15 de agosto de 2012 em 21:33

              Desculpa eu li errado. A resposta certa é os dois, ainda com um sorriso no rosto xD

              • Matryoshka-kun

                15 de agosto de 2012 em 21:38

                Mission failed capitão, eu não estou assustada e não queimei minha marionete, na verdade eu botei ela na mesa do meu computador… Ela me disse q queria ver também…

                • Mad Teddy

                  15 de agosto de 2012 em 21:40

                  Viu ela já ta te dando ordens, tarde demais

                  • Matryoshka-kun

                    15 de agosto de 2012 em 21:44

                    Marionetes! Quem não ama marionetes?

                    • Mad Teddy

                      15 de agosto de 2012 em 21:47

                      .357! Quem não ama as .357? rsrs pode vim marionete

                    • Guilherme Freire

                      15 de agosto de 2012 em 21:53

                      .44!Quem não ama uma .44?Come at me marionete xD

                    • Mad Teddy

                      15 de agosto de 2012 em 21:55

                      Eu não sou uma marionete, você é uma marionete!Todos vocês são! Se afastem de mim! auhuhe parei

                    • Matryoshka-kun

                      15 de agosto de 2012 em 22:20

                      Moral da história: Não coma legumes

            • Mad Teddy

              15 de agosto de 2012 em 21:14

              Exato. Mas sempre com um sorriso no rosto ^.^

  43. Nosferatu Alucard

    15 de agosto de 2012 em 20:18

    essa creepy me lembrou aquela musica do Metallica: ‘
    Master of puppets I’m pulling your strings…’ / \

    #vampirobebao 
    • otome do mal

      15 de agosto de 2012 em 20:32

      verdade 

  44. Elizeu Santos

    15 de agosto de 2012 em 20:18

    puxa muito foda

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:32

      Valeu XD

  45. Gabriel Vieira

    15 de agosto de 2012 em 20:17

    Eu tinha uma professora que o nome dela é Marionete

    • Black King Mello

      15 de agosto de 2012 em 20:26

      Eu tinha uma marionete que o nome dela é Professora.

      • Pedro

        15 de agosto de 2012 em 20:30

        e então o mundo explodiu….

        • Charlotte Scarlet

          16 de agosto de 2012 em 17:44

          Qual o nexo disso????????

  46. Rafael Theodoro

    15 de agosto de 2012 em 20:11

    Fiquei Com Um Poko De medo No Final ‘-‘

  47. Jessica Caramelo

    15 de agosto de 2012 em 20:08

    Alguém resume pra mim?

    • Pedro

      15 de agosto de 2012 em 20:31

      escola, professora chata, turma bagunceira, teatro de marionetes amaldiçoadas, turma sendo morta, professora sendo morta e por fim a charlote era a líder das marionetes….

      • Jessica Caramelo

        15 de agosto de 2012 em 23:23

        Ah… interessante hein… o.O

      • Black King Mello

        15 de agosto de 2012 em 20:35

        Professora drogada leva turma para um teatro de marionetes, mas ocorre uma reviravolta e o efeito das drogas acaba e a professora percebe que a turma está sendo morta pelas marionetes, depois a personagem principal mata ela e assume o comando das marionetes. 

        • Jasce Honorato

          15 de agosto de 2012 em 23:30

          Ela gosta de comer cogumelos, a professora! kkkkkkkkkk

        • Pedro

          15 de agosto de 2012 em 21:17

          uma turminha do barulho aprontando altas confusões num circo doido pra cachorro…

          • Jasce Honorato

            15 de agosto de 2012 em 23:29

            Bom resumo rsrsrsrsrs

  48. otome do mal

    15 de agosto de 2012 em 20:03

    eu sou uma maronete tem um mestre me controlando socorro!

