Contos Minilua: Inoxidável #59

E como sempre, sinta-se a vontade para participar. O e-mail de contato, claro: [email protected]! Uma boa leitura a todos!




Inoxidável

Por: Waldenis Lopes

Ela me mostrou a arma e engoliu em seco. A observei estático, não sabia o que fazer diante daquela situação. Ela deu alguns passos em minha direção, me encarou e deixou escorrer uma lágrima do seu olho direito. Seus belos olhos verdes estavam marejados, em volta avermelhados; ela havia chorado muito durante o dia, e agora, num ato de desespero, me forçava a tomar uma decisão. Uma decisão hedionda, algo repugnante. Algo que faz parte de mim, e que agora ela queria usar para benefício próprio. Mas eu estou enferrujado, acho que perdi o jeito para isso.

Ela estava me forçando a tomar essa decisão.

A arma estava apontada para a sua cabeça. Uma colt. 40. Ela mordeu seus lábios. Olhou os arredores. Ameaçou puxar o gatilho. Ela iria se matar se eu não concordasse. Meu coração queimou. Minhas pernas tremeram. Olhei-a com docilidade, escondendo o meu desespero e respondi:

-Sim, meu amor. Irei. Farei o que você deseja.

Sua respiração ofegante se transformou num suspiro de alívio. Fechou os olhos e sorriu como se tivesse retirado algo de cima das costas. Sua risada explodiu como uma tosse, meio forçada, meio psicótica, porém sincera. Todavia, ela não parou por ali.

- Prometa meu bem. Quero que prometa!

Ela disse isso cerrando os dentes e apontando a arma, agora para mim. Eu dei um passo para frente. Ela se preparou para disparar. Um vento gelado entrou pela janela daquele quarto de motel de quinta. Fechei a janela devagar… Num relance, abaixei-me rapidamente e consegui puxar seu braço, ela urrou, a arma caiu e eu a apanhei. Ela correu até a cama e retirou de baixo dela um punhal. O quê?

Ela trouxe aquele objeto escondido de mim para cá? E ainda o escondeu?! Talvez ela tivesse previsto o que iria acontecer. A olhei com espanto. Ela avançou. A driblei e contornei a cama de casal do quarto; ela furiosa, correu até mim tentando me cortar de qualquer jeito.

- Prometa! Prometa! Eu quero que jure por sua vida!

Eu conseguia enxergar a sua angústia e falta de consciência naquela hora. Desviei o quanto pude. O punhal raspava pelo meu rosto e braço, mas não a ponto de me ferir.

Eu não poderia prometer. Eu não poderia fazer aquilo. Não posso cumprir o desejo dela, ela estava louca.

A pequena espada me atingiu, e cortou o meu peito, rasgando minha camiseta. A ferida foi intensa e começou a sangrar. Ela me prendeu contra a parede. A arma branca estava em sua mão direita, segurava-a firme contra mim, tentando atingir o meu pescoço. A fúria a fez ganhar força sobre-humana. Tentei aparar sua mão, foi difícil impedir o golpe. Estávamos empatados. Ela então, com a mão que estava livre, tentou recuperar a arma de fogo que eu segurava.

Seu toque agressivo no meu braço fez a arma disparar.

O tiro ecoou quarto adentro.

Ela caiu imóvel aos meus pés, largando a adaga e respirando com dificuldade. Um tiro certeiro no seu abdômen. Seus olhos me fitaram, seus cabelos louros invadiram seu rosto fino e suado, um fio de sangue escorria de sua boca. Ela pediu ajuda. Eu a observei com desprezo. Olhei para a ferida no meu peito. Sangue vermelho como púrpura cobria minha camiseta.

A confusão no quarto não chamou a atenção de ninguém. Aquela região já era bastante barulhenta e violenta. Um tiro não faria diferença naquela noite. Afinal, todas as noites se escutavam tiros. Paramos naquele motel para planejar a nossa fuga, mas de última hora ela decidiu fazer algo que nos renderia bastante dinheiro sem que precisássemos fugir. Mas como eu havia dito antes, uma decisão hedionda, algo repugnante.

