Contos Minilua: Uma noite comum #118

Uma Noite Comum…

Por: Leonardo Zorzetto

Era uma noite como todas as outras, eu tinha tomado banho e ido assistir um pouco de TV. Eu olho no relógio que ficava sobre a parede branca da sala,e vejo que já era 02:10 da madrugada, como teria que estudar de manha,deveria dormir agora para não ficar tão cansado no dia seguinte.

Desculpe não me apresentar,Meu nome é Rodrigo e tenho 16 anos.

Ainda moro com meus pais, mas nessa noite eles iriam dormir fora e eu ficaria sozinho em casa.

Então, como em todas as noites, fui dormir. Mas quando comecei pegar no sono, um barulho vindo de algum lugar da casa me acordou. Primeiramente  pensei que fosse apenas uma janela batendo, já que eu morava em um apartamento no quarto andar do prédio e estava acostumado a ouvir esses sons no meio da noite.

escuro

Fui ver o que era. Quando entro na cozinha me deparo com tudo no lugar e nada quebrado ou nada desse tipo, aliás o apartamento inteiro estava com janelas fechadas e tudo em ordem. No começo achei estranho e voltei a dormir, mas outro barulho me acordou repentinamente. Pareciam passos. Nessa altura eu já estava sentindo um pouco de medo…

Levanto e mais uma vez vou checar o apartamento, sei que deveria dormir e deixar isso prá lá, mas a curiosidade falou mais alto.

Dessa vez eu encontro uma coisa diferente, eu podia jurar que a janela estava fechada, mas agora ela estava escancarada. Um frio subiu pela minha espinha, e agora eu realmente estava com medo.

Fecho a janela e volto a dormir, mas por algum motivo eu olhei para o armário e vi uma fresta entre as portas que estavam entre abertas. Pareciam olhos. Lá estavam eles, me observando.

olhos

Cubri a cabeça com o cobertor, fingindo estar dormindo. Pelo que eu escutava, a criatura tinha saído do armário e agora estava andando pelo quarto… Foi então que eu comecei a ouvir alguns sussuros bem perto de mim:

- Você vai morrer. Você não escapará. É o seu fim.

Se eu realmente dormir ele irá me matar,pois ele sabe que estou acordado,ele só esta brincando comigo,ele está esperando eu adormecer ou, até mesmo, me entregar à morte.

Um tempo se passou e, aparentemente, ele foi embora e agora estou sozinho aqui. Com muita coragem, eu me levanto para ligar para meus pais e até mesmo para a polícia, mas algo me chama a atenção, uma frase esta escrita na parede:

EU SEI QUE VOCÊ LEVANTOU…

parede

E essa foi esse a ultima pista que a policia achou perto do corpo decapitado de Rodrigo Alvares Dos Santos,Um rapaz de 16 anos de idade,que foi assassinado em seu próprio quarto…

E agora, o que você acha de ir dormir como em todas as outras noites comuns?

Me adicione no Facebook: Nandy Martins

E faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Reaja! Comente!
  1. João Victor

    11 de dezembro de 2013 em 17:07

    Já aconteceu algo parecido comigo, mas só me encarava eu fingi está dormindo até pega no sono pesado, fico acontecendo a mesma coisa umas 3 semanas seguidas.

  2. Geovani Alexandre

    5 de outubro de 2013 em 23:16

    um conto que eu fiz na quinta série em 30 minutos como trabalho de classe ficou mais bem elaborado que esse aí ¬¬

  3. Larissa Castro

    6 de setembro de 2013 em 19:42

    noossa mto sem graaça essa histooria esperaava mais

  4. Jorlan Darcq

    3 de setembro de 2013 em 20:15

    gostei muito, é o tipo de contexto que eu gosto de explorar, o fato de estar em casa sozinho e algo assustador acontecer.
    só tenho dois conselhos pra você:
    1º tome cuidado quanto ao tempo da história; ex: “… FUI ver o que era. Quando ENTRO na cozinha…”
    FUI está no passado e ENTRO está no presente. Nesse caso use todos os verbos no mesmo tempo, se é no passado ou no presente.
    2º se o protagonista é o narrador, ele não pode morrer no fim da história, afinal, quem estaria contando depois? a menos, é claro, que a historia seja narrada como uma carta, que alguem encontrou… no mais a narrativa está muito boa.
    entenda que não estou criticando, apenas mostrando no que pode ser melhorado.
    te convido a ler meu conto nesse site: A Criatura, é o nº #6.
    se vc tem mais contos, me add no face, pra eu ler, e eu te passo o link dos meus.
    abração