    • Bruno Melo

      15 de agosto de 2012 em 20:04

      Eu amo marionetes, todos amamos marionetes, por mais que você não saiba, você ama marionetes! Eu amo marionetes, você ama marionetes, ele ama marionetes, todos amamos marionetes. Isso ai, o mundo é das marionetes! \o/

      • Jeff Dantas

        15 de agosto de 2012 em 20:09

        • Bruno Melo

          15 de agosto de 2012 em 20:12

          Hehe. Viu só, quem não ama marionetes? xD

      • jeandeassis

        15 de agosto de 2012 em 20:06

        Sei não hein,acho que essa é a professora de português deles,ensinando os pronomes!!Kkkk

        • Bruno Melo

          15 de agosto de 2012 em 20:08

          Não vou falar com você, porque você não ama marionetes. Se tu não ama marionetes, não vem desamar os amadores. Entendeu?

          • jeandeassis

            15 de agosto de 2012 em 20:11

            Marionetes são legais!!

    • Otirra Madeira (C&A)

      15 de agosto de 2012 em 20:04

      VOU FALAR COM O SASORI ^^

      • otome do mal

        15 de agosto de 2012 em 20:08

        nao chame akele pervertido por favor

        • Otirra Madeira (C&A)

          15 de agosto de 2012 em 20:12

          -sasori, VENHA CÁ!

          -Chamou?
          • otome do mal

            15 de agosto de 2012 em 20:17

            maldito pirulito

            • Otirra Madeira (C&A)

              15 de agosto de 2012 em 20:19

              • otome do mal

                15 de agosto de 2012 em 20:26

                o caraio vc e mal

                • Otirra Madeira (C&A)

                  15 de agosto de 2012 em 20:28

                  • otome do mal

                    15 de agosto de 2012 em 20:33

                    espero que ele nao me ache to muito bem escondida

                    • Otirra Madeira (C&A)

                      15 de agosto de 2012 em 20:37

                      -AXO!

                    • Seth .

                      15 de agosto de 2012 em 20:46

                      sasori-sama nao merece viver com essa tabua 

                    • otome do mal

                      15 de agosto de 2012 em 20:40

                      merda eu vou me vingar de vc seu maldito pirulito de laranja 

                      vou arancar suas tripas
                    • Otirra Madeira (C&A)

                      15 de agosto de 2012 em 20:46

                      #Fail

                    • otome do mal

                      15 de agosto de 2012 em 20:56

                      eu nao sou esse inutil do naruto e nao vou sujar as minhas maos com vc vou contratar alguem 

    • Pedro

      15 de agosto de 2012 em 20:04

      antes marionete do que fantoche…(espero que entenda…)

  49. otome do mal

    15 de agosto de 2012 em 20:01

    Então vim para cá. Ver você. Você não gostaria de me fazer companhia? Afinal, quem não ama Marionetes?

  50. Otirra Madeira (C&A)

    15 de agosto de 2012 em 19:59

    só gostei de poucos contos até agora, e esse é um deles *-*

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:27

      Valeeeu XD

      • Otirra Madeira (C&A)

        16 de agosto de 2012 em 14:15

        faça mais =D

  51. Otirra Madeira (C&A)

    15 de agosto de 2012 em 19:57

    Me Ajuda Chessus!!

    • Zetsu

      15 de agosto de 2012 em 20:46

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk lembrei dele agora………………………………………….mestre 

      • Otirra Madeira (C&A)

        15 de agosto de 2012 em 20:50

        ashuashuashuas

        • Zetsu

          15 de agosto de 2012 em 21:02

          não ria…….voce me fez e eu sei quem voce é

          • Otirra Madeira (C&A)

            15 de agosto de 2012 em 21:06

            Ok parei ¬¬

  52. Rebeca Macedo

    15 de agosto de 2012 em 19:56

    amei *-*

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:25

      Fico muito feliz Rebeca, XD

    • Bruno Melo

      15 de agosto de 2012 em 20:01

      Claro, quem não ama marionetes?