Eu não poderia aceitar aquela proposta. Ela já havia percebido que eu relutaria e veio preparada com a colt de seu pai e uma adaga de família. Mas olha só como o destino brinca conosco, não é mesmo?

Lágrimas escorriam de nossos olhos. Ela implorou por ajuda. Mas ela não pediu perdão.

-Me ajude e começaremos o serviço.

Serviço?! Não. Insanidade.

Pensei. Analisei. Ajoelhei-me, beijei-a na testa e disse:

-Adeus, meu amor.

Apontei a colt para sua testa e disparei. O tiro atravessou sua cabeça, parando no chão. Por ela estar deitada, o buraco deixado pelo tiro atrás de sua cabeça não foi tão grande como deveria ser. Mas fez um belo estrago.

Levantei-me e fui até o meu carro. Cumprimentei o guarda ao longe no portão, mas ele não respondeu, pois estava num sono profundo. Peguei meu estojo de violino. Entrei no quarto, tranquei a porta, coloquei as cortinas na janela. Abri a caixa do instrumento musical e retirei meu brinquedinho. Uma faca de aço inoxidável de alto teor de carbono, muito, muito afiada.

Ela me ajudou a cortar o corpo de minha amada. Peguei as nossas malas de fuga, tirei as roupas que estavam dentro, apanhei uns sacos de lixo no banheiro e ensaquei cada parte com muito carinho. Os guardei na mala com todo cuidado. Limpei a bagunça. Passei algumas horas esfregando aquele sangue todo.

No fim, o quarto estava limpo de novo. É, parece que estou em plena forma. Peguei meu carro e fui embora. O guarda acordou assustado e liberou a saída, tão sonolento que nem notou que o banco do passageiro estava vago.

Na estrada, o sol estava nascendo. Para onde eu iria? Não sei ainda. Mas para longe.

Enterrei as malas em algum lugar perto do lugar que Judas tinha perdido suas botas. Coloquei flores no lugar e orei por sua alma. Descanse em paz meu amor. E não…

Eu não vou matar os seus pais.

Reaja! Comente!
  1. Carlos Eugenio

    15 de junho de 2015 em 15:47

    Bem sangrento!

  2. Phatom Uchiha

    3 de dezembro de 2012 em 17:01

    kkkkkkkkk mente de psicopata

  3. Valber Phoebus

    23 de novembro de 2012 em 17:25

    Nossa cara! Cabuloso! Parabéns! Espero ver mais contos seus por aqui!

    Nota 10!

  4. Luz (Aloka!)

    22 de novembro de 2012 em 18:54

    Detalhes, detalhes… Quero ver quando vai aparecer alguém aqui que escreva melhor do que você, Waldenis! Adorei o conto! Suspense, sangue, psicopata, mulher louca, tiro, bagunça, esquartejamento, Judas, doideira!! Kkkkkkkkkkkkkkk’ Top 10 dos melhores contos do Minilua, sem mais! 

    • Waldenis Angélico

      22 de novembro de 2012 em 19:01

      Obrigado Luz!! Fico feliz!!

  5. giiu chan

    22 de novembro de 2012 em 18:35

    “…Sangue vermelho como púrpura” AEUHEUEHAUEAHEUAHAE Cara, púrpura é roxo. Pfvr.

    • Waldenis Angélico

      22 de novembro de 2012 em 19:00

      Este detalhe me passou despercebido. Corrigido no texto original. Mas o que importa é: Gostou ou não? 🙂

    • Luz (Aloka!)

      22 de novembro de 2012 em 18:49

      Adoro um sangue roxo! Deve ser mó do mal ele! Huahuahuah!

  6. Gabriela Fernandes

    19 de novembro de 2012 em 16:18

    *–* Um dos melhores que já li aqui no Minilua. Adoro esses tipos de história. Parabéns, cara. 