  5. ownNer dlL

    1 de setembro de 2013 em 20:59

    vo dormi de boa cara obg 😀

  6. Guilherme Seidy

    31 de agosto de 2013 em 11:52

    Na imagem 1 eu lembrei do Doug…

  7. Selma Camila Barbosa

    30 de agosto de 2013 em 16:24

    Nunca mais fico acordada até de madrugada, nunca mais…

  8. Garota Infernal

    29 de agosto de 2013 em 14:57

    Não gostei. Escritores, por favor, coloquem uma coisa na cabeça de vocês; Contos do minilua é para todos os gêneros, terror, humor, mistério, romance, tudo! Poxa, é a mesma história que muitas, devem ter um 60 sobre assassinos que conseguem matar a pessoa, poxa, em uma delas a vítima não pode simplesmente esmagar a cabeça do assassino?
    Uma história clichê contada de forma legal, final surpreendente, personagens sem alma, não se sabe nada sobre eles.
    Nota: 2
    Prós: Bem escrito.
    Contras: Todo o resto da obra.

    Gente, eu tenho um blog de contos, vou postar um daqui a pouco, acessem:http://contosocontadordehistorias.blogspot.com.br/

    • Jorlan Darcq

      3 de setembro de 2013 em 20:21

      outras pessoas podem postar em seu blog?
      posso postar em seu blog?
      como faço pra postar em seu blog?
      me add no face, se possivel
      obr

  9. Freddy krueger

    28 de agosto de 2013 em 21:08

    “Cubri a cabeça com o cobertor, fingindo estar dormindo.”
    isso ai fera! otimo plano

  10. Valentinna Vasconcellos

    28 de agosto de 2013 em 20:07

    Fiquei meio imparcial em relação ao conto. Concordo com muitos que o conto ficou clichê. Bem escrito, mas pareceu que o autor pegou várias ideias de várias histórias diferentes para criá-lo. O autor sabe colocar as palavras de forma que não fique uma coisa confusa, porém não soube conseguir, digamos, uma ideia mais original para o conto, por conta disso ele ficou muito parecidos até com contos postados aqui.

  11. Litzen Vampiro

    28 de agosto de 2013 em 15:57

    Muito curto, parecia que ia ficar legal mas acabou rapido e clichê, “dormir a noite?”, a noite estou andando por ai…

  12. Lucas Rodrigues

    28 de agosto de 2013 em 14:26

    Já no primeiro parágrafo percebi que o conto é super clichê, mas foi bem escrito, enredo simples, de fácil entendimento, porém, deixou muitas pontas soltas, merece pelo menos uma continuação pra esclarecer esses mistérios, deu a impressão de que ficou sem sentido.
    Não tem nada de espetacular, mas a simplicidade da história foi bem aproveitada.
    Nota: 6,0 – Regular.
    OBS: A imagem 2 me deu medo, parece o Jeff The Killer rsrsrsrs
    #voltaJeff

    • Iago Fernandes

      28 de agosto de 2013 em 14:56

      Quem é Jeff The KIller

      • Lucas Rodrigues

        28 de agosto de 2013 em 17:05

        Aqui está ele!
        [img]http://3.bp.blogspot.com/-xzYgqZUTCZw/UO1lp8h5hcI/AAAAAAAACa0/NQsGjMM1b-k/s640/jeff-killer-go-to-sleep+(3).jpg[/img]

      • Lucas Rodrigues

        28 de agosto de 2013 em 15:06

        É um personagem de histórias de terror da internet, ele é um assassino que mata suas vítimas quando elas dormem e com uma faca. Tem creepypastas dele, já forma postadas aqui mesmo no minilua, já teve até um conto postado, o nome do conto é Jeff The Killer: a queda #55, eu acho ele assustador pela aparência que é muito bizarra, é um maníaco sanguinário rsrsrs

  13. Ana Castro Abreu

    28 de agosto de 2013 em 14:18

    meh… poderia ser bem melhor

  14. nathália Rodrigues

    28 de agosto de 2013 em 14:14

    ah, minhas janelas tem grade. Entrem se conseguirem. u.u

  15. Luís Felipe

    28 de agosto de 2013 em 10:36

    Parei de ler no primeiro parágrafo. Mas deixa eu adivinhar:
    -Alguém morre
    -O protagonista se caga de medo
    -O “monstro” só aparece pra uma pessoa.