      • Rebeca Macedo

        15 de agosto de 2012 em 20:14

        muita gente

        • Bruno Melo

          15 de agosto de 2012 em 20:21

          Ah, que pena… =/

          • Rebeca Macedo

            15 de agosto de 2012 em 20:24

            pois é,todos deveriam amar marionete =/

            • Otirra Madeira (C&A)

              15 de agosto de 2012 em 20:25

              não amarei até saber usar saporra

              • Rebeca Macedo

                15 de agosto de 2012 em 20:30

                então…tá

  53. Jeff Dantas

    15 de agosto de 2012 em 19:52

    Marionetes, cuidado com elas. ^^

    • jeandeassis

      15 de agosto de 2012 em 20:00

      Mestre das marionetes,cuidado com ele…

      • Zetsu

        15 de agosto de 2012 em 20:47

        MALDITA SAKURAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

      • Serj Tankian

        15 de agosto de 2012 em 20:37

        COME CRAWLING FASTER! OBEY YOUR MASTER! YOUR LIFE BURNS FASTER! OBEY YOUR MASTER, MASTER, MASTER OF PUPPETS I’M PULLING YOUR STRINGS…

  54. vanlucian

    15 de agosto de 2012 em 19:51

    Bem elaborado conto. 

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:23

      Obrigada! ^^

  55. Bruno Melo

    15 de agosto de 2012 em 19:47

    Fiquei com dor de cabeça e meio cego depois de ler esse texto… Afinal, quem não ama marionetes?

  56. Pedro

    15 de agosto de 2012 em 19:46

    a [b]lona[/b] era feita de [b]veludo[/b]

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:23

      E ninguém notou a estranheza! rsrsrsrs

      • Pedro

        15 de agosto de 2012 em 23:39

        pequenos detalhes… 😉

    • Bruno Melo

      15 de agosto de 2012 em 19:51

      Quem fez a lona ama marionetes…

  57. Black King Mello

    15 de agosto de 2012 em 19:46

    Será que ninguém notara a estranheza?

    • Bruno Melo

      15 de agosto de 2012 em 19:48

      Mas, quem não ama marionetes?

      • Monica Coelho

        16 de agosto de 2012 em 17:15

        eu ‘-‘

        • Otirra Madeira (C&A)

          16 de agosto de 2012 em 17:35

          por que você visita tão pouco o minilua monica? (caso não saiba eu sou o shura)

  58. Seth .

    15 de agosto de 2012 em 19:41

    meus olhos 

  59. Pedro

    15 de agosto de 2012 em 19:41

    meus olhos…*-* eu amo essa sensação de cegueira depois de sair da tela preta..

    nota (4/5) pro conto….
    • Bruno Melo

      15 de agosto de 2012 em 19:48

      E eu amo marionetes

      • Jasce Honorato

        15 de agosto de 2012 em 23:20

        rsrsrsrs Quem não ama Marionetes?

        • Kyun Yui

          16 de agosto de 2012 em 13:20

          “Quem não ama Marionetes?” Eu detesto elas, me fizeram ficar com insônia por 2 semanas quando era menor. Alias, seu conto esta otimo *-*

          • Jasce Honorato

            16 de agosto de 2012 em 13:37

            rsrsrsrs Acho que a frase chega a ser irônica.  Obrigada XD

  60. Anônimo

    15 de agosto de 2012 em 19:40

    Odeio a tela preta Mas eu li…..