  7. WAAAZAAAP

    19 de novembro de 2012 em 12:43

    Enterrei as malas em algum lugar perto do lugar que Judas tinha perdido suas botas. Coloquei flores no lugar e orei por sua alma. Descanse em paz meu amor. E não…

    Eu não vou matar os seus pais.

    ERA ESSE O PEDIDO DELA????

    • Waldenis Angélico

      19 de novembro de 2012 em 23:20

      Sim, era sim. =)

  8. jejé

    19 de novembro de 2012 em 09:08

    acho que foi previsível..mas não ficou ruim..vou mandar um também..quando estiver com tempo pra escreve-lo

  9. Psycho The Cat

    19 de novembro de 2012 em 05:16

    BlackTela

  10. Psycho The Cat

    19 de novembro de 2012 em 05:16

  11. Psycho The Cat

    19 de novembro de 2012 em 05:08

    Não esta ruim.

  12. Psycho The Cat

    19 de novembro de 2012 em 05:08

    Historia estilo Domingo Maior. 

  13. Gumball Watterson

    18 de novembro de 2012 em 15:35

    Só uma coisa a dizer sobre isso….

  14. Altair Ibn-La'Ahad

    18 de novembro de 2012 em 15:26

    Waldenis.. Vc e seus contos fodões.. Psicopata, detalhado, bom enredo, mistério, violência, luta, assassinato. Nota 10!
    Só um pequeno vacilo, acho. 
    “Ela trouxe aquele objeto escondido de mim para cá? E ainda o escondeu?!” Se ela trouxe escondido é desnecessário dizer q o escondeu, pois ela o trouxe “ESCONDIDO”.
    • Waldenis Angélico

      18 de novembro de 2012 em 16:36

      De boa cara!! Kkkkkkkk’ É que ela trouxe escondido dele e ainda o colocou em baixo da cama do motel. ^^ Escondeu duas vezes! Hehehe! Fico feliz que tenha gostado! 

  15. Nameless

    18 de novembro de 2012 em 14:36

    Não sei porque essa história me lembrou do clã Uchiha… Ah é, lembrei o porque agora! Deve ser porque o Itachi matou todo mundo!

    O conto ficou bom. Não daria nota 10, talvez um 9, mas ficou bom.

  16. Vandheer Lord

    18 de novembro de 2012 em 14:05

    Eu teria feito o serviço de boa ^^

  17. Ariane (brace yourselves, winter is coming)

    18 de novembro de 2012 em 14:02

    Será que só eu acho que o minilua tá paradão? Nada postado desde ontem…#xatiada

    • Vault Boy

      18 de novembro de 2012 em 17:54

      Feriadão os mods devem tudo estar na rua (tem mais vida social que eu suauhsuha)

  18. Isaac Barbosa

    18 de novembro de 2012 em 13:39

    Achei sensacional , e a forma de escrita muito legal . Foi algo que me prendeu , e me trouxe as sensações que o autor queria passar . Achei bacana a forma como ele/ela descreve a morte , de maneira dificil no inicio , mas facil no final . Tá de parabéns ^^

    • Waldenis Angélico

      18 de novembro de 2012 em 13:57

      Valeu cara! 

      • Vandheer Lord

        18 de novembro de 2012 em 14:05

        foda ^^

  19. Gasai Yuno

    18 de novembro de 2012 em 13:21

    O conto foi legal

    Mas eu cheguei a achar que a história ia acabar e ele não ia revelar a tal proposta…
  20. faccao central

    18 de novembro de 2012 em 13:11

    muito legal o conto mas se ele não quis matar os sogros por que ele teve que matar a namorada

    era mais facil ele ter deixado ela morrendo e ir na policia contar o que aconteceu
    ou então matasse os sogros mesmo dai ele ficava com o dinheiro e com a namorada lol
  21. Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

    18 de novembro de 2012 em 13:05

    Proximo post cade vc meu filho????
    Só os fortes entendem….

    • faccao central

      18 de novembro de 2012 em 13:08

      isso tudo é vontade de ser a primeira a comentar?

      • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

        18 de novembro de 2012 em 13:15

        Não….até pq sei que vc vai comentar primeiro…
        Mas realmente eu quero Post de Creepypasta….faz muito tempo que não vejo uma…

        • faccao central

          18 de novembro de 2012 em 13:18

          se fossem postar creepypasta acho que seria a noite

          e de tarde  essas coisas assustadoras não tem tanta graça
          • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

            18 de novembro de 2012 em 13:28

            De qualquer jeito eu iria ver o post….
            Queria ate mandar uma creepypasta pra eles…..conheço varias 🙂

  22. Vault Boy

    18 de novembro de 2012 em 12:55

    Impressão minha ou não teve nenhum comment do capeta lambendo o Jeff?

    • Ariane (brace yourselves, winter is coming)

      18 de novembro de 2012 em 15:49

      Hummmmmmm sei não essa história aí

    • faccao central

      18 de novembro de 2012 em 13:08

      vault acho que é melhor você esquecer

      ele ja disse que tem medo de brigar com você por que você é rockeiro kk
  23. Elyane

    18 de novembro de 2012 em 12:43

    Adorei o conto, com bastante suspense…d+…

  24. Waldenis Angélico

    18 de novembro de 2012 em 12:23

    Valeu Jeff por ter postado meu conto! Valeu mesmo! Ele me rendeu um tempinho de pesquisa, mas valeu a pena! Até eu me surpreendi com o resultado. Me inspirei no caso da Suzane Richthofen, ele poderia ter terminado assim. =) A quem gostou, fico feliz.

    • Ariane (brace yourselves, winter is coming)

      18 de novembro de 2012 em 13:56

      Parabéns pelo conto! ^^

      • Waldenis Angélico

        18 de novembro de 2012 em 14:02

        Obrigado =D

  25. Shun

    18 de novembro de 2012 em 12:17

    Que genro “legal”, preferiu ficar sem a namorada, e não matar os sogrinhos (que eram cheios da grana). Se ele tivesse feito o que ela queria,  além de se livrar da sogra chata ,ele estaria agora com a  namorada gostosona aproveitando uma vida de rico.

    • Elyane

      18 de novembro de 2012 em 12:47

      Fiquei com medo de vc…

      • Shun

        18 de novembro de 2012 em 18:01

        Não precisa, sou um cara do bem 😉

  26. 2-D

    18 de novembro de 2012 em 12:09

    conto chato !!

  27. The little PAULA

    18 de novembro de 2012 em 10:46

    *Clap Clap Clap Clap

    Parabéns cara! o conto ficou fodastico! 
    essa vai pro top 10 de melhores contos!
    • Waldenis Angélico

      18 de novembro de 2012 em 12:33

      Valeu, Paulada! Fico feliz que tenha gostado =)

  28. Li Syaoran

    18 de novembro de 2012 em 10:34

    MUUUUITO bom esse conto, acho que isso deveria ter ocorrido com a Suzane von Richtofen.

  29. Capirotos capirotos

    18 de novembro de 2012 em 09:39

    ”Cú” também merece um conto

  30. Crocodile

    18 de novembro de 2012 em 06:19

  31. Fernanda Baptista

    18 de novembro de 2012 em 05:18

    Final alternativo para a história de Suzane von Richthofen.

    • Sou maggotinho Seu amiginho

      18 de novembro de 2012 em 12:53

      lolololollololololololololololoololol

      MDS com certeza xD
      • Fernanda Baptista

        18 de novembro de 2012 em 21:29

        Não foi, mas vlw ^w^

  32. La No Posto Ipiranga

    18 de novembro de 2012 em 01:47

    só agora me liguei to em janela anonima desde manhã,na minha fapada matinal.

    • Black King Mello

      18 de novembro de 2012 em 01:53

      Já fica pra de hoje.

  33. Alê

    18 de novembro de 2012 em 01:02

    Gostei do conto, interessante a parte do esquartejamento, o cara age de uma forma tão tranquila.

