A misteriosa lenda do Golem de Praga

O Golem é um elemento da mitologia judaica medieval. Era um ser que tinha sido criado por um estudioso judeu arcano. Com suas mãos gigantes feitas de lama, ele tinha forma humanoide. Com a ajuda da centelha divina, ele conseguiu ganhar vida. Golem significa “enganar”, sendo que este era um homem desajeitado de barro que não podia falar e era algo como os robôs modernos de hoje. Ele foi contratado para exercer certas funções como ordenado.

Praga golem judaica

Mas o Golem as cumpria literalmente. Certa vez, um sábio mestre mandou-o para um rio para buscar água, e o Golem não parou até inundar a cidade. O mais conhecido Golem é o Golem de Praga, que está envolto em várias lendas enigmáticas. Esta é a lenda que vamos discutir hoje, o Golem de argila e o rabino Loew.

Praga golem judaica

Em Praga, houve um grande rabino, chamado Loew, que originou a lenda de um servo de argila, o Golem de Praga. Ele conseguiu lhe dar vida pondo em sua boca um pedaço de pergaminho feito por um feitiço mágico em nome do Senhor, o Deus dos judeus. Esta peça é chamada shem, é um elemento doador divino de vida. O Golem era um gigante de barro que trabalhou incansavelmente. Ele varreu o chão, levou água e cortou madeira, entre inúmeras outras ordens fatigantes.

Praga golem judaica

O gigante peculiar não precisava comer, beber ou descansar. Quando chegava a sexta-feira, o homem sábio removia o shem de sua boca e o Golem ficava estático como um manequim até o fim do sábado judaico, que é o dia sagrado de descanso para o povo judeu. Depois desse dia, seu mestre introduzia o papel de volta em sua boca, para que ele voltasse à vida.

Praga golem judaica

Mas houve um sábado em que o rabino, que estava ocupado preparando uma cerimônia na Sinagoga, esqueceu de remover o shem da boca do Golem, um erro fatal. Quando a cerimônia começou no templo, o rabino foi avisado que algo terrível estava acontecendo em sua casa. Quando perguntado o que estava acontecendo, os cidadãos, amedrontados, disseram-lhe que o Golem estava destruindo tudo o que estava em seu caminho.

Praga golem judaica

O Golem ficou furioso, e ninguém se atrevia a aproximar-se dele. O rabino então pensou em um plano de ação. Como o sabbath já tinha começado, qualquer ação para deter o gigante seria um pecado. Mas visto de outra forma, ele não tinha pronunciado o primeiro salmo do sábado, logo ele não tinha começado oficialmente. Então ele foi às pressas para casa enfrentar o Golem, várias ruas antes ele conseguia ter uma visão de sua casa, e ouviu os estragos do Golem, ele realmente estava destruindo tudo em seu caminho.

Praga golem judaica

Como todos os cidadãos estavam horrorizados com os barulhos emitidos pelo Golem, o rabino Yehuda Loew foi o único a entrar na casa. O rabino olhou para a destruição, muitos pratos quebrados, mesas, cadeiras, baús e livros rasgados no chão. Naquela ocasião, o Golem estava no quintal, onde ficavam os animais. Muitas galinhas, cães, gatos e todos os animais que o rabino tinha, morreram nas mãos do Golem.

Quando o rabino olhou para o Golem, o gigante arrancou uma raiz de árvore, como de costume. Loew foi até o Golem para pará-lo, ele o olhou por um momento com os braços para cima, e em seguida o tocou. O Golem olhou para o rabino e estremeceu, ficando imobilizado, foi quando o rabino retirou o shem. Em seguida, o Golem caiu como um boneco de barro. Todos os cidadãos riam e gritavam de alegria, zombando do Golem e felicitando o rabino.

Praga golem judaica

O rabino então retornou à sinagoga para terminar a cerimônia de sábado. Depois desse dia, o rabino não mais introduziu o shem na boca do gigante, que ficou paralisado na sinagoga, onde foi oferecido aos sábados, onde mais tarde viraria pó. Durante os séculos seguintes, acreditava-se que o rabino Yehuda Loew havia criado uma proibição para que ninguém se aproximasse do sótão da sinagoga, onde o Golem estava, exceto se fosse rabino. Após alguns séculos, um rabino se aventurou entrando no sótão, em um sábado, mas ao entrar ficou apavorado e fugiu aterrorizado  com o que houvera visto.

Praga golem judaica

Este rabino não contou o que tinha visto ali, mas renovou a proibição para que não se entrasse no sótão da sinagoga. Desde então, esse lugar guarda um misterioso segredo, ninguém voltou a se aventurar. Esta é uma lenda judaica ensinada sobre o orgulho do homem, que deixa os seus deveres para os “Golems” e depois são punidos. Talvez elas sejam profecias sobre os robôs modernos…

Reaja! Comente!
  1. Thiago Freitas

    15 de outubro de 2016 em 12:30

    kkkk é mesmo os simpsons tinham feito sobre esta história kkk

  2. Camila Pires Prado

    14 de outubro de 2016 em 22:39

    ele aparece num episodio dos Simpsons

  3. Jhonatan Kal

    14 de outubro de 2016 em 22:17

    Tem um ep do simpsons sobre isso kkk

3 Comentários
Topo