Contos Minilua: Só Falta Você #241

Pois é, e lembrando que todos os temas são aceitos. O mais importante, claro, a sua participação. E-mail de contato: [email protected]! A todos, uma excelente leitura!




Só Falta Você




Por: Suelen Sales

fear girl

Então vocês querem uma história de terror né? Talvez eu não seja a pessoa certa para isso, afinal, quem é que bota terror em quem? A morte? Vocês tem algum medo da morte?  Acho que sim. Mas ela é um personagem velho, que chega para todos.  Com o tempo, vendo tanta gente ir com ela, perde a Graça. Dizem que eu nasci junto com o mundo. Enquanto para alguns vim de uma grande explosão, para outros um cara bonzinho (demais) me moldou com uma argila batida.

Ambos estão errados. Eu já estava aqui antes disso tudo acontecer, eu era só uma poeira, virei sombra, tomei forma, e conforme o homem evoluía eu crescia junto. Eu me tornava cada vez mais presente, em todos os lugares, e mesmo me notando eles continuavam fazendo igual. São meio idiotas, esses humanos. Às vezes eu me meto em pequenos furtos; uma doença aqui, um vício ali, algumas guerras onde habitam pessoas mais idiotas ainda. Varia muito do meu humor.

Tem vezes que eu simplesmente fico em um lugar só, me alimento das próprias pessoas, continuo tranquila e calma, vivendo minha vidinha durante algum tempo.Depois eu saio de leve, é cansativo ficar esperando alguma coisa nova em um lugar velho. Ah, minha aparência?

Na sua imaginação eu tenho olhos grandes, dentes afiados, um hálito podre e sempre chego à noite segurando alguma arma para te matar? Ou não? Perdoe-me, eu sou simples demais. Pegue um espelho. Depois lhe dou mais detalhes.

Pra começar, eu não chego devagar ou lentamente. Sou rápida, e faço muito barulho conforme me aproximo. Eu não anseio matar ninguém, isso outra pessoa pode fazer por mim. Eu só fico parada, te vendo dormir, me alimentando dos seus sonhos e estudando seus medos. Eu gosto de quebrar copos, pratos, dar curto-circuito em aparelhos eletrodomésticos. Gosto da confusão, do desespero.

O silêncio nunca foi meu melhor dote, muito menos minha principal arma. Ele é para os fracos que abusam do inimigo desavisado. Eu sou… Só uma parte? Embora eu tenha sempre me considerado inteira, ao ler isso você sente que falta alguma coisa, não é? Deve ser noite agora, ou tarde, não importa.

Vai ter muito barulho, depois algumas lâmpadas queimadas ou fogo em um lugar próximo. Você vai ouvir passos rápidos e barulhentos como uma corrida de cavalo, seu computador vai piscar várias vezes e talvez você veja minha imagem de relance. Eu não sei o que vai acontecer depois.

Eu nunca sei. Bonecas quebradas, queimadas, palhaços, sangue, manchas nas paredes, mensagens decodificadas, mundo inferior, música de suspense, crianças cantando, circo abandonado, um parque na névoa, a menina do poço.  Só sei que falta você.

Reaja! Comente!
  1. Anderson Morgan

    31 de janeiro de 2016 em 19:26

    a menina do poço? A Alma Wade ou a minha Sammy? Ou quem sabe a própria Sadako ‘o’

  2. Carlos Eugenio

    27 de julho de 2015 em 10:47

    otimo conto!!!

  3. Thaynara Graziela

    21 de maio de 2015 em 13:34

    bem bosta

  4. KAMILA LINDA

    30 de abril de 2015 em 15:35

    UIII QUE MEDO RS

  5. Laila Nakamura Chan

    27 de abril de 2015 em 18:28

    não entendi muito ‘-‘ .

  6. Jeff_Silveira

    25 de abril de 2015 em 08:51

    Lindo conto, parabens, gostaria que publicasse também”A CASA SEM FIM”

  7. sandro santos

    22 de abril de 2015 em 20:22

    aff perdi 3 minutos da minha vida pra isso

    • Domyouji Dark

      26 de abril de 2015 em 14:39

      Você podia ter parado de ler quando quisesse. Aculpa é sua.

      • sandro santos

        26 de abril de 2015 em 19:45

        sim eu poderia te parado de ler quando eu quisesse. Mais eu não só do tipo de pessoal que ler só metade de um texto e fala se o texto e bom ou ruim, eu lei ate o fim pra depois da a minha opinião flw.

  8. Renan Nixus

    22 de abril de 2015 em 18:59

    FEAR 3. Jogo muito bom por sinal

  9. Little Uchiha™

    22 de abril de 2015 em 15:21

    Kkkk lembrei agora q eu fui pesquisar sobre a propaganda chata da trivago e vi q tinha até fanfic baseada no ccomercial kkkk.
    Não gostei do conto, muito biográfico.

  10. Samuell Miranda

    22 de abril de 2015 em 14:00

    ultimamente estive me queixando da falta de contos, mas pq isso velho? mds além do texto ser pequeno ainda é fraco.

  11. Blue

    21 de abril de 2015 em 23:28

    Não, desculpe, não gostei, quando vão aprender que a Morte não é um monstro terrível? É só a Morte, não é má, não é boa, não é justa, não é injusta, não mata nem dá vida, é apenas a Morte, ela não nasceu, sempre existiu, junto com a vida, é um ciclo infinito, não há motivo para ter medo da Morte, não é algo que existe para nos fazer sofrer, é apenas a simples Morte.

  12. L

    21 de abril de 2015 em 23:18

    li tomando suco…nem me arrepiou…kkk

  13. Jeff Dantas

    21 de abril de 2015 em 23:12

    • Anderson Morgan

      31 de janeiro de 2016 em 19:27

      Como não amar Alma Wade?

    • L

      21 de abril de 2015 em 23:27

      ei Jeff antigamente os contos minilua costumavam ter musica de fundo pra criar uma tensao…agora nao tem mais???….desculpe a pergunta é que sou um usuario antigo mas tem um tempo q nao apareco por aqui….kkk

      • Anderson Morgan

        31 de janeiro de 2016 em 19:28

        Agora só tem nas Creepypastas

      • Jeff Dantas

        21 de abril de 2015 em 23:33

        Aeeee simmm, não seria má ideia! De repente, pode voltar… 🙂

        • L

          21 de abril de 2015 em 23:37

          simmm…e agradeço pela resposta Jeff

    • L

      21 de abril de 2015 em 23:16

      q coisa mais fofa essa menina….kkk

21 Comentários
Topo