    • Um qualquer

      18 de novembro de 2012 em 10:51

      Ele é profissional, provavelmente era um casal de assassinos, porém acho que ele já havia se aposentado…

  34. Altair Ibn-La'Ahad

    18 de novembro de 2012 em 00:06

    Waldenis…

    ….
    …..
    ……
    ……
    …….
    ……..
    ………
    …….
    ….
    ….
    Vc é legal, e escreve bem bagarai.. Mas lerei só amanhã, agora to com sono…
    • jeff zika Mc

      18 de novembro de 2012 em 00:24

      Valdomiro  Santiago 

      • Vault Boy

        18 de novembro de 2012 em 18:18

        Valdamiro   Santiogo

    • Drubscky

      18 de novembro de 2012 em 00:13

      Quase a mesma coisa que eu disse , sou uma inspiração pro pessoal !

      rçrçrrçrçrçrçrç
  35. Altair Ibn-La'Ahad

    18 de novembro de 2012 em 00:03

    lerei amanhã, ou seja, mais tarde…

  36. Narrador Sessão Da Tarde

    18 de novembro de 2012 em 00:03

     Esse conto da pesada deixou essa turminha do barulho arrepiada com essa história de outro mundo cheia de travessuras 

     A Sessão da Tarde é um oferecimento dos Leites Do Beiçola 
     
     
    Seu leite devidamente pasteurizado 
  37. Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

    17 de novembro de 2012 em 23:57

    Eu queria creepypasta agora 🙁

    • Lucas

      17 de novembro de 2012 em 23:59

      Eu também 

      • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

        18 de novembro de 2012 em 00:01

        Bem que poderia ter 1 por semana….eu conheço várias 🙂

        • Lucas

          18 de novembro de 2012 em 00:03

          É , o minilua parou de postar coisas de terror 

          • Shun

            18 de novembro de 2012 em 00:04

            E parou de postar os belos motivos… faz tempo que não tem

            • Altair Ibn-La'Ahad

              18 de novembro de 2012 em 00:07

              Falta idéias po.. fizeram até um Belos motivos para termos belos motivos neé? ou estou só vajando? o.0

              • Shun

                18 de novembro de 2012 em 00:09

                Não, fizeram mesmo…

              • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

                18 de novembro de 2012 em 00:09

                Acho que vc ta viajando….o Animus tá te quebrando….

            • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

              18 de novembro de 2012 em 00:06

              Né?
              Shun eu te adoro 🙂

              • Shun

                18 de novembro de 2012 em 00:08

                Também te adoro *-* apesar de ficar me zuando, sua boba rsrsrsrs brinks

                • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

                  18 de novembro de 2012 em 00:11

                  rsrsrsrsrs….era só brincadeira

  38. Frozen Fire

    17 de novembro de 2012 em 23:53

    um cara que gosta dos sogros

    não vemos isso frequentemente em historias.

    • Black King Mello

      17 de novembro de 2012 em 23:59

      Só por que eu não quero matar uma pessoa não significa que eu goste dela.

      • Frozen Fire

        18 de novembro de 2012 em 00:42

        hã pq?

        • Black King Mello

          18 de novembro de 2012 em 00:46

          Só porque ele não quis participar do plano não quer dizer que ele gosta dos sogros.

          • Frozen Fire

            18 de novembro de 2012 em 01:11

            se ele matasse eles eles ficariam ricos, ele preferiu a saúde dos seus sogros do que o dinheiro. significam que os sogros dele valem muito pra ele

            • Black King Mello

              18 de novembro de 2012 em 01:21

              Eu não mataria ninguém por dinheiro. Você mataria? Mesmo que não conheça a pessoa. Não quer dizer que ele gosta dos sogros, talvez ele só não queria se tornar um assassino. Mas ele ter uma faca no carro deixa tudo bem estranho, não me parece que ele planejava matar ela.

              • Um qualquer

                18 de novembro de 2012 em 10:49

                Pelo que eu entendi, ambos eram assassinos, porém ele era um assassino aposentado.
                Os sogros dele provavelmente eram ricos e ela queria matá-los para ficar rica.
                Porém, por mais que ele fosse assassino, ele não aceitou matá-los, agora, não sei se é porque ele gostava muito deles, ou pelo simples fato de achar isso repugnante( o fato de a própria filha planejar a morte dos pais) , daí, ele a matou.

