Lua de Sangue

As experiências mais terríveis da história

Nós seres humanos sempre estivemos prontos para realizar qualquer tipo de experiências em busca de mais conhecimento e avanços tecnológicos.

Mas o que acontece quando as pessoas atravessam o limite do que pode ser seguro para as pessoas e para o planeta em busca de conhecimento? Separamos uma lista com algumas das experiências mais terríveis da história.
Confira:

Projeto Stormfury

O Estados Unidos da América é um dos países do mundo que mais fazem experiências para o campo de tecnologias científicas.

Porém um de seus experimentos, em 1940, acabou sendo fatal para algumas pessoas. O médico Irwin Langmuir teve a ideia de usar cristais de gelo para enfraquecer ciclones impedindo assim que eles destruíssem propriedades e matassem pessoas.

Eles então jogaram cargas de cristais de gelo sobre um dos ciclones para provar sua teoria, porém acabou tendo o oposto do resultado esperado. Depois de largar os cristais no furacão, ele mudou sua direção e chegou perto da cidade costeira de Savannah, Georgia matando muitas pessoas e destruindo várias propriedades.

O Elefante e o LSD

“Truko” foi o nome dado ao elefante que foi intoxicado com LSD e, acredite ou não, a quantidade de LSD que foi dada ao elefante era 3.000 vezes maior do que o ser humano pode suportar.

Esta experiência foi realizada para estudar o comportamento dos elefantes masculinos. Após injetarem o LSD, eles queriam forçar uma condição que era comumente chamada de “musth”, em que o elefante se torna mais violento e incontrolável. Mas nada saiu como o planejado, o elefante acabou falecendo 40 minutos após o LSD ser injetado. Certamente uma das experiências mais egoístas e terríveis que se tem notícias com animais.

O Coração Esfaqueado

Você pode estar se perguntando, qual motivo leva uma pessoa a esfaquear o coração de alguém? Ou melhor, qual motivo leva uma pessoa a esfaquear o seu próprio coração?

Werner Theodor Otto Forssmann era um estagiário cirúrgico alemão e que inseriu em si mesmo um anestésico em uma das veias do seu coração. Sim exatamente isto que você leu, uma das veias do seu coração. Ele arriscou sua vida neste experimento, mas a sorte estava do seu lado e ele completou com sucesso a experiência e graças a ele, nós desenvolvemos um processo para cateterismo cardíaco. Ele foi contemplado com o Prêmio Nobel em 1956.