  16. Orochimaru - Dono

    28 de agosto de 2013 em 09:51

    Também achei fraquinho, já li piores. Parabéns para o escritor.

    • Leonardo Zorzetto

      28 de agosto de 2013 em 18:50

      valeew atéé acheei um pokoo fracoo tbm,maiis valeuu pelo apoio

  17. Lenalee

    28 de agosto de 2013 em 09:49

    Esse conto ficou meio que…ah sei la.

    • Estudante

      28 de agosto de 2013 em 09:51

      Ficou meio que ”Já vi outros assim em vários outros lugares”…Não é um conto ruim,mas essa ideia não é original…

      • Lenalee

        28 de agosto de 2013 em 10:52

        É isso mesmo. ^^

  18. Wagner

    28 de agosto de 2013 em 08:35

    Tô com um conto aqui pronto desde a época em que o Jeff postava essa série. Acho que foi um dos piores que eu fiz, mas mandarei assim mesmo =/

    • Iago Fernandes

      28 de agosto de 2013 em 14:55

      EU gostei daquele que você fez ”Reunião” kkk rachei de rir podia fazer outro igual só que com outros personagens

    • Lucas Rodrigues

      28 de agosto de 2013 em 14:19

      Não pode ser tão ruim assim 🙂

  19. Um qualquer

    28 de agosto de 2013 em 08:33

    Fraquinho.

  20. Bardock

    28 de agosto de 2013 em 06:44

    Isso é pra aprender a não sair da proteção infalível do cobertor.

  21. Dark J

    28 de agosto de 2013 em 00:51

    Muito, genérico veio. Tenta algo mais original.

  22. Gaby

    28 de agosto de 2013 em 00:05

    Foi bem escrito, mas digamos que foi um pouco clichê, e lembra muito a história do Jeff The Killer. .-.

    • Matheus S.

      28 de agosto de 2013 em 10:36

      Concordo…

      • pattreson junior

        1 de setembro de 2013 em 00:50

        tbm

  23. Naruto Uzumaki

    28 de agosto de 2013 em 00:03

    PQP levei um susto do caralho na segunda foto.

  24. 3 Hits

    27 de agosto de 2013 em 23:46

    não é o Jeff que posta mais os contos não?

    • John Rambo

      28 de agosto de 2013 em 10:49

      Na verdade ele fugiu ou morreu.

    • Matheus S.

      28 de agosto de 2013 em 00:01

      Enquanto o Jeff está de “férias”,a Nandy que está postando.

      • 3 Hits

        28 de agosto de 2013 em 00:02

        hum, entendo.

  25. 3 Hits

    27 de agosto de 2013 em 23:45

    um bom conto. nada de excepcional. Mas não foi mal escrito.

  26. Matheus S.

    27 de agosto de 2013 em 23:43

    A imagem 1 me lembrou o final da abertura do Doug…

    • Samuel Abreu

      28 de agosto de 2013 em 20:36

      thu, thu thu thu thu thu thu!

    • LVMC

      28 de agosto de 2013 em 10:29

      Pior que e mesmo Slender!

  27. Estudante

    27 de agosto de 2013 em 23:24

    ”E agora, o que você acha de ir dormir como em todas as outras noites comuns?”
    Acho perfeito,vou continuar fazendo agora e por toda a minha vida…
    E você autor,o que acha de escrever contos clichês e chatos como todos os autores comuns?

    • Samuel Abreu

      28 de agosto de 2013 em 20:35

      Verdade!

    • Kelbert

      28 de agosto de 2013 em 13:10

      huehuehue

  28. Aleister Crowley

    27 de agosto de 2013 em 23:21

    Doidera.

46 Comentários
Topo