                • Black King Mello

                  18 de novembro de 2012 em 13:15

                  Agora ficou mais claro. =)

                • Waldenis Angélico

                  18 de novembro de 2012 em 12:13

                  Exatamente isso =)

                • Frozen Fire

                  18 de novembro de 2012 em 10:57

                  droga esqueci que ele achava isso repugnante, por isso q ele n queria matar eles

                  sei lá se ele gosta deles ou nao

    • Drubscky

      17 de novembro de 2012 em 23:57

      Eae Bernard , de boa ?

      Jogando muito no Atlético MG ?
      rçrçrçrçrçrç
      • Frozen Fire

        18 de novembro de 2012 em 00:02

        sim, no fifa kkk

        brinks eu n jogo fifa

        • Drubscky

          18 de novembro de 2012 em 00:07

          PES sempre será melhor XD

    • Shun

      17 de novembro de 2012 em 23:56

      Né? ele matou a mina gostosa só porque não queria matar a sogra e o sogro, lol

      • Frozen Fire

        17 de novembro de 2012 em 23:59

        talvez pq a mae dela deve ser + gostosa

        • Shun

          18 de novembro de 2012 em 00:03

          Mas aí ele precisaria matar o sogro pra ficar com a coroa gostosona

  39. Ariane (brace yourselves, winter is coming)

    17 de novembro de 2012 em 23:51

    Muito bom, acho até que é um dos melhores! ^^

  40. Andreza Souza

    17 de novembro de 2012 em 23:48

    Elise Matsunaga feelings xD kkkkkkkkkkkk

    • Black King Mello

      17 de novembro de 2012 em 23:50

      kkkkkkkkkkk’

      Conto baseado em fatos reais.
      • Andreza Souza

        18 de novembro de 2012 em 00:01

        Suzane Von Richthofen não aprovou esse conto xD

  41. Shun

    17 de novembro de 2012 em 23:46

    Quanta violência, pq todas as pessoas não são calmas e da paz como eu? o mundo seria bem melhor rsrsrs

    • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

      17 de novembro de 2012 em 23:49

      As pessoas estão ficando muito ignorantes….

      • Black King Mello

        17 de novembro de 2012 em 23:49

        A ignorância é uma benção.

        • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

          17 de novembro de 2012 em 23:51

          Elas estão com o mesmo desejo que eu tenho….de matar pessoas…..certas pessoas……

          • Black King Mello

            17 de novembro de 2012 em 23:54

            Mate-as então. Não suprima seu desejos!

            • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

              17 de novembro de 2012 em 23:55

              kkkkk, brincadeira…..queria realmente fazer isso…mas nao posso

    • Black King Mello

      17 de novembro de 2012 em 23:48

      Por isso o yago te quer.

  42. Ariane (brace yourselves, winter is coming)

    17 de novembro de 2012 em 23:46

    Obaaa, continho pra alegrar a noite de sábado ^^

  43. Aleister Crowley

    17 de novembro de 2012 em 23:45

    Ela podia ter atirado de uma vez, né .-.

    • Black King Mello

      17 de novembro de 2012 em 23:46

      Mas aí ela ficaria sem comparsa e ela queria viver com ele.

      • Aleister Crowley

        17 de novembro de 2012 em 23:50

        Pq eu apontaria uma arma pra uma pessoa sem a intenção de matar?

        • Black King Mello

          17 de novembro de 2012 em 23:53

          Pra forçar ela a fazer algo que ela se recusa fazer, é tipo uma chantagem.

          • Aleister Crowley

            17 de novembro de 2012 em 23:55

            Mas se ela não tinha intenção, pq levou o punhal?

            • Black King Mello

              17 de novembro de 2012 em 23:58

              Porque ela sabia que ele tentaria tomar a arma dela, levou como forma de prevenção. Mas acho que ela estava muito alterada e quando viu que ele não faria resolveu matá-lo.

