Contos Minilua: O mistério de Oliver #192

E sim, para participar, não tem mistério. Para tal, envie o seu texto para: [email protected]! A todos, é claro, uma excelente diversão!




O mistério de Oliver

Por: José Victor Coutinho

cats

Repentinamente tudo começa a parecer mais frio e pálido, ainda sonolento e com os olhos fitos à escuridão da própria mente Oliver percebe que não está mais sobre o colchão macio de sua cama, lentamente abre os olhos e vê-se que está deitado em um úmido gramado. A dor de cabeça não é mais imperceptível, e Oliver não tem ciência de onde está, só vê um punhado de árvores que atrapalham sua visão, porém consegue escalar um pequeno rochedo onde consegue ter uma vista um pouco melhor.

Durante a subida, percebeu um movimento estranho das árvores causada pela forte e repentina ventania seguido por um som irritante, nesse instante o menino devido as circunstâncias tapou os ouvidos e parando a escalada virando-se para o horizonte. Uma imagem que jamais iria sair de sua mente, um incrível lumiar saindo de uma parte menos densa da floresta, e ia ficando maior, fazendo com que o vento soprasse mais forte, era tão estranho e tão belo, que ao perceber não importava mais nada ao redor, somente a luz branca na qual arrancou algumas lágrimas, durou uns 30 segundos até a luz cessar e gerar uma pequena onda de choque.

Correndo em direção ao fato ainda ludibriado pela luz, entrou em um campo arenoso aberto onde não se via muita coisa percebia-se que saia uma espécie de fumaça do chão causada pelo aquecimento do solo úmido, e também existia uma imagem horrível de três corpos ensanguentados à alguns metros.

Com o todo o corpo bambo e não muito entusiasmado chegou mais perto e viu que os mortos tinham os olhos arrancados, e tinham sinais de que tinham sido arrastados causando-lhe uma sensação de enjoo e junto com o efeito da luz, não custou à vomitar. De joelhos no chão, viu cristais vermelhos, o sangue dos corpos misturou-se com a areia que de tão aquecida foi que virou vidro.

Guardou um pedaço no boldo e correu em direção à cidade, que do campo aberto já se via alguns prédios.A corrida não parecia ter fim, alguns galhos batiam em seu rosto, alguns cortes apareciam, de vez em guando caia, ele tinha uma sensação de que estava sendo perseguido, e quão mais rápido corria mais algo chegava perto, “Não quero ser o próximo” pensava ele, de vez em quando olhava para trás e via a escuridão que o cercava cada vez mais, até que por fim, deu-se na estrada principal, que o levaria para o portão da cidade.

Chegando à sua casa, prometeu que não iria contar a ninguém, e entrou pelos fundos, e correu em direção ao seu quarto, no qual teria uma ótima e bela noite de insônia..

Continua…

Reaja! Comente!
  1. Dr.V

    20 de maio de 2014 em 15:45

    Gostei,causou um certo ar de suspense e misterio.Por enquanto o conto esta otimo,nota 10.
    Esperando a segunda parte 😛

  2. Ophelia Soares

    19 de maio de 2014 em 15:12

    as musicas do Luan Santana são mais assustadoras que esse conto…

    • Lucas Rodrigues

      19 de maio de 2014 em 20:07

      Não são piores do que Anitta, Valesca Popozuda e afins

    • Forasteira Hardrock

      19 de maio de 2014 em 16:22

      pegou pesado shaushaushausha

  3. Lukass Guilherme

    18 de maio de 2014 em 20:35

    E eu achando q os contos ia volta mais legau .-. espero q a segunda parte seja melhor

  4. Cacuety Comment

    18 de maio de 2014 em 10:21

    Tem um pequeno errinho ai: “Alguns cortes de vez em >guando< caia,...."

  5. Cacuety Comment

    18 de maio de 2014 em 10:08

    O verdadeiro mistério é: Porque Oliver não pagou a pensão?

