Casos assustadores de assombrações e fantasmas violentos

Quando se trata de avistamentos de fantasmas, muitos deles aparentam ser bastante inofensivos. Eles podem fazer barulhos, andar pela casa e até mesmo bater algumas portas, mas raramente eles agem violentamente. Separamos algumas das aparições que discordam dessa natureza inofensiva e deixam um ar de mistério e medo por onde passam.
Boa Leitura!




A assombração da família Colosimo

Untitled

No verão de 1986, a família Colosimo mudou-se para Spotsylvania, Virginia. Pouco depois de se mudar, eles notaram que o quarto da sua filha mais jovem era excepcionalmente frio e nada que tentavam conseguia consertá-lo. Um vizinho dos Colosimos sugeriu que a casa poderia ser assombrada e disse-lhes para pendurar um rosário na sala. Os Colosimos, que eram católicos devotos, penduraram o rosário e, em seguida, chamaram um padre para abençoar a casa.

Cerca de uma semana depois, as coisas ficaram muito piores na casa; livros saiam voando para fora das prateleiras, uma porta foi arrancada de suas dobradiças e o rosário foi destruído e jogado em toda a sala. Após esses distúrbios violentos, os Colosimos buscaram um vidente, mas não conseguiram nenhuma mudança. Duas semanas depois, uma bruxa foi até a sua casa e disse que o espírito era de um soldado confederado morto há 16 anos. Ela disse que o fantasma foi convidado para a casa por uma criança que já havia vivido lá. Ela também disse que as tentativas de expulsar o fantasma de sua casa tinham o assustado, por isso ele causou todos os problemas nela. Após a bruxa se comunicar com o soldado, os distúrbios estranhos ao redor da casa chegaram ao fim.




O Grande Mistério de Amherst

Amherst

Em 1879, Daniel Teed viveu em uma grande casa em Amherst, Nova Scotia com sua família. Uma de suas irmãs uma jovem chamada Esther, foi alvo de um espírito aparentemente violento. Tudo começou em uma noite quando seu corpo estranhamente inchou e seus lençóis voaram para fora da cama. Quando os membros da família tentavam colocá-lo de volta na cama, ele voava para fora novamente. Na noite seguinte, eles pediram para um médico examinar Esther. Ele sentou-se na sala e esperou Esther adormecer. Um pouco depois ele viu seu travesseiro começar a se mover. Ele tentou segurar o travesseiro, foi arrancado de suas mãos por uma força invisível. Então ele ouviu um barulho estranho e arranhões e quando ele olhou para a parede, uma mão invisível havia esculpido as palavras “Esther Cox, você é minha vou te matar!”

Após esse incidente, de vez em quando uma série de pequenos incêndios esporadicamente começavam dentro da casa. Além disso, o espírito de algum modo se comunicava com a família, dizendo que iria queimar toda a casa, junto de Esther. Assim, para a segurança da família, Esther foi para uma pousada local, mas o fantasma aparentemente seguiu ela até lá. Enquanto ela estava hospedada, uma faca voou das mãos do filho do estalajadeiro em suas costas. A infecção da ferida quase a matou.

Depois de se recuperar da infecção, Esther conheceu um homem que criou um espetáculo em torno dela e de seus problemas paranormais. Talvez previsivelmente, quando Esther sentou no palco, nada aconteceu e o show falhou. O próximo trabalho que ela conseguiu foi com um caixeiro de transporte. Há poucos meses no trabalho, ela foi presa, acusada de incêndio criminoso; um celeiro pegou fogo na propriedade onde ela morava. Ela foi condenada a quatro meses de prisão. Quando ela saiu da prisão, se casou e criou uma família. Ela morreu em 1912.




O palácio vermelho

redpalace

Em maio de 1908, um diplomata francês que vivia em Constantinopla, Turquia, identificado apenas como M. Constans, pediu para ser levado de volta a França. O motivo, de acordo com fontes, foi que ele e sua esposa estariam sendo aterrorizados por um fantasma em sua casa de verão, chamada de Palácio Vermelho. O fantasma era aparentemente do príncipe Ypsolanti, que havia se enforcado anos atrás.

Constans disse que uma noite ele tinha sido empurrado para fora da cama dele, mas não havia ninguém por perto. Outra vez, algo estava segurando a sua cama de pé sem ninguém mudá-la de posição. A esposa de Constans também foi vítima, mas de uma forma muito mais violenta. Ela foi empurrada da escada por uma força invisível. Outra vez, ela estava no jardim quando uma criatura preta de aparência de bode a atacou. Ele bateu nela, a derrubou e a deixou ferida no chão. Nem mesmo as pessoas na embaixada, onde o embaixador trabalhava, estavam livres do fantasma do palácio, possivelmente amaldiçoado; eles tiveram quatro mortes misteriosas dentro do período de um mês.

O embaixador Constans alegou que não era supersticioso; ele estava apenas cansado da Turquia e de lidar com a paranóia daquele fantasma.