    Esse foi fraco, mas deu pra assus tar mau irmão mais novo =D
    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:19

      Ta valendo rsrsrsrs

  61. Nosferatu Alucard

    15 de agosto de 2012 em 19:38

    fodastica! Jeff quem foi que escreveu? / \

    #vampirobebao 
    • Jeff Dantas

      15 de agosto de 2012 em 19:40

      Foi a Jasceline Honorato. ^^

      • Nosferatu Alucard

        15 de agosto de 2012 em 19:57

        foi um dos melhores que eu já li! / \

        #vampirobebao 
        • Jasce Honorato

          15 de agosto de 2012 em 23:19

          Obrigada ^^

  62. Hyoga Yukida

    15 de agosto de 2012 em 19:37

    jeff finalmente ganhou acesso a area assustador parabens \o/ (agora arruma um jeito de tirar essa merda)

    • Jeff Dantas

      15 de agosto de 2012 em 19:38

      Tadinha da tela preta. O q ela te fez? hauahahah

      • Otirra Madeira (C&A)

        15 de agosto de 2012 em 19:54

        hyoga racista ¬¬

  63. Yuki Chan (Minitsuki Zero)

    15 de agosto de 2012 em 19:35

    Sasori no Danna, é você? 

    • Hatsune Miku

      4 de julho de 2013 em 18:33

      sasori amo o sasori, e o deidara e o itachi e.. o neji *-*

    • Italo Martins

      17 de agosto de 2012 em 13:42

      Não, ele já morreu!

    • Anônimo

      15 de agosto de 2012 em 19:38

      hm …

  64. Luís Eduardo

    15 de agosto de 2012 em 19:31

    Ta preto…

    • Otirra Madeira (C&A)

      15 de agosto de 2012 em 19:39

      Não ao racismo! o/

  65. Flan

    15 de agosto de 2012 em 19:30

    Mais com tela preta veio :c

    • Super

      15 de agosto de 2012 em 20:54

      o que ela te fez? 

  66. Jeff Dantas

    15 de agosto de 2012 em 19:30

    Confesso que me surpreendi. A Jasce está de parabéns. ^^

    • Stefany Souza

      13 de abril de 2013 em 13:33

      Um dos meus favoritos ^^

    • Jasce Honorato

      15 de agosto de 2012 em 23:18

      Obrigada XD

      • Misaki

        18 de agosto de 2012 em 12:25

        Verdade  garota . Tu ta de parabéns o/

  67. Seth .

    15 de agosto de 2012 em 19:30

     Marionetes! Quem não ama Marionetes? – Dizia a Srtª Flora, muito empolgada.   eu nao amo 

    • Vicky Francisco

      16 de agosto de 2012 em 09:03

      eu ñ amo marionetes ^^

    • Jeff Dantas

      15 de agosto de 2012 em 19:31

      Essas, no caso, são bem diabólicas. Vale a pena conferir. 🙂

      • Seth .

        15 de agosto de 2012 em 19:33

        estou lendo jeff ,sem spoiler 

  68. Lord Belial

    15 de agosto de 2012 em 19:30

    posta mais contos pra podermos ler é interessante e bom para quando não se tem nada para fazer.

  69. Menino Jesus

    15 de agosto de 2012 em 19:30

    Meu pai.

    • Psycho The Cat

      15 de agosto de 2012 em 19:39

  70. ashley

    15 de agosto de 2012 em 19:29

    FUUUUUUUUUUUUUU

  71. Robson Hunter

    15 de agosto de 2012 em 19:29

    #tuiteumamusicacomguei 

  72. Davi Rodrigues

    15 de agosto de 2012 em 19:29

    tela preta *-*

    • mavis vermilion

      16 de agosto de 2012 em 12:14

      excelente

    • Psycho The Cat

      15 de agosto de 2012 em 19:30

      tela preta *-*²

      • Anônimo

        15 de agosto de 2012 em 19:35

        Tela preta*-*³

        • Pedro

          15 de agosto de 2012 em 19:49

          tela preta *-* ³+¹

    • Psycho The Cat

      15 de agosto de 2012 em 19:29

      Depois eu leio

      • Psycho The Cat

        15 de agosto de 2012 em 19:32

        • Jasce Honorato

          15 de agosto de 2012 em 23:17

          Me gusta Alecnho! Gateeeeenhooos!

291 Comentários
Topo