    [img]http://extra.globo.com/incoming/12273257-5f4-a4e/w448h673-PROP/oliver.jpg[/img]

    • Adriano Saadeh

      20 de maio de 2014 em 12:35

      rachei de rir aqui
      kkkkkkk

  6. Lucas Rodrigues

    18 de maio de 2014 em 06:49

    Bem, não vou fazer uma avaliação agora pois seria injusto. Espero que a continuação esclareça bem esse contexto nebuloso no qual se encontra este conto. Lendo essa 1ª parte não consegui absorver nada da ideia principal do conto, então fico ansioso para que o mistério seja resolvido na continuação. Caramba, será que nunca verei as sequências de “In Marte”, “Estranha companhia”, “Tá com você” e “Possedit”? Pior que se caso forem postadas vou ter que reler todas as partes 1 :/
    Aproveitando aqui pra divulgar meu blog:
    http://universoleituracontoscreepys.blogspot.com.br/2014/05/critica-homem-de-ferro-3.html
    http://universoleituracontoscreepys.blogspot.com.br/2014/02/rostos-falsos.html
    http://universoleituracontoscreepys.blogspot.com.br/2014/01/fera-indomavel.html

  7. Terrorista

    18 de maio de 2014 em 02:55

    de vez em guando
    guantánamo

  8. Kairos

    18 de maio de 2014 em 02:18

    hm…
    moh noia
    espero q a continuaçao seja boa

  9. Rake Mal

    18 de maio de 2014 em 01:46

    Gostei. Eu tenho uma suspeita de que os vilões desse conto são ET’s. (Meu primeiro comentário)

  10. Beliel

    18 de maio de 2014 em 01:23

    Conto interessante.

  11. Laudy Morena

    18 de maio de 2014 em 01:22

    “continua…”
    =(
    & eu ainda esperando a continuação dos contos In Marte, Tá Com Voc, O Colecionador de Órgãos…

    • Lucas Rodrigues

      18 de maio de 2014 em 06:55

      Ainda estou escrevendo a parte 2 do Colecionador. Presumo que será o #194 (ou o #195, dependendo da boa vontade do Jeff u.u)

  12. Allen Walker

    18 de maio de 2014 em 00:04

    desci para ver se tinha continua e tem então não vou nem ler.

  13. Homer J. Simpsons

    17 de maio de 2014 em 23:54

    Ned Franders:esse conto foi realmente bom,envolvente e interessante ansioso para ver o próximo.
    Homer:mas que Flanders idiota.

  14. Fora Esteira

    17 de maio de 2014 em 23:28

    A parte: “Oliver percebe que não está mais sobre o colchão macio de sua cama, lentamente abre os olhos e vê-se que está deitado em um úmido gramado.” Me lembrou da série Penpal. Quem não conhece ou ainda não leu, eu recomendo, é muito boa e você realmente fica envolvido na trama. O autor postou a história no Reddit, e agora já lançou um livro da série e ele confirmou que um diretor renomado de cinema entrou em contato com ele para um possível filme (estou esperando por isso).
    Espero que a continuação desse conto saia logo, estou ansiosa.

    • -_thiago_-

      19 de maio de 2014 em 14:16

      eu to lendo essa serie no MedoB mas ainda nao acabou kk… Eu to gostando muito eseria muito legal se fizessem um filme :3

    • DCemblemático

      18 de maio de 2014 em 07:11

      Essa serie e foda pra cacete, eu quase chorei quando aconteceu uma coisa ruim com o amigo dele he-he-he

    • Fora Esteira

      17 de maio de 2014 em 23:32

      Pra quem quiser saber, o autor é o 1000Vultures e o site Medo B e o Creepypasta Brasil já fizeram a tradução da série, só dar uma procurada na net.
      Aqui tem todos traduzidos no CPBR: http://creepypastabrazil.blogspot.com.br/search?q=1000Vultures

27 Comentários
Topo