A assombração de Flat Rock

Flatrock

Em novembro de 1954, a família Parson de Flat Rock, Terra nova e Labrador, começou a notar que objetos de sua casa estranhamente pegavam fogo. O primeiro foi um dicionário que estava em uma caixa de madeira, havia outros objetos inflamáveis ao redor dele, mas a única coisa que queimou foi o dicionário. Poucos dias depois, os Parsons sentiram cheiro de fumaça e quando olharam ao redor da casa, eles descobriram que um saco de açúcar estava em chamas. Quando Mike Parsons tocou o saco, o fogo saiu imediatamente. Outros objetos que tinham combustão espontânea incluiam uma boneca e uma Bíblia que estava em um quarto sem eletricidade. Os Parsons deixaram à imprensa fazer um tour em sua casa e eles tiraram fotos de marcas de queimaduras por toda a casa. Pouco tempo depois, um padre foi convidado para abençoar a casa e aparentemente após a sua visita os incêndios pararam.




A menina de Oldnall

estrada

Na área de West Midlands na Inglaterra, existe uma estrada chamada de Oldnall Road. Este curto trecho de estrada tem uma quantidade anormal de acidentes de carro. Embora seja presumível que a estrada seja perigosa, tem acontecido alguns avistamentos estranhos que parecem sugerir que ela seja assombrada. Durante anos, os motoristas alegaram que a razão da causa seus acidentes era que no meio do caminho, uma menina vestindo roupas da época vitoriana aparecia no meio da estrada.

Depois que eles saiam do carro, a menina simplesmente desaparecia. As autoridades ficaram perplexas com a aparência da menina, mas acreditam que os motoristas causavam os acidentes porque a estrada estava congelada. No entanto, os pilotos afirmam que a estrada estava seca quando dirigiam sobre ela. Ninguem sabe ao certo qual o motivo exato de todos estes acidentes o que deixa esse mistério ainda mais intrigante.

Reaja! Comente!
  1. Guilherme

    8 de novembro de 2015 em 23:36

    Ok, nao queria dormir hj mesmo XD

  2. Hitsugaya Toushirou

    6 de novembro de 2015 em 19:17

    Galera, a acabei de achar o home da música(Ou peso menos como encontrá-la). Pesquisem:”Samara’s Song”.

    • Hitsugaya Toushirou

      6 de novembro de 2015 em 19:19

      Vish, tá difícil.
      home=nome
      peso=pelo
      Ignorem o “a”antes de “acabei”.

  3. Willyam Ricardo

    6 de novembro de 2015 em 18:29

    Revolteists ghosts

  4. Luana Cristina

    6 de novembro de 2015 em 18:03

    Galera, como eu consigo essa musiquinha? Obrigada 🙂

  5. Hitsugaya Toushirou

    5 de novembro de 2015 em 18:56

    Qual é o nome da música?

  6. Jurubeba Campari da Silva

    5 de novembro de 2015 em 16:25

    Não sabia que a guerra civil americana tinha ocorrido nos anos 70. Legal

  7. Lynn Rock

    5 de novembro de 2015 em 10:42

    “Terra nova e Labrador” hein? wtf? kkkkkkkkkkk (A ASSOMBRAÇÃO DE FLAT ROCK)

    • Luciano Lobato

      5 de novembro de 2015 em 12:21

      Terra Nova e Labrador é uma das dez províncias do Canadá, parte das Províncias Marítimas. Foi a última província a entrar à Confederação do Canadá em 1949.
      – Wikipédia apears

      • Lynn Rock

        6 de novembro de 2015 em 08:16

        Valeu por esclarecer, mas só me lembrei dos cachorros quando li kkkkkk

  8. Suprema Batman

    5 de novembro de 2015 em 10:32

    nem dá medo….

    • Willyam Ricardo

      6 de novembro de 2015 em 18:28

      É pq não aconteceu na tua casa jovem (y)

  9. ArtAdicto

    5 de novembro de 2015 em 06:04

    Deu medo não… Tenho medo é de gente burra. Fantasma tá tranquilo.

  10. Di Angelo Pinheiro

    5 de novembro de 2015 em 00:33

    Faz isso não, moro sozinho , ja são 23:30, e a noite sempre escuto crianças chorando…..rsrs. sqn! Só faltou a tela ficar escura….u.u

    • Luciano Lobato

      5 de novembro de 2015 em 01:23

      Mas a tela ta escura 😮

      • Di Angelo Pinheiro

        5 de novembro de 2015 em 01:28

        Rsrs, é pq vi no celular! Aqui não tem tela escura!

  11. Rodrigo Duarte

    5 de novembro de 2015 em 00:16

    Que bacana, as histórias de terror com trilha sonora voltaram! O único problema é que com minha leitura dinâmica a música acabou antes que eu terminasse o primeiro parágrafo.

  12. Douglas

    4 de novembro de 2015 em 23:55

    Parece bom. Amanha vo ler.

    • Luciano Lobato

      4 de novembro de 2015 em 23:59

      Amanhã pode ser tarde demais… atri kkk

19 Comentários
Topo