              • Aleister Crowley

                18 de novembro de 2012 em 00:02

                Ele amava ela, então não teria o pq dela temer se ele tomasse a arma.

                • Black King Mello

                  18 de novembro de 2012 em 00:05

                  Ele tinha uma “faca de aço inoxidável de alto teor de carbono” escondida no carro. Talvez…

                  • Aleister Crowley

                    18 de novembro de 2012 em 00:15

                    Agora que reli pude entender melhor. ‘=’

                    Só não entendi pq na foto ela segura uma .38 e na história é uma .40
                    • Black King Mello

                      18 de novembro de 2012 em 00:18

                      kkkkkkkkk’ Detalhes, detalhes.

  44. Um qualquer

    17 de novembro de 2012 em 23:43

    Previsível…. não sei porque, mas acho que este cara ou vê muito filme de máfia, ou vê CSI…

    • Drubscky

      18 de novembro de 2012 em 00:04

      Esse cara é muito desinformado néa ?

  45. Shun

    17 de novembro de 2012 em 23:43

    “Sangue vermelho como púrpura”, isso é só pra dar mais ênfase ao fato de estar sangrando, bons recursos

    • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

      17 de novembro de 2012 em 23:46

      Né?
      🙂

  46. Lucas

    17 de novembro de 2012 em 23:41

    Me gusta contos *_ _*

  47. Grim Reaper O ceifador solitario!

    17 de novembro de 2012 em 23:40

    Não gosto dos Contos do Minilua O_O eles levaram a From Hell O_O

    Coisa DUU DIMONIOOOO
    *Reaper Drogado*
  48. Aleister Crowley

    17 de novembro de 2012 em 23:38

    Olha só, mais um conto feito pelo Adonnes. rs

    • Drubscky

      18 de novembro de 2012 em 00:20

      kkkkkkkkkkkkkkk , o melhor conto rapá !

  49. DeadPool®

    17 de novembro de 2012 em 23:33

    legal legal…

  50. rebeca Macedo

    17 de novembro de 2012 em 23:33

    sangue,é  : |

    • Grim Reaper O ceifador solitario!

      17 de novembro de 2012 em 23:43

      O_O

      O_O
      O_O
      O_O…………………………………………..
      malditos vampiros estão em todo lugar O_O
      *Reaper Drogado*
      • Little Uchiha™

        18 de novembro de 2012 em 00:07

        Eu deixei de assistir O amigo oculto pra assistir Amanhecer: parte 1, fiz errado?

        • Grim Reaper O ceifador solitario!

          18 de novembro de 2012 em 01:06

          fez qualquer coisa e melhor que vampiros gays lobos tarados e uma biscate que não se decide..

          *Reaper Drogado*
      • rebeca Macedo

        17 de novembro de 2012 em 23:50

        sangue *u*

        • Grim Reaper O ceifador solitario!

          17 de novembro de 2012 em 23:54

          é ai O_O vai uma virada de Ab positivo depois? e por minha conta!XD

          *Reaper Drogado*
          • rebeca Macedo

            18 de novembro de 2012 em 00:09

            só se for agora kk

        • Grim Reaper O ceifador solitario!

          17 de novembro de 2012 em 23:53

          O_O depois Eu Chamo o blade e os vampiro fica reclamando que eu sou malvado O_O Bom desde que não tenha um vampiro viado atrás de min gritando Bela..Bela pra onde foi você sua biscate eu to de boa _-_…

          *Reaper Drogado*
  51. Shun

    17 de novembro de 2012 em 23:31

    Lembrei dos faqueiros

    • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

      17 de novembro de 2012 em 23:33

      “faqueiros”?

      • Shun

        17 de novembro de 2012 em 23:34

        Sim, faqueiros de aço inox (inoxidável)

        • Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

          17 de novembro de 2012 em 23:35

          A ta..
          A minha mente é um pouco poluida….

      • DeadPool®

        17 de novembro de 2012 em 23:33

        De faca

133 Comentários
Topo